Manifestação contra falta d’água tem tumulto na Av. Paulista

spot_img
Compartilhe:
manifestação contra falta d'água em Sp
manifestação contra falta d’água em Sp

 A manifestação contra a falta d’água em Sp teve um tumulto com a Polícia Militar no início da noite desta quarta-feira (11) na Avenida Paulista. Os policiais tentavam impedir que o grupo bloqueasse o sentido Consolação da via, mas alguns manifestantes furaram o cordão de isolamento da PM, que reagiu. Duas pessoas foram detidas.

Cerca de 150 pessoas, segundo números da PM, se reuniram para o ato no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). A polícia informou que não permitiria o bloqueio da Avenida Paulista porque não havia uma liderança definida do ato para discutir o trajeto com a corporação. A PM montou um cordão para evitar que os manifestantes deixassem o Masp.

Um grupo conseguiu, no entanto, passar pelo bloqueio e fechar o sentido Consolação.

Veja Também:

[ads1]

Mais sobre a manifestação sobre a falta d’água em Sp

  Os policiais reagiram e usaram escudos e cassetetes para empurrar os manifestantes de volta para o Masp. Um homem e uma mulher foram detidos durante a confusão.

Cerca de 10 manifestantes conseguiram passar pela PM e fecharam o sentido Paraíso da Avenida Paulista, na altura da Alameda Casa Branca. Durante o bloqueio, eles deixaram um ônibus que levava um homem doente passar. Os manifestantes chegaram a discutir porque alguns queriam liberar a passagem de todos os ônibus e outros eram contra.

 

Edição: Veja Timon

Imagem: Redes Sociais

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Confusão generalizada em caminhada é um desrespeito aos princípios da democracia

A nenhum dos candidatos a deputado estadual em Timon - Coronel Schnneyder e Socorro Waquim - devem ser atribuídas as confusões geradas em um...

Não esqueça o Zé Gotinha!

Saiba quais os riscos de não vacinar seu filho contra a poliomielite. Por Elainy Castro. Com certeza você lembra dele: Zé Gotinha é um personagem que...

Calor: Cuidados com a pele durante o B-R-O-Bró  

 Esteticista dá dicas sobre hábitos a serem adotados para evitar danos causados pelo sol   Com temperaturas ultrapassando os 40 graus na Capital Piauiense, a atenção...
manifestação contra falta d'água em Sp
manifestação contra falta d'água em Sp

 A manifestação contra a falta d'água em Sp teve um tumulto com a Polícia Militar no início da noite desta quarta-feira (11) na Avenida Paulista. Os policiais tentavam impedir que o grupo bloqueasse o sentido Consolação da via, mas alguns manifestantes furaram o cordão de isolamento da PM, que reagiu. Duas pessoas foram detidas.

Cerca de 150 pessoas, segundo números da PM, se reuniram para o ato no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). A polícia informou que não permitiria o bloqueio da Avenida Paulista porque não havia uma liderança definida do ato para discutir o trajeto com a corporação. A PM montou um cordão para evitar que os manifestantes deixassem o Masp.

Um grupo conseguiu, no entanto, passar pelo bloqueio e fechar o sentido Consolação.

Veja Também: [ads1]

Mais sobre a manifestação sobre a falta d'água em Sp

  Os policiais reagiram e usaram escudos e cassetetes para empurrar os manifestantes de volta para o Masp. Um homem e uma mulher foram detidos durante a confusão.

Cerca de 10 manifestantes conseguiram passar pela PM e fecharam o sentido Paraíso da Avenida Paulista, na altura da Alameda Casa Branca. Durante o bloqueio, eles deixaram um ônibus que levava um homem doente passar. Os manifestantes chegaram a discutir porque alguns queriam liberar a passagem de todos os ônibus e outros eram contra.

  Edição: Veja Timon Imagem: Redes Sociais