spot_img
spot_img

Gentileza: conheça as razões para exercitar esse hábito no dia a dia

spot_img
Compartilhe:

Por Elainy Castro

Dar um bom dia ao porteiro com um sorriso no rosto, segurar a porta do elevador para o vizinho, oferecer um café quentinho para um colega de trabalho. Esses são apenas alguns dos gestos simples que podem ser realizados no seu dia a dia. Para lembrar como essas pequenas atitudes transformam o ambiente e a vida das pessoas, no dia 13 de novembro, é celebrado o Dia Mundial da Gentileza.

E adivinhe: o benefício não é só para quem recebe os atos, mas também para quem os pratica. Uma pesquisa feita por profissionais da Universidade de Toronto, no Canadá, apontou que ser gentil e praticar atos de altruísmo ajudam a manter a saúde mental em dia, além de diminuir os impactos nocivos dos transtornos psicológicos.

A psicóloga da Hapvida NotreDame Intermédica, Elaine Souza, (foto) reitera as repercussões da prática. “Os estudos atuais comprovam que os atos de gentileza trazem mais qualidade de vida ao indivíduo, inclusive aumentando a sensação de bem-estar; contribuem para que essa pessoa tenha uma visão mais positiva sobre a vida; além de elevar a capacidade de ter empatia e compaixão”, afirma.

Outro estudo, realizado em 2015 pela Universidade da Colúmbia Britânica, também no Canadá, chamou pessoas que estavam em tratamento contra a ansiedade para praticar atos de gentileza diariamente. Como resultado do experimento, os praticantes tiveram aumento, principalmente, na produção de hormônios que causam a sensação de prazer, felicidade e satisfação no corpo, após um mês.

Elaine Souza explica que manter a prática de forma rotineira também ajuda a reduzir a ansiedade, o estresse e os níveis de depressão. “Os atos de gentileza, mesmo os mais básicos, como dizer um ‘bom dia’, cumprimentar, agradecer diante de um favor que você recebe, ceder o lugar para outra pessoa no ônibus, ter a sensibilidade de perceber quando um colega está precisando de algo, oferecer um café, além das atitudes de voluntariado, ajudam a diminuir os níveis de estresse no nosso organismo”, ressalta.

Ainda segundo a psicóloga, o trabalho voluntário evita, ainda, a morte precoce. “Estudos mostram uma redução no número de casos de morte precoce em pessoas que praticam o voluntariado com frequência e como essa atitude impacta positivamente na mente e no corpo físico. Ser gentil e praticar atos de bondade traz mais bem-estar e qualidade de vida para nós mesmos”, finaliza.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Quebrar o silêncio e a abrir o diálogo são as melhores armas para combater o abuso e exploração sexual infantil

A cada 24 horas, 320 crianças e adolescentes são explorados sexualmente no Brasil. Clarinha, uma menina de 10 anos, costumava brincar com sua prima Laura...

Yduqs realiza III Fórum ESG no dia 22

O evento será transmitido pelo canal do grupo educacional no YouTube Por Jherry Dell'Marh No dia 22 de maio, a Yduqs promoverá sua principal agenda do...

Empresário Alexandre CD anuncia pré-candidatura a vereador de Timon

"Empresário Alexandre CD Anuncia pré Candidatura a Vereador com Foco em Microempreendedorismo, Esporte, Assistêcia Social e Educação." O empresário Alexandre dos Santos Alves, mais conhecido...