Brandão amplia vantagem, Weverton e Lahesio empatados tecnicamente disputam segunda colocação

spot_img
Compartilhe:

Pesquisa Econométrica/O Imparcial: O atual governador manteve a liderança e ampliou a vantagem em seis pontos percentuais; Flávio Dino segue à frente na disputa pelo Senado.

Se a eleição para o Governo do Estado fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem o sr(a) votaria? (Pesquisa estimulada)

A segunda pesquisa de intenção de voto para as eleições no Maranhão, realizada pelo Instituto Econométrica/O Imparcial, mostra que o atual governador Carlos Brandão manteve a liderança e ampliou a vantagem na disputa pelo governo do estado. A pesquisa também apontou para um empate técnico entre os candidatos Lahesio Bonfim, prefeito de São Pedro dos Crentes (PTB), e o senador Weverton Rocha (PDT).

O levantamento foi realizado entre os dias 11 e 15 de agosto em São Luís e mais 58 cidades do Maranhão. Na disputa pelo Palácio dos Leões estão nove candidatos: Carlos Brandão (PSB), Edivaldo Holanda Jr. (PSD), Enilton Rodrigues (PSOL), Hertz Dias (PSTU), Joás Moraes (DC), Lahésio Bonfim (PSC), Simplício Araújo (Solidariedade), e Weverton Rocha (PDT).

O candidato Frankie Costa, do Partido Comunista Brasileiro (PCB), não esteve entre os candidatos pesquisados por ter confirmado a candidatura recentemente.

Resultados e comparativo

A segunda pesquisa Econométrica/O Imparcial estimulada para o Palácio dos Leões mostrou que o atual governador, Carlos Brandão (PSDB), manteve a liderança e ampliou a vantagem, saindo dos 34,8% das intenções de voto para 40,7%, quase seis pontos percentuais a mais que no primeiro levantamento, realizado entre 19 e 22 de julho.

Veja todos os dados da pesquisa clicando em Clique

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Não esqueça o Zé Gotinha!

Saiba quais os riscos de não vacinar seu filho contra a poliomielite. Por Elainy Castro. Com certeza você lembra dele: Zé Gotinha é um personagem que...

Calor: Cuidados com a pele durante o B-R-O-Bró  

 Esteticista dá dicas sobre hábitos a serem adotados para evitar danos causados pelo sol   Com temperaturas ultrapassando os 40 graus na Capital Piauiense, a atenção...

“Em vinda de Fufuca em Timon, ex-vereador Ramon jr faz discurso emocionante aos seus apoiadores”

Em tom de emoção, o ex-vereador Ramon Junior, falou de sua luta como parlamentar pautada em busca de benefícios para a cidade e com...

Pesquisa Econométrica/O Imparcial: O atual governador manteve a liderança e ampliou a vantagem em seis pontos percentuais; Flávio Dino segue à frente na disputa pelo Senado.

Se a eleição para o Governo do Estado fosse hoje e os candidatos fossem esses, em quem o sr(a) votaria? (Pesquisa estimulada)
A segunda pesquisa de intenção de voto para as eleições no Maranhão, realizada pelo Instituto Econométrica/O Imparcial, mostra que o atual governador Carlos Brandão manteve a liderança e ampliou a vantagem na disputa pelo governo do estado. A pesquisa também apontou para um empate técnico entre os candidatos Lahesio Bonfim, prefeito de São Pedro dos Crentes (PTB), e o senador Weverton Rocha (PDT). O levantamento foi realizado entre os dias 11 e 15 de agosto em São Luís e mais 58 cidades do Maranhão. Na disputa pelo Palácio dos Leões estão nove candidatos: Carlos Brandão (PSB), Edivaldo Holanda Jr. (PSD), Enilton Rodrigues (PSOL), Hertz Dias (PSTU), Joás Moraes (DC), Lahésio Bonfim (PSC), Simplício Araújo (Solidariedade), e Weverton Rocha (PDT). O candidato Frankie Costa, do Partido Comunista Brasileiro (PCB), não esteve entre os candidatos pesquisados por ter confirmado a candidatura recentemente.

Resultados e comparativo

A segunda pesquisa Econométrica/O Imparcial estimulada para o Palácio dos Leões mostrou que o atual governador, Carlos Brandão (PSDB), manteve a liderança e ampliou a vantagem, saindo dos 34,8% das intenções de voto para 40,7%, quase seis pontos percentuais a mais que no primeiro levantamento, realizado entre 19 e 22 de julho. Veja todos os dados da pesquisa clicando em Clique