Apoio de Weverton Rocha a Lula causa incômodo no PDT

spot_img
Compartilhe:

A de

postura do senador Weverton Rocha (PDT-MA), de declarar apoio a Lula (PT) mesmo com sua sigla tendo Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República, causou incômodo nas fileiras pedetistas.
Parlamentares que buscam a reeleição neste ano, argumentam que, em termos eleitorais, também seria mais “confortável” estar ao lado do ex-presidente petista, líder em todas as pesquisas de intenção de voto. Mas que, pela união do partido, se mantêm ao lado de Ciro.
No último sábado (15/1), Weverton publicou em suas redes sociais uma mensagem de apoio a Lula. “Estou com Lula  e sempre estive. Pois compactuamos do mesmo sonho de um Brasil e Maranhão mais justo, digno e próspero”, escreveu.
O apoio do senador ao petista seria “simbólico”, afirmaram parlamentares à coluna. Weverton é uma das principais lideranças formadas dentro do PDT. Foi presidente da juventude do partido, é membro da executiva nacional da sigla e comanda o PDT do Maranhão.
O PDT planeja lançar oficialmente Ciro Gomes como pré-candidato da sigla à Presidência da República na próxima sexta-feira (21/1). Nesta quarta-feira (19/1), Ciro divulgou o slogan que deve levar para a campanha: “A Rebeldia da Esperança”. Metrópoles.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Lula diz que Gleisi não será ministra e que só anuncia equipe após ser diplomado pelo TSE

Presidente eleito deu declarações onde atua equipe de transição; diplomação no TSE está marcada para 12 de dezembro. Lula disse que '80%' do ministério...

Promotor recomenda suspensão do show de João Gomes em Timon

Além do alto custo com contrato do cantor para os cofres do município, o promotor Sérgio Martins diz que a festa põe em risco...

Após 23 anos, médica Amariles Borba pede exoneração da FMS

A médica Amariles de Sousa Borba pediu exoneração da Fundação Municipal de Saúde (FMS), onde atuava há 23 anos e, atualmente, ocupava o cargo...
A de postura do senador Weverton Rocha (PDT-MA), de declarar apoio a Lula (PT) mesmo com sua sigla tendo Ciro Gomes como pré-candidato à Presidência da República, causou incômodo nas fileiras pedetistas. Parlamentares que buscam a reeleição neste ano, argumentam que, em termos eleitorais, também seria mais “confortável” estar ao lado do ex-presidente petista, líder em todas as pesquisas de intenção de voto. Mas que, pela união do partido, se mantêm ao lado de Ciro. No último sábado (15/1), Weverton publicou em suas redes sociais uma mensagem de apoio a Lula. “Estou com Lula  e sempre estive. Pois compactuamos do mesmo sonho de um Brasil e Maranhão mais justo, digno e próspero”, escreveu. O apoio do senador ao petista seria “simbólico”, afirmaram parlamentares à coluna. Weverton é uma das principais lideranças formadas dentro do PDT. Foi presidente da juventude do partido, é membro da executiva nacional da sigla e comanda o PDT do Maranhão. O PDT planeja lançar oficialmente Ciro Gomes como pré-candidato da sigla à Presidência da República na próxima sexta-feira (21/1). Nesta quarta-feira (19/1), Ciro divulgou o slogan que deve levar para a campanha: “A Rebeldia da Esperança”. Metrópoles.