Protesto na ponte nova paralisa o fluxo de veículos

spot_img
Compartilhe:

ponte-nova-em-timon-e-interditada-pelos-ex-funcionarios-da-empresa-timon-city-em-manifestacao-das-demissoes-em-massa  Começar o ano sabendo que não terá mais o emprego que garante o sustento de sua família é um duro golpe, assim foi o sentimento dos 153 ex funcionários da empresa Timon City que prestavam serviços em várias funções. É de conhecimento geral que a empresa deixou de operar seus serviços por conta de uma decisão judicial a pedido da empresa que trabalha há mais de 40 anos na região.

O protesto se deu por conta das demissões e aconteceu na tarde do último sábado (09/01), um manifesto organizado por estes funcionários, que ganhou força da população daquela região, eles paralisaram o fluxo de veículos que transitavam por aquela importante ponte entre Timon e Teresina, causando um engarrafamento de veículos e caminhões de carga.

Veja Também:

De acordo com manifestantes e de alguns mais afoitos, nos informaram que ao passar um ônibus da empresa “Dois Irmão”, houve a tentativa de atear fogo, controlado pelo corpo de bombeiros que estava presente no local. Além deste ocorrido, foi colocado uma estrutura de ferro da construção do pórtico da cidade, para bloquear a passagem dos veículos, além de pneus e outros materiais que foram ateados fogo controlados pelo corpo de bombeiro que estava no local.

O protesto foi iniciado no começo da tarde e foi terminar por volta das h16:00 em comum acordo entre os presentes e a Polícia Rodoviária Federal, guardas-municipais e de policiais militares da PM do Maranhão, os manifestantes já organizam uma nova mobilização.

 

Fonte: Veja Timon

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

De um milhão e 200 mil levados pelo funcionário do BB de Teresina, polícia só recuperou 41 mil

O funcionário alega estar passando por problemas psicológicos, mas cadê o dinheiro? Quanto ele subtraiu do banco? O bancário de 39 anos suspeito de furtar R$...

Confira quatro dicas para empreender em 2023

Por Elainy Castro Empreender é um sonho comum de muitos brasileiros. Esse é um caminho que pode trazer realização profissional e sucesso financeiro, além disso,...

No mesmo dia: Reeleitos, Lira e Pacheco rompem com Bolsonaro, mas deixam recado ao STF

Colunista do jornal "O Globo" avalia que o pior cenário para o Supremo seria a vitória de Rogério Marinho. Mas reeleição de Lira e...
ponte-nova-em-timon-e-interditada-pelos-ex-funcionarios-da-empresa-timon-city-em-manifestacao-das-demissoes-em-massa  Começar o ano sabendo que não terá mais o emprego que garante o sustento de sua família é um duro golpe, assim foi o sentimento dos 153 ex funcionários da empresa Timon City que prestavam serviços em várias funções. É de conhecimento geral que a empresa deixou de operar seus serviços por conta de uma decisão judicial a pedido da empresa que trabalha há mais de 40 anos na região. O protesto se deu por conta das demissões e aconteceu na tarde do último sábado (09/01), um manifesto organizado por estes funcionários, que ganhou força da população daquela região, eles paralisaram o fluxo de veículos que transitavam por aquela importante ponte entre Timon e Teresina, causando um engarrafamento de veículos e caminhões de carga. Veja Também: De acordo com manifestantes e de alguns mais afoitos, nos informaram que ao passar um ônibus da empresa "Dois Irmão", houve a tentativa de atear fogo, controlado pelo corpo de bombeiros que estava presente no local. Além deste ocorrido, foi colocado uma estrutura de ferro da construção do pórtico da cidade, para bloquear a passagem dos veículos, além de pneus e outros materiais que foram ateados fogo controlados pelo corpo de bombeiro que estava no local. O protesto foi iniciado no começo da tarde e foi terminar por volta das h16:00 em comum acordo entre os presentes e a Polícia Rodoviária Federal, guardas-municipais e de policiais militares da PM do Maranhão, os manifestantes já organizam uma nova mobilização.   Fonte: Veja Timon