Incentivo à redução de consumo de energia gera mais de 49 milhões de reais em descontos no Maranhão

spot_img
Compartilhe:

Conheça os resultados do Programa de Incentivo à Redução Voluntária

Em 2021 foi registrado o pior regime de chuvas em 91 anos, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e para compensar esse baixo nível dos reservatórios, uma das estratégias de economia foi a criação do Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica pelo Governo Federal, por meio da Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética, vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

Lançado em setembro de 2021 com efeitos visíveis até 2022, o programa veio com o objetivo de incentivar os consumidores a reduzirem o consumo individual de energia elétrica nesse momento de escassez hídrica, onde o Brasil vem passando por uma longa estiagem, visando aumentar a segurança do fornecimento de energia para todos.

Benefícios na conta de luz – Mas, além da segurança do fornecimento elétrico, esse programa beneficiou diretamente o bolso dos consumidores. No maranhão, quase 700 mil clientes da Equatorial Energia conseguiram diminuir seus consumos e receberam bônus financeiros na fatura do mês de janeiro. Somados, esses bônus contabilizaram mais de 49 milhões de reais de descontos nas contas de energia de clientes de todo o estado.

De acordo com a Analista de Regulação, Luisa Azevedo, “com essa economia, muitos maranhenses puderam poupar dinheiro e usar esse bônus em outras despesas pessoais. Desse modo, entende-se que mais de 49 milhões de reais que antes seriam usados para pagar as contas de energia, foram injetados na economia local, favorecendo a população e o mercado maranhense”, destacou Luisa.

Participaram do programa todos os consumidores de baixa tensão (grupo B) e os de média e alta tensão (grupo A), inclusos nas classes de consumo residencial, industrial, comércio, serviços e outras atividades, rural e serviço público, incluindo também os residenciais com benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), com histórico de medição junto à Equatorial, que tiveram redução de 10% a 20% do consumo de energia elétrica nos meses de setembro a dezembro de 2021 em comparação ao mesmo período de 2020 receberam bônus de 50 centavos a cada quilowatt-hora do total da energia economizado.

Não houve necessidade cadastro ou inscrição prévia. Logo, aos clientes inclusos nos critérios acima, o bônus na conta de energia foi automaticamente aplicado na fatura de janeiro de 2022. Dessa forma, se o consumidor economizou 100 quilowatt-hora, por exemplo, no somatório do consumo de setembro a dezembro de 2021 comparado ao somatório do mesmo período de 2020, houve um crédito de R$ 50,00 na última conta de luz.

 

As orientações de economia de energia continuam
Não só pelo bônus, é importante continuar sempre economizado energia. Por isso a Equatorial Maranhão selecionou algumas dicas fáceis de aplicar no dia a dia que resultam em economias elétricas, e consequentemente, financeiras:
• Na hora de comprar um equipamento, verifique se ele possui o Selo Procel ou a Etiqueta A de eficiência energética do Inmetro. Essas são duas sinalizações de que o aparelho segue as recomendações de economia de energia, medida importante para evitar o desperdício.

• Troque suas lâmpadas incandescentes por Led, que consomem até 90% menos que as incandescentes.

• Se ligue no ar condicionado. Atualmente existem modelos de condicionadores de ar com a tecnologia inverter, capaz de gerar uma economia de energia de até 60%.

• Evite deixar aparelhos em modo stand-by;
• Não coloque o celular para carregar a noite;

• Tente não deixar lâmpadas acesas durante o dia ou em ambientes que não estão sendo utilizados;

• Evite o “abre e fecha” da geladeira ao longo do dia.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...

Conheça os resultados do Programa de Incentivo à Redução Voluntária

Em 2021 foi registrado o pior regime de chuvas em 91 anos, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e para compensar esse baixo nível dos reservatórios, uma das estratégias de economia foi a criação do Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica pelo Governo Federal, por meio da Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética, vinculada ao Ministério de Minas e Energia. Lançado em setembro de 2021 com efeitos visíveis até 2022, o programa veio com o objetivo de incentivar os consumidores a reduzirem o consumo individual de energia elétrica nesse momento de escassez hídrica, onde o Brasil vem passando por uma longa estiagem, visando aumentar a segurança do fornecimento de energia para todos. Benefícios na conta de luz - Mas, além da segurança do fornecimento elétrico, esse programa beneficiou diretamente o bolso dos consumidores. No maranhão, quase 700 mil clientes da Equatorial Energia conseguiram diminuir seus consumos e receberam bônus financeiros na fatura do mês de janeiro. Somados, esses bônus contabilizaram mais de 49 milhões de reais de descontos nas contas de energia de clientes de todo o estado. De acordo com a Analista de Regulação, Luisa Azevedo, “com essa economia, muitos maranhenses puderam poupar dinheiro e usar esse bônus em outras despesas pessoais. Desse modo, entende-se que mais de 49 milhões de reais que antes seriam usados para pagar as contas de energia, foram injetados na economia local, favorecendo a população e o mercado maranhense”, destacou Luisa. Participaram do programa todos os consumidores de baixa tensão (grupo B) e os de média e alta tensão (grupo A), inclusos nas classes de consumo residencial, industrial, comércio, serviços e outras atividades, rural e serviço público, incluindo também os residenciais com benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), com histórico de medição junto à Equatorial, que tiveram redução de 10% a 20% do consumo de energia elétrica nos meses de setembro a dezembro de 2021 em comparação ao mesmo período de 2020 receberam bônus de 50 centavos a cada quilowatt-hora do total da energia economizado. Não houve necessidade cadastro ou inscrição prévia. Logo, aos clientes inclusos nos critérios acima, o bônus na conta de energia foi automaticamente aplicado na fatura de janeiro de 2022. Dessa forma, se o consumidor economizou 100 quilowatt-hora, por exemplo, no somatório do consumo de setembro a dezembro de 2021 comparado ao somatório do mesmo período de 2020, houve um crédito de R$ 50,00 na última conta de luz.   As orientações de economia de energia continuam Não só pelo bônus, é importante continuar sempre economizado energia. Por isso a Equatorial Maranhão selecionou algumas dicas fáceis de aplicar no dia a dia que resultam em economias elétricas, e consequentemente, financeiras: • Na hora de comprar um equipamento, verifique se ele possui o Selo Procel ou a Etiqueta A de eficiência energética do Inmetro. Essas são duas sinalizações de que o aparelho segue as recomendações de economia de energia, medida importante para evitar o desperdício. • Troque suas lâmpadas incandescentes por Led, que consomem até 90% menos que as incandescentes. • Se ligue no ar condicionado. Atualmente existem modelos de condicionadores de ar com a tecnologia inverter, capaz de gerar uma economia de energia de até 60%. • Evite deixar aparelhos em modo stand-by; • Não coloque o celular para carregar a noite; • Tente não deixar lâmpadas acesas durante o dia ou em ambientes que não estão sendo utilizados; • Evite o “abre e fecha” da geladeira ao longo do dia. Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão