Veja andamento do caso “LYS RACQUEL” de Timon

spot_img
Compartilhe:

caso-lys-racquel-chocou-timon-ma

Não é mais de se espantar como alguns homicídios vem acontecendo em Timon, uma atrás do outro e de formas totalmente irreais, nossa sociedade anda passando por sérios problemas de falta de amor!. Em reportagem do blog do colega colunista “Lucão”, ele dá com detalhes as últimas informações sobre o caso da jovem lys, que foi brutalmente assassinada.

Bruno é apontado no inquérito como o autor do homicídio contra Lys Racquel

Vinte oito dias após o assassinato contra Lys Racquel, crime  que comoveu toda população timonense, notadamente o universo acadêmico e de pessoas de sua faixa etária, visto que ela era de fácil entrosamento e de boas relações, a Delegacia Regional de Homicídios concluiu e enviou para a justiça nesta segunda-feira, 23/05/16 o inquérito policial que sustentado em provas materiais e testemunhais, aponta Bruno Richael como autor do feminicídio que chocou Timon.

Veja Também:

Quebra-cabeças

Na construção do inquérito foi montado um minucioso quebra-cabeças, desde o momento em que o acusado se juntou ao grupo de amigas que Lys Racquel fazia parte e que comemoravam o aniversário de uma delas, até horas depois do crime, quando o acusado deixou o carro como garantia dentro de um motel para que posteriormente o pai dele, sem saber  ainda do ocorrido, pagasse uma conta que Bruno deixara em aberto  fizesse o resgate do veículo.

Dinâmica do Crime

Segundo relatos de uma testemunha ocular e em consonância com o laudo pericial, Lys Racquel foi retirada do banco traseiro do Cobalt e jogada no meio da rua, posteriormente foi agredida a pauladas na cabeça e teve o corpo esmagado propositalmente pelo seu algoz. O fato aconteceu por volta de 02:30h de 25 de abril de 2016, na rua 14, entre as ruas 108 e 109 da Vila Parnaíba.

Matou e foi ao motel

Ainda sustentado em detalhada investigação, o inquérito aponta que o autor  rumou para  Teresina, onde encontrou uma mulher de programa e a levou para um motel da zona sul da vizinha capital, tendo entrado no local aproximadamente 45 minutos depois de cometer o assassinato. As informações acerca da motel onde estavam e onde  a mulher de programa foi deixada foi dada pelo taxista que foi chamado após Bruno tentar deixar o cordão empenhado na conta, ideia que prontamente  rechaçada pela gerente, que disse que ou ele deixaria o carro como garantia ou chamaria a polícia, dai Bruno ligou para o pai socorrê-lo, ao mesmo tempo para um táxi para sair do local, fato que chocou os experientes policias, pois uma frieza dessa natureza é inerente apenas aos psicopatas.

Vida Pregressa

Bruno, que é apontado no inquérito como auto do assassinato contra Lys Racquel, já tem sentença condenatória transitada em julgada por crime de estupro e tentativa de homicídio acontecidos em 2009, onde após a violência sexual , o acusado além de desferir  várias facadas na região genial tentou degolar a mulher que ele levara a força para um matagal.

e o laudo pericial que embasou a condenação judicial transitado em julgado a 13 anos e 6 meses de prisão em regime fechado contra o mesmo.

 

Edição: Veja Timon

Via: Blog do Lucão

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...

Aeroporto de Teresina completa 55 anos

O Aeroporto de Teresina (THE) completa 55 anos nesta sexta-feira, dia 30 de setembro. Localizado na capital do Piauí, ele é a principal porta...

Três dicas para evitar o estresse na hora de encarar o trânsito

Por Elainy Castro Buzinas, xingamentos, motoristas imprudentes, muita gente nos horários de pico, pedestres que atravessam fora da faixa, acidentes… isso e muito mais você...
caso-lys-racquel-chocou-timon-ma Não é mais de se espantar como alguns homicídios vem acontecendo em Timon, uma atrás do outro e de formas totalmente irreais, nossa sociedade anda passando por sérios problemas de falta de amor!. Em reportagem do blog do colega colunista "Lucão", ele dá com detalhes as últimas informações sobre o caso da jovem lys, que foi brutalmente assassinada. Bruno é apontado no inquérito como o autor do homicídio contra Lys Racquel Vinte oito dias após o assassinato contra Lys Racquel, crime  que comoveu toda população timonense, notadamente o universo acadêmico e de pessoas de sua faixa etária, visto que ela era de fácil entrosamento e de boas relações, a Delegacia Regional de Homicídios concluiu e enviou para a justiça nesta segunda-feira, 23/05/16 o inquérito policial que sustentado em provas materiais e testemunhais, aponta Bruno Richael como autor do feminicídio que chocou Timon. Veja Também: Quebra-cabeças Na construção do inquérito foi montado um minucioso quebra-cabeças, desde o momento em que o acusado se juntou ao grupo de amigas que Lys Racquel fazia parte e que comemoravam o aniversário de uma delas, até horas depois do crime, quando o acusado deixou o carro como garantia dentro de um motel para que posteriormente o pai dele, sem saber  ainda do ocorrido, pagasse uma conta que Bruno deixara em aberto  fizesse o resgate do veículo. Dinâmica do Crime Segundo relatos de uma testemunha ocular e em consonância com o laudo pericial, Lys Racquel foi retirada do banco traseiro do Cobalt e jogada no meio da rua, posteriormente foi agredida a pauladas na cabeça e teve o corpo esmagado propositalmente pelo seu algoz. O fato aconteceu por volta de 02:30h de 25 de abril de 2016, na rua 14, entre as ruas 108 e 109 da Vila Parnaíba. Matou e foi ao motel Ainda sustentado em detalhada investigação, o inquérito aponta que o autor  rumou para  Teresina, onde encontrou uma mulher de programa e a levou para um motel da zona sul da vizinha capital, tendo entrado no local aproximadamente 45 minutos depois de cometer o assassinato. As informações acerca da motel onde estavam e onde  a mulher de programa foi deixada foi dada pelo taxista que foi chamado após Bruno tentar deixar o cordão empenhado na conta, ideia que prontamente  rechaçada pela gerente, que disse que ou ele deixaria o carro como garantia ou chamaria a polícia, dai Bruno ligou para o pai socorrê-lo, ao mesmo tempo para um táxi para sair do local, fato que chocou os experientes policias, pois uma frieza dessa natureza é inerente apenas aos psicopatas. Vida Pregressa Bruno, que é apontado no inquérito como auto do assassinato contra Lys Racquel, já tem sentença condenatória transitada em julgada por crime de estupro e tentativa de homicídio acontecidos em 2009, onde após a violência sexual , o acusado além de desferir  várias facadas na região genial tentou degolar a mulher que ele levara a força para um matagal. e o laudo pericial que embasou a condenação judicial transitado em julgado a 13 anos e 6 meses de prisão em regime fechado contra o mesmo.   Edição: Veja Timon Via: Blog do Lucão