Mais uma ação pede a impugnação de Chico Leitoa como candidato a deputado estadual

spot_img
Compartilhe:

Depois de ação do Ministério Público Eleitoral, agora é o vereador Kaká do Frugosá que move ação para barrar candidatura de Chico Leitoa.

Mais uma ação que tramita na justiça eleitoral pede a impugnação do registro de candidatura do ex-prefeito Chico Leitoa, que através do PDT, quer disputar a eleição de deputado estadual pelo Maranhão, este ano.

Em ação do Ministério Público Eleitoral, o procurador Hilton Melo pede que Chico Leitoa seja impugnado da pretensão de disputa de cargo eletivo alegando que o ex-prefeito de Timon está inelegível por conta de condenações em processos por improbidade administrativa, inclusive citando que as condenações foram de forma dolosa e não somente por falta de documentos nesses processos como quer passar para a sociedade a assessoria de comunicação do ex-prefeito.

Nessa nova ação, que pede a impugnação do ex-prefeito ou do registro de sua candidatura, num farto processo com mais de 110 páginas advogados do vereador Kaká do Frugosá, de Timon, expõe certidões, processos em o ex-prefeito aparece como réu e que foi condenado por crime de improbidade administrativa e além disso, alegam que o ex-prefeito não se desincompatibilizou em tempo e prazo da lei eleitoral do cargo de assessor do senado federal com lotação no gabinete do senador Weverton Rocha, candidato do PDT ao governo do estado e que por isso estaria inelegível.

Diante das inúmeras informações presentes nos pedidos apresentados à justiça eleitoral que evidenciam a impugnação do candidato, dificilmente o ex-prefeito Chico Leitoa terá seu registro deferido, tanto isso é a certeza, que ninguém mais acredita que sua assessoria jurídica possa reverter a situação na justiça eleitoral e por isso, existe dentro do grupo a viabilidade de um plano B sem Chico candidato e trazendo de fora um nome para ser apoiado pelo grupo Leitoa em Timon.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Não esqueça o Zé Gotinha!

Saiba quais os riscos de não vacinar seu filho contra a poliomielite. Por Elainy Castro. Com certeza você lembra dele: Zé Gotinha é um personagem que...

Calor: Cuidados com a pele durante o B-R-O-Bró  

 Esteticista dá dicas sobre hábitos a serem adotados para evitar danos causados pelo sol   Com temperaturas ultrapassando os 40 graus na Capital Piauiense, a atenção...

“Em vinda de Fufuca em Timon, ex-vereador Ramon jr faz discurso emocionante aos seus apoiadores”

Em tom de emoção, o ex-vereador Ramon Junior, falou de sua luta como parlamentar pautada em busca de benefícios para a cidade e com...

Depois de ação do Ministério Público Eleitoral, agora é o vereador Kaká do Frugosá que move ação para barrar candidatura de Chico Leitoa.

Mais uma ação que tramita na justiça eleitoral pede a impugnação do registro de candidatura do ex-prefeito Chico Leitoa, que através do PDT, quer disputar a eleição de deputado estadual pelo Maranhão, este ano. Em ação do Ministério Público Eleitoral, o procurador Hilton Melo pede que Chico Leitoa seja impugnado da pretensão de disputa de cargo eletivo alegando que o ex-prefeito de Timon está inelegível por conta de condenações em processos por improbidade administrativa, inclusive citando que as condenações foram de forma dolosa e não somente por falta de documentos nesses processos como quer passar para a sociedade a assessoria de comunicação do ex-prefeito. Nessa nova ação, que pede a impugnação do ex-prefeito ou do registro de sua candidatura, num farto processo com mais de 110 páginas advogados do vereador Kaká do Frugosá, de Timon, expõe certidões, processos em o ex-prefeito aparece como réu e que foi condenado por crime de improbidade administrativa e além disso, alegam que o ex-prefeito não se desincompatibilizou em tempo e prazo da lei eleitoral do cargo de assessor do senado federal com lotação no gabinete do senador Weverton Rocha, candidato do PDT ao governo do estado e que por isso estaria inelegível. Diante das inúmeras informações presentes nos pedidos apresentados à justiça eleitoral que evidenciam a impugnação do candidato, dificilmente o ex-prefeito Chico Leitoa terá seu registro deferido, tanto isso é a certeza, que ninguém mais acredita que sua assessoria jurídica possa reverter a situação na justiça eleitoral e por isso, existe dentro do grupo a viabilidade de um plano B sem Chico candidato e trazendo de fora um nome para ser apoiado pelo grupo Leitoa em Timon.