“Quem manda somos nós”, diz Canindé

spot_img
Compartilhe:

  Os jogadores do Sampaio já falaram da importância do fator campo nesta quarta-feira diante do Sport, na estreia do Tricolor pela Copa do Nordeste. Projetando começar a competição com vitória, o técnico do time, Oliveira Canindé, engrossa o discurso.

Para o treinador, o Sampaio tem que se impor como mandante e tomar a iniciativa da partida contra os pernambucanos. Oliveira Canindé chega a dizer que o Tricolor tem “a obrigação de mostrar quem manda”.

– Se fosse no campo do Sport, por respeitar o nosso torcedor, teríamos que entrar e fazer a nossa parte independente do campo de jogo. Se é dentro do nosso, temos a obrigação de mostrar que quem manda somos nós. Por respeitar o nosso torcedor, precisamos nos impor. Tem que prevalecer a força da nossa torcida, a nossa confiança e o mando de campo.

Além do Sport, Canindé prega respeito a todos os componentes do Grupo B: Socorrense e Coruripe. Mas na concepção do treinador a partida com o Leão, apesar de ser uma estreia, já se trata de um confronto direto.

– Eu acho. Respeito todos os demais, mas é preciso que seja dessa maneira. Ou você pensa para crescer, para passar por cima dos seus adversários, ou estará fadado ao fracasso por se intimidar e se acovardar. Respeito o adversário, mas não tenho nenhum temor de bater de frente com ninguém – disse.

Oliveira Canindé também afirma que já fez o dever de casa, quanto as possíveis ações do adversário desta noite. Segundo o treinador, informações sobre o Sport não vão faltar.

– Dormi pensando nas ações que o Batista (técnico do Sport) poderia fazer. Eu procuro assistir tudo que tem do Sport. Acompanhei muitos jogos no Brasileirão. Acompanhei algumas informações desse último jogo. Tenho que buscar informações, com amigos em Recife-PE. Assim como tenho certeza absoluta que deve ter alguém do Sport nos acompanhando – finalizou.

Sampaio e Sport se enfrentam na noite desta quarta-feira no Estádio Castelão, em São Luís-MA. O confronto está marcado para às 22h20 (Brasília).

Edição: Veja Timon

Fonte: GE

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Após onda de manifestações, procurador-geral do Irã anuncia extinção da polícia da moralidade

Governo irá reavaliar a lei sobre a obrigatoriedade do uso do véu islâmico, e uma modificação deve ser anunciada em 15 dias. Quase três meses...

Alcolumbre e Lira devem bater martelo sobre Bolsa Família fora do teto por 2 anos

O novo prazo para que o programa social fique fora da atual regra fiscal deve ser a única mudança a ser feita no texto...

Secretaria da gestão Dinair quer consumir mais de R$15 mil em menos de um mês só com água mineral

Durante o ano todo, a SEMAG comprou somente 500 reais de água, agora faltando menos de 25 dias para acabar o mês, a secretaria...
  Os jogadores do Sampaio já falaram da importância do fator campo nesta quarta-feira diante do Sport, na estreia do Tricolor pela Copa do Nordeste. Projetando começar a competição com vitória, o técnico do time, Oliveira Canindé, engrossa o discurso.

Para o treinador, o Sampaio tem que se impor como mandante e tomar a iniciativa da partida contra os pernambucanos. Oliveira Canindé chega a dizer que o Tricolor tem “a obrigação de mostrar quem manda”. - Se fosse no campo do Sport, por respeitar o nosso torcedor, teríamos que entrar e fazer a nossa parte independente do campo de jogo. Se é dentro do nosso, temos a obrigação de mostrar que quem manda somos nós. Por respeitar o nosso torcedor, precisamos nos impor. Tem que prevalecer a força da nossa torcida, a nossa confiança e o mando de campo.

Além do Sport, Canindé prega respeito a todos os componentes do Grupo B: Socorrense e Coruripe. Mas na concepção do treinador a partida com o Leão, apesar de ser uma estreia, já se trata de um confronto direto.

- Eu acho. Respeito todos os demais, mas é preciso que seja dessa maneira. Ou você pensa para crescer, para passar por cima dos seus adversários, ou estará fadado ao fracasso por se intimidar e se acovardar. Respeito o adversário, mas não tenho nenhum temor de bater de frente com ninguém – disse.

Oliveira Canindé também afirma que já fez o dever de casa, quanto as possíveis ações do adversário desta noite. Segundo o treinador, informações sobre o Sport não vão faltar.

- Dormi pensando nas ações que o Batista (técnico do Sport) poderia fazer. Eu procuro assistir tudo que tem do Sport. Acompanhei muitos jogos no Brasileirão. Acompanhei algumas informações desse último jogo. Tenho que buscar informações, com amigos em Recife-PE. Assim como tenho certeza absoluta que deve ter alguém do Sport nos acompanhando – finalizou.

Sampaio e Sport se enfrentam na noite desta quarta-feira no Estádio Castelão, em São Luís-MA. O confronto está marcado para às 22h20 (Brasília).

Edição: Veja Timon

Fonte: GE