Águas de Timon orienta sobre a necessidade de identificar e reparar vazamentos em imóveis

spot_img
Compartilhe:

“Essa rápida identificação evita o desperdício de água e permite uma economia direta no valor final da fatura’’, destaca o gerente de Serviços da Águas de Timon”, Danilo Almeida.

Os vazamentos de água em imóveis habitacionais ou comerciais, quando ocorrem, podem gerar grandes transtornos. Além do desperdício de água, a situação pode gerar prejuízo financeiro. Como alguns vazamentos não são aparentes, mesmo os moradores ou inquilinos do estabelecimento mantendo os mesmos hábitos de consumo, a conta de água tende a ser mais cara com o passar do tempo. Para evitar esse tipo de problema, a Águas de Timon orienta sobre a necessidade de identificar e reparar todos os tipos de vazamentos.

Os mais comuns são em torneiras pingando, tubulações rachadas, boia da caixa d’água ou em válvulas de descarga. Existem também os chamados vazamentos ocultos ou não aparentes, quase imperceptíveis a um olhar menos técnico. Pistas frequentes da existência desse tipo vazamento são as manchas ou rachaduras que possam vir a surgir no chão, teto ou paredes, que podem ou não estar relacionadas a presença de mofo no local, com cheiro forte característico.

Diante da situação, a concessionária alerta sobre a importante de todas as instalações hidráulicas internas do imóvel serem periodicamente verificadas e que os proprietários ou inquilinos dos imóveis fiquem atentos aos sinais de possíveis vazamentos. Sempre que observar situações de vazamento, é recomendável contratar um profissional para o devido reparo hidráulico.

“É importante ficar atento à tubulação interna, acompanhar o consumo da fatura e observar detalhes na casa, como pisos, paredes e terreno que apresentem umidade, gotas de água aparentes, tinta descascada, dentre outros que indiquem necessidade de conserto. Essa rápida identificação evita o desperdício de água e permite uma economia direta no valor final da fatura’’, destaca o gerente de Serviços da Águas de Timon, Danilo Almeida.

Abaixo, seguem algumas dicas essenciais para identificar de forma rápida os vazamentos:

Confira seu hidrômetro

Esse é um dos testes mais comuns. Feche todas as torneiras, saídas de águas, não utilize vasos sanitários, máquinas de lavar ou outros eletrodomésticos. Após isso, confira a medição no hidrômetro. Caso o mesmo continue girando sem a utilização de água, pode existir vazamento no imóvel.

Torneiras

Fique atento a torneiras pingando constantemente. Caso haja, providencie imediatamente a troca da mesma ou o conserto do equipamento.

Identifique pontos de umidade na parede e no solo

Quando se encontra locais com umidade persistente, pode ser um indício de que há vazamento na tubulação. Busque também por sinais de tinta descascando ou pisos molhados e ao desprendimento de azulejos e pisos. Fique atento pois estes vazamentos podem gerar um aumento muito alto no consumo durante o mês. Neste caso, é interessante saber por onde o encanamento passa.

Mantenha atenção na caixa d’água

Em alguns casos, a origem do vazamento pode estar na caixa d’água. Nesse caso, feche o registro de saída do reservatório e a torneira da boia. Faça uma marcação no nível da água do reservatório. Aguarde uma hora ou duas e verifique o nível da água, que caso tenha baixado, no nível da marca, é pelo fato de haver vazamento. Por João Diego Barbosa Lopes/da assessoria de comunicação Águas de Timon.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Senhor dos Anéis: Moraes manda “CNN”, “Veja” e “GNews” quebrarem sigilo da fonte jornalística

O ministro quer quer o conteúdo das entrevistas com Marcos do Val sejam comparados ao depoimento dele à PF Os três veículos de imprensa...

Proposta de “oposição unida” em Timon terá que enfrentar o primeiro obstáculo: cargos

Nomeações para cargos em Timon deverá ser o primeiro desafio da proposta de união da oposição a começar pelos aliados do governador. Muito embora tenham...

Tudo o que os governistas de Timon não queriam, poderá acontecer em 2024. Oposição trabalha pela união

Oposição de Timon, realizou em São Luiz, ontem, a primeira reunião para tratar da união do grupo e vencer as eleições em 2024. Em reunião,...

"Essa rápida identificação evita o desperdício de água e permite uma economia direta no valor final da fatura’’, destaca o gerente de Serviços da Águas de Timon", Danilo Almeida.

Os vazamentos de água em imóveis habitacionais ou comerciais, quando ocorrem, podem gerar grandes transtornos. Além do desperdício de água, a situação pode gerar prejuízo financeiro. Como alguns vazamentos não são aparentes, mesmo os moradores ou inquilinos do estabelecimento mantendo os mesmos hábitos de consumo, a conta de água tende a ser mais cara com o passar do tempo. Para evitar esse tipo de problema, a Águas de Timon orienta sobre a necessidade de identificar e reparar todos os tipos de vazamentos.

Os mais comuns são em torneiras pingando, tubulações rachadas, boia da caixa d’água ou em válvulas de descarga. Existem também os chamados vazamentos ocultos ou não aparentes, quase imperceptíveis a um olhar menos técnico. Pistas frequentes da existência desse tipo vazamento são as manchas ou rachaduras que possam vir a surgir no chão, teto ou paredes, que podem ou não estar relacionadas a presença de mofo no local, com cheiro forte característico.

Diante da situação, a concessionária alerta sobre a importante de todas as instalações hidráulicas internas do imóvel serem periodicamente verificadas e que os proprietários ou inquilinos dos imóveis fiquem atentos aos sinais de possíveis vazamentos. Sempre que observar situações de vazamento, é recomendável contratar um profissional para o devido reparo hidráulico.

“É importante ficar atento à tubulação interna, acompanhar o consumo da fatura e observar detalhes na casa, como pisos, paredes e terreno que apresentem umidade, gotas de água aparentes, tinta descascada, dentre outros que indiquem necessidade de conserto. Essa rápida identificação evita o desperdício de água e permite uma economia direta no valor final da fatura’’, destaca o gerente de Serviços da Águas de Timon, Danilo Almeida.

Abaixo, seguem algumas dicas essenciais para identificar de forma rápida os vazamentos:

Confira seu hidrômetro

Esse é um dos testes mais comuns. Feche todas as torneiras, saídas de águas, não utilize vasos sanitários, máquinas de lavar ou outros eletrodomésticos. Após isso, confira a medição no hidrômetro. Caso o mesmo continue girando sem a utilização de água, pode existir vazamento no imóvel.

Torneiras

Fique atento a torneiras pingando constantemente. Caso haja, providencie imediatamente a troca da mesma ou o conserto do equipamento.

Identifique pontos de umidade na parede e no solo

Quando se encontra locais com umidade persistente, pode ser um indício de que há vazamento na tubulação. Busque também por sinais de tinta descascando ou pisos molhados e ao desprendimento de azulejos e pisos. Fique atento pois estes vazamentos podem gerar um aumento muito alto no consumo durante o mês. Neste caso, é interessante saber por onde o encanamento passa.

Mantenha atenção na caixa d’água

Em alguns casos, a origem do vazamento pode estar na caixa d’água. Nesse caso, feche o registro de saída do reservatório e a torneira da boia. Faça uma marcação no nível da água do reservatório. Aguarde uma hora ou duas e verifique o nível da água, que caso tenha baixado, no nível da marca, é pelo fato de haver vazamento. Por João Diego Barbosa Lopes/da assessoria de comunicação Águas de Timon.