Deputado federal Rubens Junior descarta disputa à reeleição em 2022

spot_img
Compartilhe:

Atualização: o deputado assumiu hoje, 11, a secretaria de Articulação Politica do governo estadual.

Não se trata de boato, especulação, mas sim de decisão tomada pelo grupo familiar e politico do deputado federal Rubens Junior (PCdoB), de que ele não pretende mais disputar a reeleição de deputado federal, mas sim aguardar decisões em torno do cenário politico de 2022 para ser indicado como primeiro suplente de senador do atual governador Flávio Dino ou uma indicação de candidato a vice-governador na chapa encabeçado pelo atual vice-governador e governador no exercício do mandado Carlos Brandão. Assegura uma fonte do blog.

Enquanto os adversários do deputado Rubens Junior, que continua ocupando a Secretaria das Cidades, dizem que os últimos acontecimentos negativos de disputa da família e do deputado apressaram essa decisão de não disputar mais a vaga de deputado federal, enumerando a derrota em Matões, nas eleições municipais e a pífia participação dele na eleição da capital São Luis, os mais inteligentes vêm isso como uma decisão que eleva o potencial eleitoral do jovem deputado.

Ser candidato a vaga de primeiro suplente de senador do governador Flavio Dino, que tem amplas chances de ser eleito, cria uma expectativa de que um dia ele venha a assumir o mandato com a possibilidade de Flávio Dino, após ser eleito voltar um disputar o um novo mandato de governador, após quatro anos no senado. Ser candidato a vice-governador de Carlos Brandão também se configura na oportunidade de um dia o deputado federal venha a ser governador do Estado, tendo pela frente várias opções para exercer o cargo, caso realmente seja escolhido.

É nessa oportunidade de um dia assumir o cargo de governador, que também outros políticos da região estão almejando uma vaga de vice-govenador numa chapa que ainda é embrionária e tendo o senador Weverton Rocha como o nome na cabeça da chapa.

Quer dizer, uma queda invertida!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Aeroporto de Teresina completa 55 anos

O Aeroporto de Teresina (THE) completa 55 anos nesta sexta-feira, dia 30 de setembro. Localizado na capital do Piauí, ele é a principal porta...

Três dicas para evitar o estresse na hora de encarar o trânsito

Por Elainy Castro Buzinas, xingamentos, motoristas imprudentes, muita gente nos horários de pico, pedestres que atravessam fora da faixa, acidentes… isso e muito mais você...

Em prestigiada reunião, Cláudia Coutinho diz que será deputada para ajudar Timon e o Maranhão

Em prestigiadíssima reunião política, ontem no Mabelu Buffett, em Timon patrocinada pelo vereador Helber Guimarães e seu grupo de apoiadores e aliados na cidade,...
Atualização: o deputado assumiu hoje, 11, a secretaria de Articulação Politica do governo estadual. Não se trata de boato, especulação, mas sim de decisão tomada pelo grupo familiar e politico do deputado federal Rubens Junior (PCdoB), de que ele não pretende mais disputar a reeleição de deputado federal, mas sim aguardar decisões em torno do cenário politico de 2022 para ser indicado como primeiro suplente de senador do atual governador Flávio Dino ou uma indicação de candidato a vice-governador na chapa encabeçado pelo atual vice-governador e governador no exercício do mandado Carlos Brandão. Assegura uma fonte do blog. Enquanto os adversários do deputado Rubens Junior, que continua ocupando a Secretaria das Cidades, dizem que os últimos acontecimentos negativos de disputa da família e do deputado apressaram essa decisão de não disputar mais a vaga de deputado federal, enumerando a derrota em Matões, nas eleições municipais e a pífia participação dele na eleição da capital São Luis, os mais inteligentes vêm isso como uma decisão que eleva o potencial eleitoral do jovem deputado. Ser candidato a vaga de primeiro suplente de senador do governador Flavio Dino, que tem amplas chances de ser eleito, cria uma expectativa de que um dia ele venha a assumir o mandato com a possibilidade de Flávio Dino, após ser eleito voltar um disputar o um novo mandato de governador, após quatro anos no senado. Ser candidato a vice-governador de Carlos Brandão também se configura na oportunidade de um dia o deputado federal venha a ser governador do Estado, tendo pela frente várias opções para exercer o cargo, caso realmente seja escolhido. É nessa oportunidade de um dia assumir o cargo de governador, que também outros políticos da região estão almejando uma vaga de vice-govenador numa chapa que ainda é embrionária e tendo o senador Weverton Rocha como o nome na cabeça da chapa. Quer dizer, uma queda invertida!