Advogado Einstein Sepulveda vai processar jornalista Marcos Melo

spot_img
Compartilhe:

Segundo Einstein Sepúlveda,  Marcos Melo e seu suposto informante,  com sucessivas matérias, vem cometendo crimes de difamação, calúnia e denunciação caluniosa “Perseguição ao meu trabalho”, diz.

Jornalista Marco Melo, do site política dinâmica

O advogado Einstein Sepulveda, um dos profissionais mais requisitados e conceituados no meio jurídico, decidiu processar o jornalista Marcos Melo e seu suposto informante, após diversas publicações veiculadas no site “Política Dinâmica”. Ele comunicou a decisão ao blogdoribinha afirmando que o jornalista vem se utilizando do “expediente maldoso” com informações mentirosas e desencontradas e agindo com desonestidade com sua pessoa usando em suas publicações inverdades, distorções dos fatos e mentiras, afirmou o advogado.

Einstein Sepúlveda afirma que Melo estaria cometendo o crime de calúnia e difamação ao distorcer de forma recorrente informações da sua vida profissional.

“Não é de hoje que esse jornalista faz mal uso da liberdade de expressão. Considero uma perseguição ao meu trabalho. Tenho muitos anos de carreira, conquistei um nome no mercado com muita humildade e dedicação. Ele usa de inverdades, distorções, informações falsas com uma máscara de jornalismo investigativo. Ele quer destruir minha reputação com mentiras e será processado por suas calúnias e difamações”, declarou Einstein Sepúlveda.

A mais recente matéria publicada por Marcos Melo recebeu o seguinte título: “A fraude que vai anoitecer o dia”. Segundo o advogado, o jornalista faz uso de informações mentirosas e desencontradas e agindo com desonestidade aos seus leitores.

“Sou um grande admirador do jornalismo profissional, feito com ética, imparcialidade e que é tão importante para a saúde da nossa democracia. Mas, difamar, perseguir, agir de má-fé, tudo isso configura-se crime e irei buscar a Justiça toda vez que utilizarem meu nome de forma criminosa e nefasta”, pontuou Einstein Sepúlveda.

O ordenamento jurídico brasileiro tipifica a difamação como um crime contra a honra. Enquadra-se como uma imputação ofensiva que busca desacreditar, provocar desprezo e ofender a dignidade da vítima. A pena para este crime pode chegar até um ano de detenção mais multa.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Deputado Rafael anuncia funcionamento de restaurante popular com almoço e janta a 1 Real, em Timon

"Com as obras em ritmo acelerado, o Restaurante Popular de Timon será entregue à população, nos próximos dias. Fruto da nossa articulação com o...

Deputado Paulo Marinho Júnior destaca visita ao Reitor da UFMA, Natalino Salgado

Na última quarta-feira (29), o Deputado Federal Paulo Marinho Júnior (PL-MA), usou a tribuna para destacar a sua visita ao Reitor da Universidade Federal...

Águas de Timon inaugura Estação de Tratamento de Esgoto nesta terça (05)

Timon avança em saneamento e em breve deve se tornar uma das cidades mais saneadas do país. A Águas de Timon inaugura na próxima...
Segundo Einstein Sepúlveda,  Marcos Melo e seu suposto informante,  com sucessivas matérias, vem cometendo crimes de difamação, calúnia e denunciação caluniosa “Perseguição ao meu trabalho”, diz.
Jornalista Marco Melo, do site política dinâmica
O advogado Einstein Sepulveda, um dos profissionais mais requisitados e conceituados no meio jurídico, decidiu processar o jornalista Marcos Melo e seu suposto informante, após diversas publicações veiculadas no site “Política Dinâmica”. Ele comunicou a decisão ao blogdoribinha afirmando que o jornalista vem se utilizando do "expediente maldoso" com informações mentirosas e desencontradas e agindo com desonestidade com sua pessoa usando em suas publicações inverdades, distorções dos fatos e mentiras, afirmou o advogado. Einstein Sepúlveda afirma que Melo estaria cometendo o crime de calúnia e difamação ao distorcer de forma recorrente informações da sua vida profissional. “Não é de hoje que esse jornalista faz mal uso da liberdade de expressão. Considero uma perseguição ao meu trabalho. Tenho muitos anos de carreira, conquistei um nome no mercado com muita humildade e dedicação. Ele usa de inverdades, distorções, informações falsas com uma máscara de jornalismo investigativo. Ele quer destruir minha reputação com mentiras e será processado por suas calúnias e difamações”, declarou Einstein Sepúlveda. A mais recente matéria publicada por Marcos Melo recebeu o seguinte título: “A fraude que vai anoitecer o dia”. Segundo o advogado, o jornalista faz uso de informações mentirosas e desencontradas e agindo com desonestidade aos seus leitores. “Sou um grande admirador do jornalismo profissional, feito com ética, imparcialidade e que é tão importante para a saúde da nossa democracia. Mas, difamar, perseguir, agir de má-fé, tudo isso configura-se crime e irei buscar a Justiça toda vez que utilizarem meu nome de forma criminosa e nefasta”, pontuou Einstein Sepúlveda. O ordenamento jurídico brasileiro tipifica a difamação como um crime contra a honra. Enquadra-se como uma imputação ofensiva que busca desacreditar, provocar desprezo e ofender a dignidade da vítima. A pena para este crime pode chegar até um ano de detenção mais multa.