Brandão amplia vantagem, Weverton e Lahesio empatados tecnicamente disputam segunda colocação

spot_img
Compartilhe:

Pesquisa Econométrica/O Imparcial: O atual governador manteve a liderança e ampliou a vantagem em seis pontos percentuais; Flávio Dino segue à frente na disputa pelo Senado.

Se a eleição para o Governo do Estado fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem o sr(a) votaria? (Pesquisa estimulada)

A segunda pesquisa de intenção de voto para as eleições no Maranhão, realizada pelo Instituto Econométrica/O Imparcial, mostra que o atual governador Carlos Brandão manteve a liderança e ampliou a vantagem na disputa pelo governo do estado. A pesquisa também apontou para um empate técnico entre os candidatos Lahesio Bonfim, prefeito de São Pedro dos Crentes (PTB), e o senador Weverton Rocha (PDT).

O levantamento foi realizado entre os dias 11 e 15 de agosto em São Luís e mais 58 cidades do Maranhão. Na disputa pelo Palácio dos Leões estão nove candidatos: Carlos Brandão (PSB), Edivaldo Holanda Jr. (PSD), Enilton Rodrigues (PSOL), Hertz Dias (PSTU), Joás Moraes (DC), Lahésio Bonfim (PSC), Simplício Araújo (Solidariedade), e Weverton Rocha (PDT).

O candidato Frankie Costa, do Partido Comunista Brasileiro (PCB), não esteve entre os candidatos pesquisados por ter confirmado a candidatura recentemente.

Resultados e comparativo

A segunda pesquisa Econométrica/O Imparcial estimulada para o Palácio dos Leões mostrou que o atual governador, Carlos Brandão (PSDB), manteve a liderança e ampliou a vantagem, saindo dos 34,8% das intenções de voto para 40,7%, quase seis pontos percentuais a mais que no primeiro levantamento, realizado entre 19 e 22 de julho.

Veja todos os dados da pesquisa clicando em Clique

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Governador ministra aula de matemática durante abertura do ano letivo de 2023

Rafael Fonteles realizou, nesta segunda, dia 6, solenidade em Altos para marcar início das aulas da rede estadual de Educação. Para marcar o início...

Confira sete alimentos que promovem saciedade   

Nutricionista explica que escolher alimentos corretos traz saciedade e colabora com o emagrecimento saudável   Muitas pessoas iniciam o ano com o objetivo de adotar...

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Pesquisa Econométrica/O Imparcial: O atual governador manteve a liderança e ampliou a vantagem em seis pontos percentuais; Flávio Dino segue à frente na disputa pelo Senado.

Se a eleição para o Governo do Estado fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem o sr(a) votaria? (Pesquisa estimulada)
A segunda pesquisa de intenção de voto para as eleições no Maranhão, realizada pelo Instituto Econométrica/O Imparcial, mostra que o atual governador Carlos Brandão manteve a liderança e ampliou a vantagem na disputa pelo governo do estado. A pesquisa também apontou para um empate técnico entre os candidatos Lahesio Bonfim, prefeito de São Pedro dos Crentes (PTB), e o senador Weverton Rocha (PDT). O levantamento foi realizado entre os dias 11 e 15 de agosto em São Luís e mais 58 cidades do Maranhão. Na disputa pelo Palácio dos Leões estão nove candidatos: Carlos Brandão (PSB), Edivaldo Holanda Jr. (PSD), Enilton Rodrigues (PSOL), Hertz Dias (PSTU), Joás Moraes (DC), Lahésio Bonfim (PSC), Simplício Araújo (Solidariedade), e Weverton Rocha (PDT). O candidato Frankie Costa, do Partido Comunista Brasileiro (PCB), não esteve entre os candidatos pesquisados por ter confirmado a candidatura recentemente.

Resultados e comparativo

A segunda pesquisa Econométrica/O Imparcial estimulada para o Palácio dos Leões mostrou que o atual governador, Carlos Brandão (PSDB), manteve a liderança e ampliou a vantagem, saindo dos 34,8% das intenções de voto para 40,7%, quase seis pontos percentuais a mais que no primeiro levantamento, realizado entre 19 e 22 de julho. Veja todos os dados da pesquisa clicando em Clique