Coronel anuncia candidatura a estadual e começa a diluir apoio de base eleita em 2020

spot_img
Compartilhe:

Uma semana depois de ser questionado por este jornalista sobre sua definição por qual cargo iria disputar em 2022 (reveja o texto): se deputado estadual ou federal, o candidato derrotado nas últimas eleições para prefeito de Timon Coronel Schnneyder abriu o jogo e manifesta posição politica em disputa para uma das cadeiras da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Com isso, o Coronel começa também a diluir o tamanho do grupo de aliados que estavam juntos com ele em campanha em 2020. Pelo menos dois dos vereadores eleitos em 2020 afirmaram ao blog que optaram pela candidatura já anunciada de Leandro Bello, que era apoiador de Schnneyder, mas que declararam apoio a ele na disputa.

Kaká do Frigosá e Professora Vanda, eleitos pelo Pros, em 2020 tem se manifestado pela candidatura de Leandro Bello a deputado estadual. Os demais vereadores, por exemplo, como Irmão Francisco e Helber Gumarães, do Republicanos. Irmão definiu apoio à base do governo Dinair Veloso e não deverá votar no Coronel. Quanto ao vereador Helber Guimarães, apesar de ter agradecido algumas manifestações de apoio ao Coronel, inclusive em decisão da justiça eleitoral que o manteve no cargo, sua decisão de apoio para deputado estadual em 2022 é uma incógnita.

NOSSA CANDIDATURA A DEPUTADO ESTADUAL JÁ ESTAMOS CONSTRUINDO DESDE 2020, DIZ LEANDRO BELLO

Em resposta ao blog sobre a manutenção de sua candidatura, independente de disputar votos com o Coronel em Timon, Leandro Bello, presidente do Pros disse que: “A nossa candidatura de Deputado estadual já estamos construindo desde 2020, onde plantei algumas sementes em algumas cidades e Timon nossa terra e nossa principal base, lutamos e construímos um grupo forte, percebe se pela votação do nosso partido o Pros90,que inclusive elegeu 2 vereadores”, disse o suplente de deputado federal Leandro Bello.

Perguntado sobre a possiblidade de Schnneyder ir para o seu partido e quem sabe, estabelecer ao partido mais uma vaga na Assembleia, Leandro Bello disse: “Eu não tô sabendo a estratégia dele. Hoje estou em mais de 30 cidades ,com vereador, prefeito ou segunda via. Estamos trabalhando pra ter mais de 30.000 votos no estado e garantir nosso mandato”.

SE ELE VOTAR EM MIM PARA FEDERAL, VOTO NELE PARA ESTUDUAL, DIZ EX-COMPANHEIRO DE CHAPA DE SCHNNEYDER

Quanto ao apoio de uma candidatura a formar chapa com Schneydder agora com o anúncio da disputa para o cargo de deputado estadual, o seu companheiro de chapa Henrique Junior disse ao blog que sua estratégia prioritário, em Timon, é formar dupla, a exemplo do que aconteceu na eleição de prefeito, com Shnneyder, mas isso não caracteriza uma dependência, pois se Schnneyder tivesse se manifestado por uma candidatura a deputado federal, ele se mantinha na disputa, por isso, a única condição de não votar em Schnneyder para deputado estadual e se ele não votar em mim para federal, disse Henrique Junior, que afirmou estar mantendo contato direto com o Coronel na formação dessa chapa, em Timon, rumo a 2022.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Lucas da Farmácia programa grande evento político em Timon para apresentar seus candidatos

O "suplente de peso politico" Lucas da Farmácia, que obteve mais votos que muitos dos atuais vereadores eleitos em 2020 e que tem uma...

Ministros do STF aprovam reajuste para seus salários, que podem chegar a R$ 46 mil em 2023

Atualmente, salário dos magistrados é R$ 39,2 mil; remuneração serve como teto para os vencimentos de todo o funcionalismo público Por unanimidade, ministros do Supremo...

Morador de Timon é um dos ganhadores da Promoção Energia em Dia

Clientes ainda podem se cadastrar e concorrer aos próximos sorteios A promoção Energia em Dia está premiando os clientes que estão em dia com suas...
Uma semana depois de ser questionado por este jornalista sobre sua definição por qual cargo iria disputar em 2022 (reveja o texto): se deputado estadual ou federal, o candidato derrotado nas últimas eleições para prefeito de Timon Coronel Schnneyder abriu o jogo e manifesta posição politica em disputa para uma das cadeiras da Assembleia Legislativa do Maranhão. Com isso, o Coronel começa também a diluir o tamanho do grupo de aliados que estavam juntos com ele em campanha em 2020. Pelo menos dois dos vereadores eleitos em 2020 afirmaram ao blog que optaram pela candidatura já anunciada de Leandro Bello, que era apoiador de Schnneyder, mas que declararam apoio a ele na disputa. Kaká do Frigosá e Professora Vanda, eleitos pelo Pros, em 2020 tem se manifestado pela candidatura de Leandro Bello a deputado estadual. Os demais vereadores, por exemplo, como Irmão Francisco e Helber Gumarães, do Republicanos. Irmão definiu apoio à base do governo Dinair Veloso e não deverá votar no Coronel. Quanto ao vereador Helber Guimarães, apesar de ter agradecido algumas manifestações de apoio ao Coronel, inclusive em decisão da justiça eleitoral que o manteve no cargo, sua decisão de apoio para deputado estadual em 2022 é uma incógnita. NOSSA CANDIDATURA A DEPUTADO ESTADUAL JÁ ESTAMOS CONSTRUINDO DESDE 2020, DIZ LEANDRO BELLO Em resposta ao blog sobre a manutenção de sua candidatura, independente de disputar votos com o Coronel em Timon, Leandro Bello, presidente do Pros disse que: "A nossa candidatura de Deputado estadual já estamos construindo desde 2020, onde plantei algumas sementes em algumas cidades e Timon nossa terra e nossa principal base, lutamos e construímos um grupo forte, percebe se pela votação do nosso partido o Pros90,que inclusive elegeu 2 vereadores", disse o suplente de deputado federal Leandro Bello. Perguntado sobre a possiblidade de Schnneyder ir para o seu partido e quem sabe, estabelecer ao partido mais uma vaga na Assembleia, Leandro Bello disse: "Eu não tô sabendo a estratégia dele. Hoje estou em mais de 30 cidades ,com vereador, prefeito ou segunda via. Estamos trabalhando pra ter mais de 30.000 votos no estado e garantir nosso mandato". SE ELE VOTAR EM MIM PARA FEDERAL, VOTO NELE PARA ESTUDUAL, DIZ EX-COMPANHEIRO DE CHAPA DE SCHNNEYDER Quanto ao apoio de uma candidatura a formar chapa com Schneydder agora com o anúncio da disputa para o cargo de deputado estadual, o seu companheiro de chapa Henrique Junior disse ao blog que sua estratégia prioritário, em Timon, é formar dupla, a exemplo do que aconteceu na eleição de prefeito, com Shnneyder, mas isso não caracteriza uma dependência, pois se Schnneyder tivesse se manifestado por uma candidatura a deputado federal, ele se mantinha na disputa, por isso, a única condição de não votar em Schnneyder para deputado estadual e se ele não votar em mim para federal, disse Henrique Junior, que afirmou estar mantendo contato direto com o Coronel na formação dessa chapa, em Timon, rumo a 2022.