É possível quebra de decoro por Delcídio no PT

spot_img
Compartilhe:

logo-pt-partido-dos-trabalhadores  Quase uma semana depois da prisão do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), a bancada petista no Senado se reuniu para uma avaliação a situação dele. De acordo com o líder do partido, Humberto Costa (PE), “há uma tendência de reconhecer que houve indícios de quebra de decoro parlamentar por parte do senador Delcídio”.

Em relação a supostos conflitos entre a posição dos senadores e a manifestada pelo partido, Humberto Costa disse que a posição da bancada não conflita com a do partido. Ele informou que no debate de hoje sentiu como tendência da bancada que “se houver algum tipo de investigação aqui no Senado, há uma tendência de reconhecer que houve indícios de quebra de decoro. Obviamente, que isso tem que acontecer com plena defesa e sem nenhum prejulgamento, mas senti que há esse sentimento”.

Os petistas, segundo Costa, decidiram deixar para o ano que vem a substituição do senador Delcídio na presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, até porque estão previstas poucas reuniões neste ano. Ele informou que a presidência dos trabalhos da comissão, neste final de ano, deve ficar com o vice-presidente do colegiado, Raimundo Lira (PMDB-PB).

 

Edição: Veja Timon

Via: EBC

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Josimar do Maranhãozinho faz investida ao casal Assis e Janaína Ramos

A conversa proveitosa entre os três beneficia o suplente de deputado Henrique Junior em seu projeto de ser o próximo prefeito de Timon Um encontro...

Governo do Maranhão disponibiliza testagem da Covid-19 para moradores da Capital

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), disponibilizou o serviço de testagem para diagnóstico da Covid-19 à população...

Bronquite, laringite, sinusite? Pode ser adenovírus

Família de mais de 60 tipos de vírus costuma afetar crianças no final do ano; saiba como prevenir e tratar Por Elainy Castro Com a temporada...
logo-pt-partido-dos-trabalhadores  Quase uma semana depois da prisão do líder do governo no Senado, Delcídio do Amaral (PT-MS), a bancada petista no Senado se reuniu para uma avaliação a situação dele. De acordo com o líder do partido, Humberto Costa (PE), “há uma tendência de reconhecer que houve indícios de quebra de decoro parlamentar por parte do senador Delcídio”. Em relação a supostos conflitos entre a posição dos senadores e a manifestada pelo partido, Humberto Costa disse que a posição da bancada não conflita com a do partido. Ele informou que no debate de hoje sentiu como tendência da bancada que “se houver algum tipo de investigação aqui no Senado, há uma tendência de reconhecer que houve indícios de quebra de decoro. Obviamente, que isso tem que acontecer com plena defesa e sem nenhum prejulgamento, mas senti que há esse sentimento”. Os petistas, segundo Costa, decidiram deixar para o ano que vem a substituição do senador Delcídio na presidência da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, até porque estão previstas poucas reuniões neste ano. Ele informou que a presidência dos trabalhos da comissão, neste final de ano, deve ficar com o vice-presidente do colegiado, Raimundo Lira (PMDB-PB).   Edição: Veja Timon Via: EBC