Esgotamento sanitário promove mais saúde e valoriza imóveis

spot_img
Compartilhe:

Em um ano, Timon terá um salto de 33% de cobertura no esgotamento sanitário, dentro das ações do projeto Timon Saneada II

Uma das atividades relacionadas ao saneamento básico é a coleta e tratamento de esgoto. Este serviço é fundamental para uma maior qualidade de vida das pessoas e interfere diretamente na saúde, educação, renda e bem-estar, reduzindo indicadores negativos para o município e preservando o meio ambiente.

Estudo do Instituto Trata Brasil aponta uma alta de até 14% no preço de um imóvel construído em uma área que possui rede de tratamento de esgoto em comparação com um similar onde o serviço não é oferecido. Ainda de acordo com o Trata Brasil, para cada 1 real investido em saneamento básico, economizam-se 4 reais em custos com saúde, o que demonstra a importância do esgoto coletado e tratado na melhoria da saúde pública.

*Timon no caminho do desenvolvimento*
A Águas de Timon deu início às obras de esgotamento sanitário no município. Com o programa Timon Saneada II, haverá a ampliação de 3% para 33% na cobertura de esgoto até o ano de 2022. Nessa primeira etapa, o programa ainda prevê a construção de uma Elevatória de Esgoto e de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Também serão realizadas 7.575 ligações novas de esgoto, além da implantação de 33.000 metros de rede coletora e de 1.100 metros de linha de recalque. A meta é que, até o ano de 2026, toda a zona urbana do município de Timon tenha tratamento de esgoto, com um investimento total de R$ 168 milhões.

*Contribuição da comunidade*
Durante o processo de coleta e tratamento de esgoto, a contribuição da população é fundamental, pois a Águas de Timon disponibiliza a rede de coleta de esgoto na rua e o usuário deve fazer as instalações internas. Logo depois, as fossas sépticas devem ser desativadas e aterradas, pois elas oferecem risco à saúde e ao meio ambiente, como a contaminação do solo.

“Quando refletimos sobre os riscos que uma população sem esgoto tratado está exposta, entendemos a real necessidade de investimento nessa área do saneamento. É notório uma maior frequência escolar de crianças que moram em áreas que possuem rede de esgoto. A valorização imobiliária em locais que contam com coleta e tratamento de esgoto também é maior”, avalia o coordenador de Operações da Águas de Timon, Tadeu Bezerra.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Equatorial Maranhão informa sobre funcionamento durante feriado do Dia do Evangélico em Timon

Por conta do feriado do Dia do Evangélico, em Timon, comemorado nessa terça-feira, 16 de agosto, a Agência presencial de Atendimento e o Posto...

Lucas da Farmácia mostra força politica e lota espaço de eventos em Timon

Ao lado de Henrique Junior, candidato a deputado federal e Vinicius Louro, candidato a deputado  estadual, Lucas da Farmácia mostrou força politica em evento. Não...

Paulo Marinho Jr visita projeto social em Buriti Bravo

Na tarde deste último sábado (13), o Deputado Federal Paulo Marinho Jr (PL), realizou visita aos municípios de Buriti Bravo e Colinas (MA), onde...
Em um ano, Timon terá um salto de 33% de cobertura no esgotamento sanitário, dentro das ações do projeto Timon Saneada II Uma das atividades relacionadas ao saneamento básico é a coleta e tratamento de esgoto. Este serviço é fundamental para uma maior qualidade de vida das pessoas e interfere diretamente na saúde, educação, renda e bem-estar, reduzindo indicadores negativos para o município e preservando o meio ambiente. Estudo do Instituto Trata Brasil aponta uma alta de até 14% no preço de um imóvel construído em uma área que possui rede de tratamento de esgoto em comparação com um similar onde o serviço não é oferecido. Ainda de acordo com o Trata Brasil, para cada 1 real investido em saneamento básico, economizam-se 4 reais em custos com saúde, o que demonstra a importância do esgoto coletado e tratado na melhoria da saúde pública. *Timon no caminho do desenvolvimento* A Águas de Timon deu início às obras de esgotamento sanitário no município. Com o programa Timon Saneada II, haverá a ampliação de 3% para 33% na cobertura de esgoto até o ano de 2022. Nessa primeira etapa, o programa ainda prevê a construção de uma Elevatória de Esgoto e de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Também serão realizadas 7.575 ligações novas de esgoto, além da implantação de 33.000 metros de rede coletora e de 1.100 metros de linha de recalque. A meta é que, até o ano de 2026, toda a zona urbana do município de Timon tenha tratamento de esgoto, com um investimento total de R$ 168 milhões. *Contribuição da comunidade* Durante o processo de coleta e tratamento de esgoto, a contribuição da população é fundamental, pois a Águas de Timon disponibiliza a rede de coleta de esgoto na rua e o usuário deve fazer as instalações internas. Logo depois, as fossas sépticas devem ser desativadas e aterradas, pois elas oferecem risco à saúde e ao meio ambiente, como a contaminação do solo. “Quando refletimos sobre os riscos que uma população sem esgoto tratado está exposta, entendemos a real necessidade de investimento nessa área do saneamento. É notório uma maior frequência escolar de crianças que moram em áreas que possuem rede de esgoto. A valorização imobiliária em locais que contam com coleta e tratamento de esgoto também é maior”, avalia o coordenador de Operações da Águas de Timon, Tadeu Bezerra.