Diretoria do Banco Mundial vem à Teresina conhecer novos projetos do Programa Lagoas do Norte

spot_img
Compartilhe:

Uma comissão formada por diretores e gerentes de alto escalão do Banco Mundial estão em Teresina para conhecer os novos projetos do Programa Lagoas do Norte. O programa é financiado pela instituição bancária e, nesta segunda etapa, estão sendo aplicados U$ 88 milhões em vários projetos que buscam a melhoria de vida da população que vive nos 13 bairros atendidos pelo programa.

Premiado nacionalmente e reconhecido internacionalmente, o Programa Lagoas do Norte tem sido apresentado pela instituição financiadora em eventos mundo afora. Ano passado, uma comissão de representantes de países como Etiópia, Gana e Indonésia estiveram em Teresina conhecendo o programa. Além disso, o prefeito Firmino Filho já foi a eventos em Washington (EUA) e Estocolmo (Suécia), por exemplo, levando a experiência do Lagoas do Norte. Na última sexta-feira (13), o diretor de Coordenação do PLN, Leonardo Madeira, apresentou o artigo “Requalificação urbana e ambiental como política pública para mitigação de riscos sócio ambientais” durante o III Congresso Brasileiro de Redução de Riscos e Desastres, em Belém (PA).

Participam desta missão Anna Wellenstein, diretora regional para desenvolvimento sustentável, Rita Cestti, gerente para o setor de águas para a América Latina, Maria Gonzales de Asis, gerente do setor de desenvolvimento social para a América Latina, Alexandra Bezeredi, especialista líder em desenvolvimento social, além de Juliana Garrido, gerente do projeto e especialista sênior em saneamento, Alberto Costa, especialista sênior em desenvolvimento social, Juliana Paiva, especialista em desenvolvimento social, Sofia de Abreu Ferreira, advogada sênior, e Soraya Melgaço, consultora especialista em desenvolvimento social.

Na manhã desta quarta-feira (18), Anna Wellenstein e Rita Cestti foram recebidas pelo prefeito Firmino Filho no Palácio da Cidade. “É uma alegria receber a diretoria do banco aqui na nossa cidade, especialmente nesse momento em que o programa acabou de entregar uma obra de grande importância para os moradores do bairro Mocambinho, o Parque Ambiental Matias Matos, e inicia outras obras de relevância na região”, destacou o prefeito.

O Banco Mundial realiza acompanhamento rotineiro dos projetos e ações do Lagoas do Norte através da gerência do programa junto à instituição financeira e dos especialistas nas áreas de engenharia e social. Nesta missão, as diretoras e gerentes conheceram os projetos concluídos recentemente, como o Parque Ambiental Matias Matos, outros que já estão sendo executados, como a construção do residencial Parque Brasil, e os que ainda estão em fase de instalação, como é o caso da requalificação urbana e ambiental total das lagoas do São Joaquim e Oleiros e parcial das lagoas do Mazerine e Piçarreira.

“Estamos recebendo essa missão do Banco Mundial em um momento em que vamos iniciar obras e ações no programa de grande relevância para a população que vive no entorno dessas lagoas. Ao mesmo tempo, vamos mostrar o impacto que o programa tem na melhoria de vida da população que já foi atendida”, afirma Márcia Muniz.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
Uma comissão formada por diretores e gerentes de alto escalão do Banco Mundial estão em Teresina para conhecer os novos projetos do Programa Lagoas do Norte. O programa é financiado pela instituição bancária e, nesta segunda etapa, estão sendo aplicados U$ 88 milhões em vários projetos que buscam a melhoria de vida da população que vive nos 13 bairros atendidos pelo programa. Premiado nacionalmente e reconhecido internacionalmente, o Programa Lagoas do Norte tem sido apresentado pela instituição financiadora em eventos mundo afora. Ano passado, uma comissão de representantes de países como Etiópia, Gana e Indonésia estiveram em Teresina conhecendo o programa. Além disso, o prefeito Firmino Filho já foi a eventos em Washington (EUA) e Estocolmo (Suécia), por exemplo, levando a experiência do Lagoas do Norte. Na última sexta-feira (13), o diretor de Coordenação do PLN, Leonardo Madeira, apresentou o artigo “Requalificação urbana e ambiental como política pública para mitigação de riscos sócio ambientais” durante o III Congresso Brasileiro de Redução de Riscos e Desastres, em Belém (PA). Participam desta missão Anna Wellenstein, diretora regional para desenvolvimento sustentável, Rita Cestti, gerente para o setor de águas para a América Latina, Maria Gonzales de Asis, gerente do setor de desenvolvimento social para a América Latina, Alexandra Bezeredi, especialista líder em desenvolvimento social, além de Juliana Garrido, gerente do projeto e especialista sênior em saneamento, Alberto Costa, especialista sênior em desenvolvimento social, Juliana Paiva, especialista em desenvolvimento social, Sofia de Abreu Ferreira, advogada sênior, e Soraya Melgaço, consultora especialista em desenvolvimento social. Na manhã desta quarta-feira (18), Anna Wellenstein e Rita Cestti foram recebidas pelo prefeito Firmino Filho no Palácio da Cidade. “É uma alegria receber a diretoria do banco aqui na nossa cidade, especialmente nesse momento em que o programa acabou de entregar uma obra de grande importância para os moradores do bairro Mocambinho, o Parque Ambiental Matias Matos, e inicia outras obras de relevância na região”, destacou o prefeito. O Banco Mundial realiza acompanhamento rotineiro dos projetos e ações do Lagoas do Norte através da gerência do programa junto à instituição financeira e dos especialistas nas áreas de engenharia e social. Nesta missão, as diretoras e gerentes conheceram os projetos concluídos recentemente, como o Parque Ambiental Matias Matos, outros que já estão sendo executados, como a construção do residencial Parque Brasil, e os que ainda estão em fase de instalação, como é o caso da requalificação urbana e ambiental total das lagoas do São Joaquim e Oleiros e parcial das lagoas do Mazerine e Piçarreira. “Estamos recebendo essa missão do Banco Mundial em um momento em que vamos iniciar obras e ações no programa de grande relevância para a população que vive no entorno dessas lagoas. Ao mesmo tempo, vamos mostrar o impacto que o programa tem na melhoria de vida da população que já foi atendida”, afirma Márcia Muniz.