Acadêmicos do Tatuapé vence carnaval de SP em homenagem ao MA

spot_img
Compartilhe:
Acadêmicos do Tatuapé vence carnaval de SP
Acadêmicos do Tatuapé

O Acadêmicos do Tatuapé foi a escola vencedora do Grupo Especial do Carnaval 2018 de São Paulo. Com enredo de homenagem ao estado do Maranhão, a agremiação da zona leste da capital paulista se torna bicampeã, com duas vitórias seguidas.

A decisão do título só foi confirmada na última nota, no quesito mestre-sala e porta-bandeira. A escola tirou nota 10 em todos os quesitos (a única nota 9,9 da Tatuapé foi eliminada pelos critérios da apuração).

Veja Também:

A Tatuapé foi a quinta escola a entrar na avenida na última sexta-feira (09/02), exaltou o Maranhão a partir de diversos aspectos. Em seu primeiro carro, falou do encontro da cultura francesa com a abundância da natureza local. Cheio de verde e de plantas, o carro deu o tom colossal do desfile da escola da zona leste.

O Estado nordestino foi abordado também pela força da cultura negra e pelo folclore popular, como o bumba-meu-boi e os cultos afro-brasileiros. A bateria foi outro destaque da Tatuapé, que inovou ao incorporar a batida do reggae à percussão, fazendo referência ao gosto maranhense pelo estilo musical jamaicano.

Governo do MA não ajudou Acadêmicos do Tatuapé

Com passagens pela Unidos de Vila Maria e Acadêmicos do Tucuruvi, entre outras, Wagner Santos, carnavalesco da bicampeã do Carnaval de São Paulo Acadêmicos do Tatuapé, está completando 21 anos na arte de desenvolver o enredo de escolas. Pela primeira vez, porém ele comemora um título.

“Estou duplamente feliz porque sou campeão pela primeira vez e maranhense! Conheço bem o enredo. É meu Estado! Muita gente não gosta de temas chamados CEP porque talvez não emocionem, mas aqui deu certo”, celebrou o carnavalesco durante a festa na quadra da escola.

Wagner ainda destacou que a escola não contou com o apoio do governo do Maranhão. “Entretanto tivemos a garra, dedicação e criatividade de todos os envolvidos. Estão todos de parabéns”, completou.

O presidente da Acadêmicos do Tatuapé, Eduardo dos Santos, também reclamou da falta de apoio oficial. “O governo nem quis nos receber. Nós tentamos desde agosto e nada. Tivemos apoio sim de alguns empresa e da prefeitura de São José do Ribamar”, contou.

 

Edição: Veja Timon

Via: Reprodução / Valor / UOL

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
Acadêmicos do Tatuapé vence carnaval de SP
Acadêmicos do Tatuapé
O Acadêmicos do Tatuapé foi a escola vencedora do Grupo Especial do Carnaval 2018 de São Paulo. Com enredo de homenagem ao estado do Maranhão, a agremiação da zona leste da capital paulista se torna bicampeã, com duas vitórias seguidas. A decisão do título só foi confirmada na última nota, no quesito mestre-sala e porta-bandeira. A escola tirou nota 10 em todos os quesitos (a única nota 9,9 da Tatuapé foi eliminada pelos critérios da apuração). Veja Também: A Tatuapé foi a quinta escola a entrar na avenida na última sexta-feira (09/02), exaltou o Maranhão a partir de diversos aspectos. Em seu primeiro carro, falou do encontro da cultura francesa com a abundância da natureza local. Cheio de verde e de plantas, o carro deu o tom colossal do desfile da escola da zona leste. O Estado nordestino foi abordado também pela força da cultura negra e pelo folclore popular, como o bumba-meu-boi e os cultos afro-brasileiros. A bateria foi outro destaque da Tatuapé, que inovou ao incorporar a batida do reggae à percussão, fazendo referência ao gosto maranhense pelo estilo musical jamaicano.

Governo do MA não ajudou Acadêmicos do Tatuapé

Com passagens pela Unidos de Vila Maria e Acadêmicos do Tucuruvi, entre outras, Wagner Santos, carnavalesco da bicampeã do Carnaval de São Paulo Acadêmicos do Tatuapé, está completando 21 anos na arte de desenvolver o enredo de escolas. Pela primeira vez, porém ele comemora um título. “Estou duplamente feliz porque sou campeão pela primeira vez e maranhense! Conheço bem o enredo. É meu Estado! Muita gente não gosta de temas chamados CEP porque talvez não emocionem, mas aqui deu certo”, celebrou o carnavalesco durante a festa na quadra da escola. Wagner ainda destacou que a escola não contou com o apoio do governo do Maranhão. “Entretanto tivemos a garra, dedicação e criatividade de todos os envolvidos. Estão todos de parabéns”, completou. O presidente da Acadêmicos do Tatuapé, Eduardo dos Santos, também reclamou da falta de apoio oficial. “O governo nem quis nos receber. Nós tentamos desde agosto e nada. Tivemos apoio sim de alguns empresa e da prefeitura de São José do Ribamar”, contou.   Edição: Veja Timon Via: Reprodução / Valor / UOL