A evidente substituição de Chico Leitoa e o “balão politico” profetizado pelo ex-vereador Anderson Pego

spot_img
Compartilhe:
O ex-lider do prefeito e atual secretário de meio Ambiente Zé Assunção faz o prenúncio do balão que o ex-vereador “Pego” cantava a pedra.

Poucos dos aliados fiéis de Chico Leitoa ainda resistem à troca ou substituição.

Se depender do entusiasmo dos aliados do ex-prefeito Luciano Leitoa, de Timon, ele seria anunciado imediatamente como o substituto de seu pai Chico Leitoa na disputa do grupo por uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão. Basta observar e conversar com alguns dos ex-secretários da gestão de Luciano ou vereadores ligados a ele em suas gestões para ver que “Chico já era”, notem!

O post do blogdoribinha com a profecia de “balão politico” do ex-prefeito em seu pai, foi o mais comentado nos grupos de whatsapp por aliados e adversários dos ex-prefeitos.

Mas essa pedra de troca no jogo politico e no cenário, chamado pelo ex-vereador Anderson Pego, que em novembro do ano passado, cantou a jogada de Luciano Leitoa afirmando que o  filho do ex-prefeito daria um “balão” em seu próprio pai, está mais evidente agora com as impossibilidades jurídicas de Chico Leitoa levar sua candidatura à frente. Além disso, tudo que foi feito na pré-campanha de Chico Leitoa não decolou, daí a estratégia do filho de lançar mão de bordões musicais para dar um balão sem ressentimentos, embora todos saibam o temperamento forte do ex-prefeito pai e da homenagem que o filho disse ter preparado para ele afirmando que seu desejo seria de ser eleito mais uma vez.

Tudo isso soa mal, mal mesmo, a partir da evidente profecia de Anderson Pego de que Chico Leitoa não seria candidato e que essa troca sepulta o ex-prefeito Pai definitivamente para a política, pois diante das dificuldades citadas, o ex-prefeito dificilmente terá forças para se refazer de mais esse tombo familiar na politica.

Com o cenário se aproximando de uma derrota iminente do senador Weverton Rocha, em quem o grupo apostos todas as fichas e de acordo com os números das últimas pesquisas, o afastamento do grupo do centro do poder, em 2024 seria, a princípio, uma nova catástrofe eleitoral apontada em 2020 com a minúscula de 375 votos de diferença até hoje não digerida pelo grupo.

Mas para isso, é bom cautela e esperar até outubro próximo, onde mais uma profecia poderá se caracterizar.

É isso!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Não esqueça o Zé Gotinha!

Saiba quais os riscos de não vacinar seu filho contra a poliomielite. Por Elainy Castro. Com certeza você lembra dele: Zé Gotinha é um personagem que...

Calor: Cuidados com a pele durante o B-R-O-Bró  

 Esteticista dá dicas sobre hábitos a serem adotados para evitar danos causados pelo sol   Com temperaturas ultrapassando os 40 graus na Capital Piauiense, a atenção...

“Em vinda de Fufuca em Timon, ex-vereador Ramon jr faz discurso emocionante aos seus apoiadores”

Em tom de emoção, o ex-vereador Ramon Junior, falou de sua luta como parlamentar pautada em busca de benefícios para a cidade e com...
O ex-lider do prefeito e atual secretário de meio Ambiente Zé Assunção faz o prenúncio do balão que o ex-vereador "Pego" cantava a pedra.

Poucos dos aliados fiéis de Chico Leitoa ainda resistem à troca ou substituição.

Se depender do entusiasmo dos aliados do ex-prefeito Luciano Leitoa, de Timon, ele seria anunciado imediatamente como o substituto de seu pai Chico Leitoa na disputa do grupo por uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão. Basta observar e conversar com alguns dos ex-secretários da gestão de Luciano ou vereadores ligados a ele em suas gestões para ver que "Chico já era", notem!
O post do blogdoribinha com a profecia de "balão politico" do ex-prefeito em seu pai, foi o mais comentado nos grupos de whatsapp por aliados e adversários dos ex-prefeitos.
Mas essa pedra de troca no jogo politico e no cenário, chamado pelo ex-vereador Anderson Pego, que em novembro do ano passado, cantou a jogada de Luciano Leitoa afirmando que o  filho do ex-prefeito daria um "balão" em seu próprio pai, está mais evidente agora com as impossibilidades jurídicas de Chico Leitoa levar sua candidatura à frente. Além disso, tudo que foi feito na pré-campanha de Chico Leitoa não decolou, daí a estratégia do filho de lançar mão de bordões musicais para dar um balão sem ressentimentos, embora todos saibam o temperamento forte do ex-prefeito pai e da homenagem que o filho disse ter preparado para ele afirmando que seu desejo seria de ser eleito mais uma vez. Tudo isso soa mal, mal mesmo, a partir da evidente profecia de Anderson Pego de que Chico Leitoa não seria candidato e que essa troca sepulta o ex-prefeito Pai definitivamente para a política, pois diante das dificuldades citadas, o ex-prefeito dificilmente terá forças para se refazer de mais esse tombo familiar na politica. Com o cenário se aproximando de uma derrota iminente do senador Weverton Rocha, em quem o grupo apostos todas as fichas e de acordo com os números das últimas pesquisas, o afastamento do grupo do centro do poder, em 2024 seria, a princípio, uma nova catástrofe eleitoral apontada em 2020 com a minúscula de 375 votos de diferença até hoje não digerida pelo grupo. Mas para isso, é bom cautela e esperar até outubro próximo, onde mais uma profecia poderá se caracterizar. É isso!