spot_img
spot_img

II Simpósio da Diversidade discute sexualidade, inclusão e saberes ancestrais

spot_img
Compartilhe:

Evento é totalmente gratuito e aberto à sociedade em geral; programação acontece no dia 10 de maio, das 9h às 18h

Por Virgiame Passos

Construir uma sociedade respaldada na importância da diversidade é um desafio que precisa ser estimulado cotidianamente como um convite constante a mudanças sociais efetivas, seja no ambiente profissional, familiar e/ou educacional. Nesse sentido, o intuito é construir diálogos e espaços que respeitem grupos, etnias, culturas, religiões, sexualidades, entre outros aspectos inerentes à sociabilidade saudável e justa. Ciente desse compromisso, o II Simpósio da Diversidade, organizado pelo Centro Unifacid Wyden, se materializa como um espaço de escuta e transversalidade de temáticas sociais urgentes.

O evento é totalmente gratuito, aberto à sociedade em geral, e será realizado nesta sexta-feira, dia 10 de maio, das 9h às 18h, com uma programação tensionando discussões sobre sexualidades, inclusão da pessoa idosa, e ancestralidade e seus protagonismos. Além disso, encerrará com apresentação cultural versando com todo o propósito do evento: o respeito e a compreensão do outro e suas formas de expressões. Para Graça Silveira, Pró-Reitora da Instituição, o Simpósio é um evento importante e cresce a cada ano. “Como ambiente de educação, é primordial que façamos o fomento de atividades que falem de inclusão e transformação social. Isso para que, juntos, possamos construir uma sociedade mais justa”, endossa.

A Pró-Reitora ainda observa que o estado do Piauí possui índices muito alarmantes de crimes e abusos comumente relacionados ao feminicídio, homofobia e racismo estrutural. Por isso, “nosso papel como educadores também perpassa pela formação do indivíduo dentro da sociedade. E não existe lugar melhor para se falar e aprender sobre todos esses temas do que dentro da Universidade”, salienta Graça.

O professor Jandson Vieira presidirá a mesa de discussão “Raças, Povos Originários e seus Protagonismos”. Ele compartilha que é preciso viver em uma sociedade que compreenda a necessidade da diversidade. Na mesa-redonda, explica que a intenção é discutir as dificuldades que ainda são enfrentadas, as conquistas e, também, discutir a vivência na atual sociedade. “Somos indivíduos com peculiaridades na forma de ver a vida. Entretanto, a sociedade ainda se limita a alguns conceitos que, para nossa atualidade, já não são mais plausíveis. E o fato desse tipo de pensamento e comportamentos preconceituosos acontecer leva a desconfortos constantes”, reforça.

Programação Simpósio no dia 10 de maio:

• Palestra de abertura, às 9h: Inclusão da Pessoa Idosa na Sociedade.
• Mesa-redonda, às 10h30: Marias, Letícias, Luizas e Anas… de quais mulheres estamos falando?
• Mesa-redonda, às 14h: Diversidade sexual: para além de cores, muita luta!
• Mesa-redonda, às 16h: Raças, Povos Originários e seus Protagonismos
• Encerramento, às 18h: Apresentação cultural

Para mais informações, basta entrar em contato pelo perfil @unifacidwyden

SERVIÇO
O quê: II Simpósio da Diversidade
Quando: Dia 10 de maio de 2024, das 9h às 18h
Local: Unifacid Wyden

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Empresário Alexandre CD anuncia pré-candidatura a vereador de Timon

"Empresário Alexandre CD Anuncia pré Candidatura a Vereador com Foco em Microempreendedorismo, Esporte, Assistêcia Social e Educação." O empresário Alexandre dos Santos Alves, mais conhecido...

Dia Mundial da Reciclagem: Projeto da Equatorial Maranhão garante descontos na conta de energia elétrica

O Dia Mundial da Reciclagem é comemorado nesta sexta-feira (17), data instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a...

Muito além da sala de aula: atendimentos sociais são aliados da formação profissional de jovens em São Luís

Serviços gratuitos abrem as portas de instituições de ensino para a comunidade em geral e oferecem espaços de prática supervisionada para alunos Por Jherry Dell'Marh A...