Por 11 a 3, Câmara derruba veto do prefeito à ajuda aos profissionais que atuam no combate ao coronavírus

spot_img
Compartilhe:

Na sessão plenária virtual desta segunda-feira, 29, a Câmara Municipal de Timon derrubou o veto do prefeito Luciano Leitoa ao Projeto de Lei Nº 021/2020, de autoria da vereadora professora Socorro Waquim, que autoriza a prefeitura de Timon a criar um abono salarial especial para diversas categorias profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, enquanto durar o decreto de calamidade pública no município.

Dos vereadores presentes à sessão 03 votaram pela manutenção no veto do prefeito e 11 votaram pela derrubada do veto, que prevê o beneficio de abono salarial aos profissionais da saúde, guardas municipais, profissionais da vigilância sanitária, da limpeza pública e agentes municipais de trânsito. A proposta é um projeto de lei autorizativo, por isso, mesmo com a derrubada do veto, a sua implementação depende agora da iniciativa do prefeito Luciano Leitoa.

Os parlamentares votaram ainda pela aprovação de um requerimento e uma indicação da vereadora professora Socorro Waquim e um requerimento do vereador Henrique Júnior. O parlamentar apresentou proposta, que foi aprovada pelos demais parlamentares, para que a prefeitura municipal de Timon, por meio da secretaria municipal de Educação, realize a impressão das atividades escolares da rede pública por conta própria e providencie a entrega aos estudantes.

Já a vereadora professora Socorro Waquim, em seu requerimento, quer que a prefeitura municipal de Timon, por meio da secretaria municipal de Saúde e da secretaria de Planejamento, realizem a concessão de “informações a respeito do que está sendo realizado no município de Timon, para o combate ao COVID-19 e o impacto econômico gerado pela pandemia”.

Além disso, a parlamentar também apresentou indicação ao poder executivo municipal na qual aponta a necessidade de que seja feito um “termo de parceria entre CDL, SEBRAE e prefeitura de Timon, para facilitar o acesso a linhas de crédito às micro e pequenas empresas, bem como empresários optantes do sistema nacional e assim possam ter saúde econômica e financeira para enfrentamento à pandemia”.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
Na sessão plenária virtual desta segunda-feira, 29, a Câmara Municipal de Timon derrubou o veto do prefeito Luciano Leitoa ao Projeto de Lei Nº 021/2020, de autoria da vereadora professora Socorro Waquim, que autoriza a prefeitura de Timon a criar um abono salarial especial para diversas categorias profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, enquanto durar o decreto de calamidade pública no município. Dos vereadores presentes à sessão 03 votaram pela manutenção no veto do prefeito e 11 votaram pela derrubada do veto, que prevê o beneficio de abono salarial aos profissionais da saúde, guardas municipais, profissionais da vigilância sanitária, da limpeza pública e agentes municipais de trânsito. A proposta é um projeto de lei autorizativo, por isso, mesmo com a derrubada do veto, a sua implementação depende agora da iniciativa do prefeito Luciano Leitoa. Os parlamentares votaram ainda pela aprovação de um requerimento e uma indicação da vereadora professora Socorro Waquim e um requerimento do vereador Henrique Júnior. O parlamentar apresentou proposta, que foi aprovada pelos demais parlamentares, para que a prefeitura municipal de Timon, por meio da secretaria municipal de Educação, realize a impressão das atividades escolares da rede pública por conta própria e providencie a entrega aos estudantes. Já a vereadora professora Socorro Waquim, em seu requerimento, quer que a prefeitura municipal de Timon, por meio da secretaria municipal de Saúde e da secretaria de Planejamento, realizem a concessão de “informações a respeito do que está sendo realizado no município de Timon, para o combate ao COVID-19 e o impacto econômico gerado pela pandemia”. Além disso, a parlamentar também apresentou indicação ao poder executivo municipal na qual aponta a necessidade de que seja feito um “termo de parceria entre CDL, SEBRAE e prefeitura de Timon, para facilitar o acesso a linhas de crédito às micro e pequenas empresas, bem como empresários optantes do sistema nacional e assim possam ter saúde econômica e financeira para enfrentamento à pandemia”.