spot_img
spot_img

Vereador Vavá quer anulação de votação em aprovações de contas de Socorro Waquim

spot_img
Compartilhe:

vereador-vava-do-frigosa-na-camara-municipal-de-timon-ma   O Vereador Vavá , do PDT, protocolou na Câmara Municipal um oficio solicitando ao Setor Jurídico daquela casa a anulação da Sessão Extraordinaria Nº 276 que aprovou o Parecer Nº 002/2015 e do Projeto de Decreto Legislativo Nº 016/2015 que trata da prestação de contas dos exercícios financeiros dos anos de 2006 e 2008 de responsabilidade da Senhora Maria do Socorro Almeida Waquim e da prestação de conta anual de governo da Prefeitura Municipal de Timon/MA.

O mesmo alega que não foi disponibilizado ao seu gabinete nenhuma documentação do projeto, impossibilitando-o do voto de maneira consciente e transparente e nem foi facultado a ele o pedido de vista, solicitado anterior à leitura do parecer, pedido de discussão do projeto e nem a suspensão da sessão por alguns minutos para analise do projeto.

Veja Também:

Outro fato que levou o Vereador a solicitar a anulação é que após a falta de energia no prédio da câmara municipal, aconteceu o esvaziamento do plenário por parte de alguns vereadores e não houve constatação do quórum necessário para a continuação da sessão, tendo o Sr. Presidente que declarar a aprovação do projeto através do auxilio de luzes de celulares e sem os devidos registros regimentais exigidos pela casa.

Durante a Sessão o Vereador Vavá se posicionou contrário à aprovação do Parecer e do Projeto devido ao tramite que ocorreu o processo, solicitou o pedido de vista, pedido de discussão da projeto e até a suspensão da sessão por alguns minutos para que o projeto pudesse ser discutido na sala vip do plenário,  todos negados pelo Presidente.

Na hora da votação votou contrário ao parecer e ao projeto por entender que não se sentia a vontade em votar na aprovação de conta do governo passado, por não ter tido acesso ao processo e que por diversas vezes utilizou a tribuna para denunciar as irregularidades apontadas inclusive pelo relatório do TCU onde deixa claro que não há funcionalidade a obra de 21 milhões de reais e que há indícios de fraude no processo licitatório da obra de saneamento sanitário do município que teve seu processo iniciado em 2008, ano justamente que estava sendo votado a aprovação de conta.

 

Edição: Veja Timon

Via: ASCOM

Compartilhe:
spot_img
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Equatorial Maranhão alerta sobre cuidados com cabos partidos, estejam pendurados ou ao solo

Acidentes com quebras de postes e chuvas intensas com rajadas de vento podem causar o rompimento de cabos de energia A Equatorial Maranhão tem como...

Muito além da estética, circunferência abdominal pode ser um sinal de alerta à saúde

Excesso de gordura abdominal traz riscos de doenças crônicas, que aumentam em casos de mulheres com cintura acima de 88cm, segundo a OMS Por Juliana...

Do grão à xícara: Cafeteria é novidade em loja do Renascença

Por Juliana Castelo Hora do cafezinho! A bebida mais popular no dia a dia do brasileiro tem até mês para comemorar. O calendário tem...