Discusão sobre revitalização do Centro Histórico

spot_img
Compartilhe:

  Em mais uma agenda de diálogo com a iniciativa privada, o governador Flávio Dino reuniu-se com o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e do Sindicato da Construção Civil no Maranhão (Sinduscon) para discutir pautas de desenvolvimento para o estado. Na oportunidade, o governador apresentou como prioridades para o Maranhão a continuidade de programas habitacionais, a revitalização do Centro Histórico de São Luís e a dinamização da cadeia da indústria da construção civil maranhense.

Flávio Dino reafirmou que, junto ao Governo Federal e acrescido de um esforço estadual para contribuir na promoção de qualidade de vida aos maranhenses, o programa será prioritário ao estado. É neste bojo que as empresas privadas responsáveis pela construção dos empreendimentos em benefício da população são convidadas a realizar obras de qualidade e também utilizar os produtos da indústria maranhense na condução das obras.

Segundo o diretor do Sinduscon, Osvaldino Martins Pinho, cerca de 72% dos insumos da construção no Maranhão vêm de fora do estado. O governador afirmou que o Maranhão se esforçará para promover a inclusão das indústrias maranhenses no ciclo de fornecedores da construção, com o intuito de aquecer a economia local, com foco nas pequenas e médias empresas.

A possibilidade de realização de parceria entre Governo do Estado, Prefeitura de São Luís e empresas da construção civil para revitalizar os casarões do Centro Histórico também foi amplamente debatida na reunião. O assunto foi discutido com os presidentes da Cbic, José Carlos Martins; do Sinduscon, Fábio Nahuz; e da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez; com os secretários Simplício Araújo e Clayton Noleto.

Às empresas caberá desenvolver o projeto de recuperação e requalificação dos espaços urbanos, conforme sugeriu o presidente da Cbic. O Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís concordaram em conhecer o projeto e dar a contrapartida necessária para que a região volte a ser utilizada pela população, com moradias, comércio e programação cultural.

 

Edição: Veja Timon

Fonte: Ascom

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Rafael inicia campanha com centenas de veículos adesivados em Timon

O deputado Rafael iniciou a campanha para deputado estadual, visando o retorno à Assembleia Legislativa, na manhã desta terça, 16, na sede do Partido...

Candidatos a cargos proporcionais com base em Timon intensificam agenda visual em primeiro dia de campanha

Veja como está agenda dos candidatos a deputado federal e estadual com base política na cidade de Timon no primeiro dia de campanha. Os nomes...

Em terceiro lugar e fora da disputa num segundo turno, Weverton Rocha vai rever estratégia

Pesquisas apontam que o senador disputa a segunda posição com Lahesio Bonfim. O senador Weverton Rocha, candidato a governador do Maranhão, pelo PDT, deverá, a...
  Em mais uma agenda de diálogo com a iniciativa privada, o governador Flávio Dino reuniu-se com o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e do Sindicato da Construção Civil no Maranhão (Sinduscon) para discutir pautas de desenvolvimento para o estado. Na oportunidade, o governador apresentou como prioridades para o Maranhão a continuidade de programas habitacionais, a revitalização do Centro Histórico de São Luís e a dinamização da cadeia da indústria da construção civil maranhense. Flávio Dino reafirmou que, junto ao Governo Federal e acrescido de um esforço estadual para contribuir na promoção de qualidade de vida aos maranhenses, o programa será prioritário ao estado. É neste bojo que as empresas privadas responsáveis pela construção dos empreendimentos em benefício da população são convidadas a realizar obras de qualidade e também utilizar os produtos da indústria maranhense na condução das obras. Segundo o diretor do Sinduscon, Osvaldino Martins Pinho, cerca de 72% dos insumos da construção no Maranhão vêm de fora do estado. O governador afirmou que o Maranhão se esforçará para promover a inclusão das indústrias maranhenses no ciclo de fornecedores da construção, com o intuito de aquecer a economia local, com foco nas pequenas e médias empresas. A possibilidade de realização de parceria entre Governo do Estado, Prefeitura de São Luís e empresas da construção civil para revitalizar os casarões do Centro Histórico também foi amplamente debatida na reunião. O assunto foi discutido com os presidentes da Cbic, José Carlos Martins; do Sinduscon, Fábio Nahuz; e da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez; com os secretários Simplício Araújo e Clayton Noleto. Às empresas caberá desenvolver o projeto de recuperação e requalificação dos espaços urbanos, conforme sugeriu o presidente da Cbic. O Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís concordaram em conhecer o projeto e dar a contrapartida necessária para que a região volte a ser utilizada pela população, com moradias, comércio e programação cultural.   Edição: Veja Timon Fonte: Ascom