Adolescentes da Funac participam de palestra de conscientização e combate à sífilis

spot_img
Compartilhe:
“Sífilis, Eu sei. Você sabe?”, ministrada por Olavo Mendes, psicólogo e especialista em terapia cognitiva comportamental do CTA, do município de Timon. 

O Centro Socioeducativo de Semiliberdade de Timon, unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), por meio do Projeto: Psicologia, Saúde e Bem-Estar, promoveu uma palestra referente à prevenção da sífilis, com o tema: “Sífilis, Eu sei. Você sabe?”, ministrada por Olavo Mendes, psicólogo e especialista em terapia cognitiva comportamental do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), do município de Timon.

A psicóloga do Centro Socioeducativo, Dannyara Aguiar, destacou que o projeto foi criado para trabalhar áreas da psicologia da saúde para que os socioeducandos possam obter maiores informações sobre diferentes demandas que fazem parte do cotidiano. “O projeto vem para trazer maiores informações, conscientização, prevenção, a respeito da saúde e bem-estar dos adolescentes. Tanto a saúde biológica quanto a saúde mental”, afirma.

Para um dos socioeducandos, a palestra sobre prevenção é um conhecimento que dever ser replicado. “Eu aprendi que a pessoa para se relacionar com outro tem que se cuidar, prevenir e usar camisinha para não contrair nenhuma doença e também realizar os exames de rotina”, declara o adolescente.

De acordo com o palestrante Olavo Mendes, uma atividade que fala sobre saúde sexual e reprodutiva é importante para que que os jovens entrem em contato com esse tema, que deve deixar de ser um tabu na nossa sociedade. “As infecções sexualmente transmissíveis estão muito prevalentes e só através da informação que poderemos conscientizar as pessoas a respeito da prevenção, seja através do uso do preservativo ou através de outros métodos que dispomos. É necessário que sejam realizadas diversas ações ligadas à saúde, educação, assistência social, para multiplicar a informação e levar mais qualidade de vida para as pessoas”, pontua.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Mercado de trabalho: Programa de Trainee Aegea está com inscrições abertas para Timon

Os interessados podem se inscrever até o dia 24 de outubro, de forma on-line A Aegea, empresa líder no setor de saneamento privado no Brasil,...

Carlos Brandão é reeleito governador, Timon terá dois deputados e Leitoas saem enfraquecidos do pleito

O governador Carlos Brandão liderou a disputa em primeiro turno pelo governo do Maranhão a partir das primeiras urnas abertas ontem, às 18h, até...

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...
“Sífilis, Eu sei. Você sabe?”, ministrada por Olavo Mendes, psicólogo e especialista em terapia cognitiva comportamental do CTA, do município de Timon. 
O Centro Socioeducativo de Semiliberdade de Timon, unidade da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), por meio do Projeto: Psicologia, Saúde e Bem-Estar, promoveu uma palestra referente à prevenção da sífilis, com o tema: “Sífilis, Eu sei. Você sabe?”, ministrada por Olavo Mendes, psicólogo e especialista em terapia cognitiva comportamental do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), do município de Timon. A psicóloga do Centro Socioeducativo, Dannyara Aguiar, destacou que o projeto foi criado para trabalhar áreas da psicologia da saúde para que os socioeducandos possam obter maiores informações sobre diferentes demandas que fazem parte do cotidiano. “O projeto vem para trazer maiores informações, conscientização, prevenção, a respeito da saúde e bem-estar dos adolescentes. Tanto a saúde biológica quanto a saúde mental”, afirma. Para um dos socioeducandos, a palestra sobre prevenção é um conhecimento que dever ser replicado. “Eu aprendi que a pessoa para se relacionar com outro tem que se cuidar, prevenir e usar camisinha para não contrair nenhuma doença e também realizar os exames de rotina”, declara o adolescente. De acordo com o palestrante Olavo Mendes, uma atividade que fala sobre saúde sexual e reprodutiva é importante para que que os jovens entrem em contato com esse tema, que deve deixar de ser um tabu na nossa sociedade. "As infecções sexualmente transmissíveis estão muito prevalentes e só através da informação que poderemos conscientizar as pessoas a respeito da prevenção, seja através do uso do preservativo ou através de outros métodos que dispomos. É necessário que sejam realizadas diversas ações ligadas à saúde, educação, assistência social, para multiplicar a informação e levar mais qualidade de vida para as pessoas”, pontua.