spot_img
spot_img

Equatorial e FAMEM premiam municípios que se destacaram nos cadastros da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE)

spot_img
Compartilhe:

Timon está entre os municípios premiados pelo desempenho em 2021 e 2022

Nesta terça-feira (25) a Equatorial Maranhão participou da entrega dos prêmios referentes à atuação dos municípios no programa Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), realizado pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) e o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes). A TSSE é um programa do Governo Federal que beneficia famílias de baixa renda com descontos na conta de energia de até 65%, podendo chegar até 100% para indígenas e quilombolas.

O evento realizado nesta tarde foi um momento de reconhecimento em relação à busca ativa realizada nos anos de 2021 e 2022, quando foi ultrapassada a marca de 1 milhão de beneficiários inscritos no Maranhão e atualizações de cadastros. A premiação serviu como um incentivo aos municípios por fazerem essa procura por famílias não cadastradas. Ao longo de todo o ano, em um conjunto de esforços da Equatorial, FAMEM, SEDES e órgãos de assistência social dos municípios é realizado um amplo trabalho para encontrar as famílias que podem receber o benefício, em especial aquelas que não estão inscritas no CadÚnico ou que estão com os cadastros desatualizados.

Sendo assim, foram premiados com motocicletas e tablets os vinte municípios que mais realizaram cadastros, entre os que assinaram o convênio. Os tablets foram entregues simbolicamente durante o 1º Congresso Estadual do Municipalismo Maranhense, que aconteceu dias 13 e 14 de março, em São Luís. Os vinte municípios premiados, são: São José de Ribamar, Imperatriz, Timon, Governador Archer, Governador Luís Rocha, Açailândia, São José dos Basílios, Lagoa Grande do Maranhão, Presidente Dutra, Davinópolis, Pedreiras, João Lisboa, Porto Franco, Aldeias Altas, São João do Paraíso, São Mateus do Maranhão, São Domingos do Maranhão, Parnarama, Bernardo do Mearim e Alto Alegre do Maranhão.

Atualmente, apesar das mais de 1 milhão de famílias já beneficiadas pelo desconto na Tarifa Social, um levantamento realizado pela concessionária de energia mostra que mais de 600 mil famílias estão deixando de receber o benefício porque ainda não realizaram o cadastro. Desse total, 32.398 são famílias indígenas e quilombolas. Segundo a Gerente de Relacionamento com Clientes da Equatorial, Francila Soares, a busca continua. “A expectativa para 2023 é de muito trabalho para alcançar as mais de 600 mil famílias que ainda não recebem o benefício e estão aptas para tal. A parceria entre Equatorial, FAMEM e SEDES é muito importante e será renovada nos próximos dias, agora temos como meta alcançar todas essas famílias maranhenses que precisam deste benefício”, pontuou.

Além disso, a inclusão dessas famílias no benefício significa uma importante economia e representa maiores oportunidades de destinar recursos do seu orçamento mensal, que iriam para o pagamento da conta de energia, à compra de alimentos e necessidades básicas para suas casas. “É muito importante enfatizar que o benefício da Tarifa Social também gera impactos positivos para toda a economia que movimenta nosso estado, não só para os clientes cadastrados. De acordo com o levantamento da Equatorial, por meio da Tarifa Social, somente no ano passado, R$ 297 milhões de reais foram injetados na receita dos municípios maranhenses movimentando a economia local”, destacou Francila.

Como se cadastrar na Tarifa Social de Energia Elétrica – Os cadastros devem ser iniciados nos Centros de Referência em Assistência Social – CRAS, onde os potenciais beneficiários devem se dirigir com documentação pessoal para cadastrar o Número de Identificação Social – NIS. Quem possui o NIS atualizado, já pode se dirigir à segunda etapa do cadastro, buscando um dos canais de atendimento da Equatorial Maranhão para solicitar adesão à Tarifa Social. Para saber se você tem o NIS ou se ele ainda está ativo, ligue para a central de relacionamento do Secretaria Especial do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003.

Os canais de atendimento para cadastro na TSEE, para clientes que já possuem o NIS ativo são: WhatsApp (Assistente Virtual Clara) – (98) 2055-0116; Site: www.equatorialenergia.com.br; Central 116; Postos de Atendimento presencial da Equatorial Maranhão e APP Equatorial. Vale ressaltar que a TSEE é um benefício concedido pelo Governo Federal, desde 2002, às famílias brasileiras de baixa renda, indígenas e quilombolas ou que recebam o Benefício da Prestação Continuada – BPC.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Em Teresina, pesquisadora da Fiocruz destaca avanços para baratear tratamento de imunoterapia a pacientes com câncer

Pesquisadora também destaca os desafios do Nordeste no enfrentamento a cânceres evitáveis As pesquisas e os avanços mais recentes relacionados ao diagnóstico, manejo e tratamento...

Dia dos Povos Indígenas: Equatorial alerta que 5.568 famílias poderiam economizar na conta com a Tarifa Social

Dia 19 de abril é comemorado o Dia dos Povos Indígenas e a Equatorial Maranhão alerta que 5.568 famílias indígenas estão deixando de receber...

Equatorial Maranhão alerta sobre cuidados com cabos partidos, estejam pendurados ou ao solo

Acidentes com quebras de postes e chuvas intensas com rajadas de vento podem causar o rompimento de cabos de energia A Equatorial Maranhão tem como...