Tocha Olímpica percorrerá 250 cidades em 2016

spot_img
Compartilhe:

logo-oficial-olimpiadas-brasil-rio-2016  O Comitê Organizador Rio 2016 informouque, ao longo de 100 dias, a tocha dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 percorrerá 250 cidades brasileiras até chegar ao Estádio do Maracanã, local da abertura do evento, em 5 de agosto de 2016.

De acordo com o comitê, aproximadamente dez mil pessoas devem conduzir a tocha por 20 mil quilômetros.

O trajeto ainda não foi divulgado, mas já está definido que a tocha passará pelas 26 capitais estaduais e pelo Distrito Federal.

Ela será acesa em maio, na cidade de Olímpia, na Grécia, em dia a ser definido. Antes de ser embarcada em um avião rumo ao Brasil, a tocha circulará por cidades gregas durante uma semana. O comitê organizador não divulgou a primeira cidade brasileira a receber a tocha e nem a data do desembarque do símbolo olímpico no país.

“A tocha aquecerá o país e contagiará todas as regiões do Brasil, inclusive as mais longínquas. O povo brasileiro se unirá em torno dela”, disse o presidente do Comitê Organizador Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

Entre os condutores da tocha estarão atletas, personalidades e pessoas comuns, brasileiras ou estrangeiras. Os patrocinadores escolherão as pessoas que terão o privilégio de conduzir o símbolo máximo das Olimpíadas.

A professora carioca Lara Leite de Castro, primeira brasileira a conduzir uma tocha olímpica, nos Jogos de 1992, em Barcelona, na Espanha, espera ter a chance de participar novamente do revezamento. “Foi uma emoção maravilhosa, um momento que me marcou minha vida. Isso foi há mais de 20 anos. Agora, por ser no meu país, é uma sensação extraordinária”, acrescentou.

 

Edição: Veja Timon

Via: ASCOM

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Morador de Timon é um dos ganhadores da Promoção Energia em Dia

Clientes ainda podem se cadastrar e concorrer aos próximos sorteios A promoção Energia em Dia está premiando os clientes que estão em dia com suas...

Paulo Marinho Júnior visita a cidade de Duque Bacelar

O candidato a Deputado Federal, Paulo Marinho Júnior (PL), visitou nesta quarta-feira (10), a cidade de Duque Bacelar. A agenda foi a convite do...

Mais uma ação pede a impugnação de Chico Leitoa como candidato a deputado estadual

Depois de ação do Ministério Público Eleitoral, agora é o vereador Kaká do Frugosá que move ação para barrar candidatura de Chico Leitoa. Mais uma...
logo-oficial-olimpiadas-brasil-rio-2016  O Comitê Organizador Rio 2016 informouque, ao longo de 100 dias, a tocha dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 percorrerá 250 cidades brasileiras até chegar ao Estádio do Maracanã, local da abertura do evento, em 5 de agosto de 2016. De acordo com o comitê, aproximadamente dez mil pessoas devem conduzir a tocha por 20 mil quilômetros. O trajeto ainda não foi divulgado, mas já está definido que a tocha passará pelas 26 capitais estaduais e pelo Distrito Federal. Ela será acesa em maio, na cidade de Olímpia, na Grécia, em dia a ser definido. Antes de ser embarcada em um avião rumo ao Brasil, a tocha circulará por cidades gregas durante uma semana. O comitê organizador não divulgou a primeira cidade brasileira a receber a tocha e nem a data do desembarque do símbolo olímpico no país. “A tocha aquecerá o país e contagiará todas as regiões do Brasil, inclusive as mais longínquas. O povo brasileiro se unirá em torno dela”, disse o presidente do Comitê Organizador Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman. Entre os condutores da tocha estarão atletas, personalidades e pessoas comuns, brasileiras ou estrangeiras. Os patrocinadores escolherão as pessoas que terão o privilégio de conduzir o símbolo máximo das Olimpíadas. A professora carioca Lara Leite de Castro, primeira brasileira a conduzir uma tocha olímpica, nos Jogos de 1992, em Barcelona, na Espanha, espera ter a chance de participar novamente do revezamento. “Foi uma emoção maravilhosa, um momento que me marcou minha vida. Isso foi há mais de 20 anos. Agora, por ser no meu país, é uma sensação extraordinária”, acrescentou.   Edição: Veja Timon Via: ASCOM