Guarda Municipal expande projeto e garante segurança em escolas, creches e UBSs

spot_img
Compartilhe:

A Guarda Civil Municipal de Teresina (GCM) expandiu ação para aumentar a segurança dos prédios públicos da administração municipal de toda a região Leste. A ação zonal conta com equipes inspecionando escolas, Unidades Básicas de Saúde, mercados públicos, unidades socioassistenciais, creches e outros imóveis da Prefeitura de Teresina.

O projeto, que já está presente nas regiões Sul e Sudeste, deve ganhar um reforço com a chegada de novos guardas municipais. A partir do mês de março começam a ser nomeados 285 alunos que estão nas fases finais do Curso de Formação da GCM.

“Com a entrada dos novos agentes, vamos chegar a um efetivo de mais de 400 profissionais. Isso vai possibilitar que a ação zonal tenha uma atuação ainda mais intensa, garantindo a segurança das pessoas que procuram uma UBS ou uma creche, dos pais que deixam seus filhos nas escolas. O objetivo é fazer com que os gestores dessas unidades da Prefeitura tenham um canal direto com a Guarda Municipal”, afirmou Samuel Silveira, secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

A atuação da Guarda Municipal no ação zonal consiste em visitas periódicas quando os agentes conversam com os usuários e gestores, fazem uma inspeção do local para identificar pontos de vulnerabilidade e deixam os contatos das equipes para caso de qualquer necessidade. As guarnições passam 30 minutos na unidade, pelo menos uma vez na semana. As demandas encontradas durante o deslocamento também são atendidas.

Com pouco mais de sete meses, a ação zonal já colheu bons resultados, como a melhoria na segurança das escolas das zonas Sul e Sudeste da capital. “Antes, nos sentíamos um pouco abandonadas. Muitas vezes solicitamos a presença da polícia por meio do 190 e às vezes demorava, ou não éramos atendidos. Com essas visitas semanais a Guarda Municipal passa um tempo dentro da instituição e verifica como estão as coisas”, comenta Iêda Duarte, diretora da Escola Municipal Torquato Neto.

Ao longo de três anos de atuação na cidade de Teresina, a Guarda Civil Municipal (GCM) vem sendo uma das importantes ferramentas no combate à criminalidade e prevenção da violência nos espaços públicos na capital do Piauí. A sede da Guarda fica no bairro Itaperu, na zona Norte da cidade, com uma ampla estrutura, além de 13 viaturas e 08 motocicletas que ajudam no patrulhamento ostensivo diariamente.

“Para que o trabalho seja executado da melhor forma possível temos uma estrutura física adequada, que atende as necessidades dos guardas. Mantemos um trabalho contínuo de preservação e avaliação da estrutura, que deve passar por adequações com o aumento do efetivo nos próximos meses”, ressalta Lucijane Ibiapina, do Comando da Guarda Civil Municipal.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
A Guarda Civil Municipal de Teresina (GCM) expandiu ação para aumentar a segurança dos prédios públicos da administração municipal de toda a região Leste. A ação zonal conta com equipes inspecionando escolas, Unidades Básicas de Saúde, mercados públicos, unidades socioassistenciais, creches e outros imóveis da Prefeitura de Teresina. O projeto, que já está presente nas regiões Sul e Sudeste, deve ganhar um reforço com a chegada de novos guardas municipais. A partir do mês de março começam a ser nomeados 285 alunos que estão nas fases finais do Curso de Formação da GCM. “Com a entrada dos novos agentes, vamos chegar a um efetivo de mais de 400 profissionais. Isso vai possibilitar que a ação zonal tenha uma atuação ainda mais intensa, garantindo a segurança das pessoas que procuram uma UBS ou uma creche, dos pais que deixam seus filhos nas escolas. O objetivo é fazer com que os gestores dessas unidades da Prefeitura tenham um canal direto com a Guarda Municipal”, afirmou Samuel Silveira, secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). A atuação da Guarda Municipal no ação zonal consiste em visitas periódicas quando os agentes conversam com os usuários e gestores, fazem uma inspeção do local para identificar pontos de vulnerabilidade e deixam os contatos das equipes para caso de qualquer necessidade. As guarnições passam 30 minutos na unidade, pelo menos uma vez na semana. As demandas encontradas durante o deslocamento também são atendidas. Com pouco mais de sete meses, a ação zonal já colheu bons resultados, como a melhoria na segurança das escolas das zonas Sul e Sudeste da capital. “Antes, nos sentíamos um pouco abandonadas. Muitas vezes solicitamos a presença da polícia por meio do 190 e às vezes demorava, ou não éramos atendidos. Com essas visitas semanais a Guarda Municipal passa um tempo dentro da instituição e verifica como estão as coisas”, comenta Iêda Duarte, diretora da Escola Municipal Torquato Neto. Ao longo de três anos de atuação na cidade de Teresina, a Guarda Civil Municipal (GCM) vem sendo uma das importantes ferramentas no combate à criminalidade e prevenção da violência nos espaços públicos na capital do Piauí. A sede da Guarda fica no bairro Itaperu, na zona Norte da cidade, com uma ampla estrutura, além de 13 viaturas e 08 motocicletas que ajudam no patrulhamento ostensivo diariamente. “Para que o trabalho seja executado da melhor forma possível temos uma estrutura física adequada, que atende as necessidades dos guardas. Mantemos um trabalho contínuo de preservação e avaliação da estrutura, que deve passar por adequações com o aumento do efetivo nos próximos meses”, ressalta Lucijane Ibiapina, do Comando da Guarda Civil Municipal.