spot_img
spot_img

Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (23)

spot_img
Compartilhe:

Começa nesta segunda-feira (23) e vai até o dia 22 de maio, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, também conhecida como gripe. Nos primeiros dias serão vacinados os maiores de 60 anos e os trabalhadores da saúde. A vacinação em Teresina será realizada nas 91 Unidades Básicas de Saúde e no Centro Integrado Lineu Araújo.

O objetivo da vacina é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza. A campanha foi antecipada em função da pandemia do novo coronavírus (covid-19) que assola o Brasil, e que se caracteriza por complicações respiratórias semelhantes às da gripe.

“Essa vacina vai evitar o adoecimento de pessoas por gripe, ajudando no manejo no caso de termos uma epidemia de covid-19 em Teresina, já que menos pessoas com síndromes gripais vão aparecer”, explica Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS). Ele acrescenta ainda que pessoas gripadas não podem se vacinar e que serão distribuídas senhas para evitar aglomerações nos locais de vacinação.

A vacina protege contra os vírus que causam a influenza A H1N1, H3N2 e influenza B. Para evitar aglomerações a campanha será dividida em etapas. Até 15 de abril serão imunizados, exclusivamente, as pessoas maiores de 60 anos e os trabalhadores da área de saúde.

“Todas as UBS e a sala de vacina do Lineu Araujo já estão abastecidas para receber esse público”, informa a diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba. No caso dos profissionais de saúde, no ato da vacina, eles devem comprovar sua condição por meio da apresentação de um contracheque atualizado (dos últimos 3 meses) ou documento similar.

A diretora faz um apelo aos idosos para que não deixem de se imunizar, pois são uma camada da população mais suscetível ao vírus e com mais chances de agravamento da doença, que nestes casos pode levar a internações e até mesmo a morte. “A vacina é muito importante para se proteger contra essa onda de síndromes respiratórias que nós estamos enfrentando na estação chuvosa, já que o ambiente de muita umidade favorece o crescimento de vírus”, alerta Amariles Borba.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Sempre verdes: saiba como conservar as folhagens e prolongar a vida útil do seu hortifruti

Por Elainy Castro O hábito de consumir hortaliças, frutas, verduras e legumes é sempre recomendado para garantir uma alimentação equilibrada e manter a saúde. Uma...

MA registra queda na mortalidade por aids: apesar da melhora nos números, ainda é importante prevenir

Por Elainy Castro As mortes por aids caíram no Maranhão nos últimos dez anos. De acordo com o Ministério da Saúde, a cada 100 mil...

Ações de manutenção da Equatorial Maranhão levam melhorias para a zona rural de Caxias

Com o intuito de oferecer melhorias no fornecimento de energia elétrica, a Equatorial Maranhão está realizando diversos mutirões de manutenção para todo o estado....