Cultura: Congresso Nacional derruba vetos das leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo

spot_img
Compartilhe:

Na noite desta terça-feira (5), o Congresso Nacional derrubou o veto integral dado pelo presidente Jair Bolsonaro às leis Paulo Gustavo e a Aldir Blanc de apoio à cultura, para ajudar um dos setores mais atingidos pela pandemia de covid-19.

Uma vitória de toda a classe que trabalha com as mais diversas expressões culturais. E a derrubada dos vetos, é uma grande conquista para o Brasil, rico de cultura e arte.

Os projetos

A Lei Paulo Gustavo, prevê que seja destinado, R$ 2,79 bilhões a ações no setor audiovisual e R$ 1,06 bilhão para ações emergenciais no setor cultural.

A Lei Aldir Blanc foi aprovada dias depois e garante o repasse anual de R$ 3 bilhões aos governos estaduais e municipais, durante cinco anos, para que estes financiem iniciativas culturais.

O deputado Paulo Marinho Júnior (PL-MA), destacou a derrubada dos vetos como valorização à cultura brasileira. “A derrubada do veto da Lei Aldir Blanc e Lei Paulo Gustavo são fundamentais, principalmente para aqueles grupos culturais que mantém a identidade brasileira, nossa cultura. E hoje, está casa, assume o protagonismo, derruba o veto, e faz com que o Brasil, seja de fato, um país alegre. Então quero parabenizar esse plenário que conseguiu construir um acordo em consenso, e colocar a cultura e o Brasil em primeiro lugar”.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

De um milhão e 200 mil levados pelo funcionário do BB de Teresina, polícia só recuperou 41 mil

O funcionário alega estar passando por problemas psicológicos, mas cadê o dinheiro? Quanto ele subtraiu do banco? O bancário de 39 anos suspeito de furtar R$...

Confira quatro dicas para empreender em 2023

Por Elainy Castro Empreender é um sonho comum de muitos brasileiros. Esse é um caminho que pode trazer realização profissional e sucesso financeiro, além disso,...

No mesmo dia: Reeleitos, Lira e Pacheco rompem com Bolsonaro, mas deixam recado ao STF

Colunista do jornal "O Globo" avalia que o pior cenário para o Supremo seria a vitória de Rogério Marinho. Mas reeleição de Lira e...
Na noite desta terça-feira (5), o Congresso Nacional derrubou o veto integral dado pelo presidente Jair Bolsonaro às leis Paulo Gustavo e a Aldir Blanc de apoio à cultura, para ajudar um dos setores mais atingidos pela pandemia de covid-19. Uma vitória de toda a classe que trabalha com as mais diversas expressões culturais. E a derrubada dos vetos, é uma grande conquista para o Brasil, rico de cultura e arte. Os projetos A Lei Paulo Gustavo, prevê que seja destinado, R$ 2,79 bilhões a ações no setor audiovisual e R$ 1,06 bilhão para ações emergenciais no setor cultural. A Lei Aldir Blanc foi aprovada dias depois e garante o repasse anual de R$ 3 bilhões aos governos estaduais e municipais, durante cinco anos, para que estes financiem iniciativas culturais. O deputado Paulo Marinho Júnior (PL-MA), destacou a derrubada dos vetos como valorização à cultura brasileira. "A derrubada do veto da Lei Aldir Blanc e Lei Paulo Gustavo são fundamentais, principalmente para aqueles grupos culturais que mantém a identidade brasileira, nossa cultura. E hoje, está casa, assume o protagonismo, derruba o veto, e faz com que o Brasil, seja de fato, um país alegre. Então quero parabenizar esse plenário que conseguiu construir um acordo em consenso, e colocar a cultura e o Brasil em primeiro lugar".