Edilázio solidariza-se com Waldir Maranhão

spot_img
Compartilhe:
Deputado Edilázio Junior em discurso na ALEJMA
Deputado Edilázio Junior

Na sessão desta segunda-feira (16), o deputado estadual Edilázio Júnior (PSD) solidarizou-se com o deputado federal Waldir Maranhão, que rompeu politicamente com o governador Flávio Dino (PCdoB). O rompimento, conforme o parlamentar, teria sido por causa da “quebra de acordo por parte de Dino, que vetou a pré-candidatura de Waldir ao Senado da República”.

“Ainda que tardiamente, quero solidarizar-me com o deputado federal Waldir Maranhão que, assim como José Reinaldo Tavares, foi vítima da falta de palavra do governador. Todos aqui sabemos: o que o governador fala, não podemos escrever”, disse.

Edilázio  disse mais: “Durante o processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff, ocasião em que Maranhão presidia a Câmara Federal e era responsável pela condução do ato, Flávio Dino aproximou-se do deputado federal para beneficiar-se politicamente. Além de usar dinheiro público para viajar de jatinho até Brasília, como fez agora, indo para Curitiba. Foi Flávio Dino que levou todo o processo para que Waldir Maranhão suspendesse o processo de impeachment. Depois disso, Waldir acabou virando chacota nacional. O Maranhão tornou-se conhecido mais ainda por conta dessa patacoada que ele fez no Congresso a pedido de Flávio Dino”, completou.

Edilázio também alertou os aliados de Dino, “quanto à possibilidade de frustração, diante o projeto político do chefe do Executivo. Eu venho externar aqui só para falar aos colegas que a palavra do governador não vale muita coisa. Aqueles que mudaram de partido por promessa do governador, que estão esperando benesses, que fiquem de orelha em pé, pois o que ele fala, não se escreve”, finalizou.

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

São Luís está entre os 20 destinos nacionais mais procurados na Black Friday, segundo a Decolar

São Luís foi apontada como um dos 20 destinos mais procurados durante a campanha de Black Friday da companhia de viagens on-line Decolar. A...

TRF1 aceita denúncia do MPF contra prefeito de Pinheiro (MA) e mais seis pessoas por fraudes e desvio de recursos

Eles responderão por crimes de responsabilidade, lavagem de capitais e organização criminosa, na medida de suas participações Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 1ª...

Facebook deve restituir conta invadida e pagar indenização a usuário

O Juizado Cível e Criminal da cidade de Codó condenou a plataforma social Facebook a restabelecer a conta de usuário Tiago Tales Silva Sousa,...
Deputado Edilázio Junior em discurso na ALEJMA
Deputado Edilázio Junior
Na sessão desta segunda-feira (16), o deputado estadual Edilázio Júnior (PSD) solidarizou-se com o deputado federal Waldir Maranhão, que rompeu politicamente com o governador Flávio Dino (PCdoB). O rompimento, conforme o parlamentar, teria sido por causa da "quebra de acordo por parte de Dino, que vetou a pré-candidatura de Waldir ao Senado da República". “Ainda que tardiamente, quero solidarizar-me com o deputado federal Waldir Maranhão que, assim como José Reinaldo Tavares, foi vítima da falta de palavra do governador. Todos aqui sabemos: o que o governador fala, não podemos escrever”, disse. Edilázio  disse mais: "Durante o processo de impeachment da então presidente Dilma Rousseff, ocasião em que Maranhão presidia a Câmara Federal e era responsável pela condução do ato, Flávio Dino aproximou-se do deputado federal para beneficiar-se politicamente. Além de usar dinheiro público para viajar de jatinho até Brasília, como fez agora, indo para Curitiba. Foi Flávio Dino que levou todo o processo para que Waldir Maranhão suspendesse o processo de impeachment. Depois disso, Waldir acabou virando chacota nacional. O Maranhão tornou-se conhecido mais ainda por conta dessa patacoada que ele fez no Congresso a pedido de Flávio Dino”, completou. Edilázio também alertou os aliados de Dino, “quanto à possibilidade de frustração, diante o projeto político do chefe do Executivo. Eu venho externar aqui só para falar aos colegas que a palavra do governador não vale muita coisa. Aqueles que mudaram de partido por promessa do governador, que estão esperando benesses, que fiquem de orelha em pé, pois o que ele fala, não se escreve”, finalizou.