Marcos Moura avalia como positiva ação itinerante do Centro de Zoonoses de Timon

spot_img
Compartilhe:

O diretor do Centro de Zoonoses de Timon, Marcos Moura, avaliou como positiva a ação itinerante promovida pelo departamento nos bairros Marimar e Pedro Ceará onde 800 animais receberam vacinação anti-rábica e também foram oferecidos outros serviços àquelas comunidades . Marcos Moura explicou que o Zoonoses Itinerante tem como meta levar serviços todos os seus serviços aos locais que mais têm dificuldade de acesso.

“É um projeto para aquelas pessoas que moram longe do Zoonoses, que não possuem um transporte para levar os animais. Resolvemos ir até essas pessoas e nos unimos ao programa Nosso Bairro. Ondes eles forem, nós vamos também. Estamos levando vacinação antirrábica, consulta veterinária, teste rápido de calazar, orientação sobre posse responsável de cães e gatos, doação de animais, dentre outros”, explica.

Marcos Moura conta que, na edição do último sábado, o Zoonoses Itinerante já havia superado a meta de animais vacinados. Até às 11h foram 600 cães e 200 gatos imunizados contra a raiva.

“Estamos felizes porque alcançamos nosso objetivo. É uma ação muito importante”, acrescenta.

Veja todos os serviços disponibilizados durante o Zoonoses Itinerante:

Vacinação antirrábica para cães e gatos;

Consulta com médico veterinário;

Testes para identificar a raiva;

Orientações sobre posse responsável de cães e gatos.

Teste rápido para calazar;

Desratização;

Ecologia e biologia dos insetos que inclui: Dengue, calazar, malária, cilariose, doenças de chagas, febre amarela silvestre;

Captura de morcegos e todos os tipos de animais peçonhentos.

Recolhimento de animal de relevância à saúde pública;

Doações de animais.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Equatorial Maranhão informa sobre funcionamento durante feriado do Dia do Evangélico em Timon

Por conta do feriado do Dia do Evangélico, em Timon, comemorado nessa terça-feira, 16 de agosto, a Agência presencial de Atendimento e o Posto...

Lucas da Farmácia mostra força politica e lota espaço de eventos em Timon

Ao lado de Henrique Junior, candidato a deputado federal e Vinicius Louro, candidato a deputado  estadual, Lucas da Farmácia mostrou força politica em evento. Não...

Paulo Marinho Jr visita projeto social em Buriti Bravo

Na tarde deste último sábado (13), o Deputado Federal Paulo Marinho Jr (PL), realizou visita aos municípios de Buriti Bravo e Colinas (MA), onde...

O diretor do Centro de Zoonoses de Timon, Marcos Moura, avaliou como positiva a ação itinerante promovida pelo departamento nos bairros Marimar e Pedro Ceará onde 800 animais receberam vacinação anti-rábica e também foram oferecidos outros serviços àquelas comunidades . Marcos Moura explicou que o Zoonoses Itinerante tem como meta levar serviços todos os seus serviços aos locais que mais têm dificuldade de acesso.

“É um projeto para aquelas pessoas que moram longe do Zoonoses, que não possuem um transporte para levar os animais. Resolvemos ir até essas pessoas e nos unimos ao programa Nosso Bairro. Ondes eles forem, nós vamos também. Estamos levando vacinação antirrábica, consulta veterinária, teste rápido de calazar, orientação sobre posse responsável de cães e gatos, doação de animais, dentre outros”, explica.

Marcos Moura conta que, na edição do último sábado, o Zoonoses Itinerante já havia superado a meta de animais vacinados. Até às 11h foram 600 cães e 200 gatos imunizados contra a raiva.

“Estamos felizes porque alcançamos nosso objetivo. É uma ação muito importante”, acrescenta.

Veja todos os serviços disponibilizados durante o Zoonoses Itinerante:

Vacinação antirrábica para cães e gatos;

Consulta com médico veterinário;

Testes para identificar a raiva;

Orientações sobre posse responsável de cães e gatos.

Teste rápido para calazar;

Desratização;

Ecologia e biologia dos insetos que inclui: Dengue, calazar, malária, cilariose, doenças de chagas, febre amarela silvestre;

Captura de morcegos e todos os tipos de animais peçonhentos.

Recolhimento de animal de relevância à saúde pública;

Doações de animais.