Quatro dicas para manter a saúde emocional e a produtividade no trabalho

spot_img
Compartilhe:

Por Elainy Castro

Perguntea um colega de trabalho: para muitos deles, o bem-estar na empresa é tão importante quanto o salário. Porém, nas situações em que o clima na empresa não está lá essas coisas, você pode buscar estratégias para manter a saúde emocional sem prejudicar a produtividade.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a sua comunidade. A psicóloga do Grupo Hapvida NotreDame Intermédica, Janilia Cândido, dá quatro dicas para preservá-la no ambiente de trabalho.

Faça terapia

Segundo Janilia, conversar com um profissional sobre suas dores, problemas e a sua rotina é importante para se manter estável emocionalmente e, até mesmo, para lidar com as situações mais desafiadoras e estressantes do dia-a-dia corporativo. “Todo mundo carrega mazelas e dores que precisam ser cuidadas”, afirma.

Faça pausas sempre que for preciso

Não está conseguindo produzir? Faça pausas para respirar. Está tentando fazer um trabalho e viu que as coisas não estão dando certo? Pare, levante e vá tomar água. Respire, faça uma caminhada e depois volte. “Não adianta, em cima da pressão, tentar fazer com que as coisas aconteçam, porque assim elas não vão fluir”, aconselha.

Cuide dos seus relacionamentos dentro da empresa

Para a especialista, é preciso entender a importância do relacionamento interpessoal e da comunicação no ambiente de trabalho. É preciso ter cuidado com fofocas, ruídos de comunicação e inimizades, que podem desgastar a convivência e tornar tóxico o ambiente de trabalho. “Cuide das suas relações dentro do local de trabalho”, adverte.

Priorize a sua saúde mental

A quarta e última dica é saber que a sua saúde emocional é de suma importância e que arriscá-la não vale a pena. “Mesmo se você precisar abrir mão daqueles dias de trabalho, daquele serviço que é extraordinário, que o chefe tanto te pediu. Se você sabe que não vai conseguir dar conta ou que aquilo vai te fazer mal, o ideal é que você dê um passo para trás e priorize a sua saúde mental”, finaliza.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Deputados Estaduais tomam posse para 20ª legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão

Os deputados eleitos para a 20ª legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão foram empossados na manhã desta quarta-feira (1º), no Plenário Nagib Haickel. O...

Vai doer no bolso: desoneração dos combustíveis está com os dias contados

No começo deste ano, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prolongou a desoneração dos combustíveis por mais 60 dias para álcool...

Semdes encerra “janeiro branco” com palestra na rede de assistência social em Timon

O Projeto “Vamos Conversar” desenvolvido pelas facilitadoras do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Vila João Reis, que aborda temas relevantes para os...
Por Elainy Castro Perguntea um colega de trabalho: para muitos deles, o bem-estar na empresa é tão importante quanto o salário. Porém, nas situações em que o clima na empresa não está lá essas coisas, você pode buscar estratégias para manter a saúde emocional sem prejudicar a produtividade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é um estado de bem-estar no qual o indivíduo é capaz de usar suas próprias habilidades, recuperar-se do estresse rotineiro, ser produtivo e contribuir com a sua comunidade. A psicóloga do Grupo Hapvida NotreDame Intermédica, Janilia Cândido, dá quatro dicas para preservá-la no ambiente de trabalho. Faça terapia Segundo Janilia, conversar com um profissional sobre suas dores, problemas e a sua rotina é importante para se manter estável emocionalmente e, até mesmo, para lidar com as situações mais desafiadoras e estressantes do dia-a-dia corporativo. “Todo mundo carrega mazelas e dores que precisam ser cuidadas”, afirma. Faça pausas sempre que for preciso Não está conseguindo produzir? Faça pausas para respirar. Está tentando fazer um trabalho e viu que as coisas não estão dando certo? Pare, levante e vá tomar água. Respire, faça uma caminhada e depois volte. “Não adianta, em cima da pressão, tentar fazer com que as coisas aconteçam, porque assim elas não vão fluir”, aconselha. Cuide dos seus relacionamentos dentro da empresa Para a especialista, é preciso entender a importância do relacionamento interpessoal e da comunicação no ambiente de trabalho. É preciso ter cuidado com fofocas, ruídos de comunicação e inimizades, que podem desgastar a convivência e tornar tóxico o ambiente de trabalho. “Cuide das suas relações dentro do local de trabalho”, adverte. Priorize a sua saúde mental A quarta e última dica é saber que a sua saúde emocional é de suma importância e que arriscá-la não vale a pena. “Mesmo se você precisar abrir mão daqueles dias de trabalho, daquele serviço que é extraordinário, que o chefe tanto te pediu. Se você sabe que não vai conseguir dar conta ou que aquilo vai te fazer mal, o ideal é que você dê um passo para trás e priorize a sua saúde mental”, finaliza.