Mesmo com milhões de reais na conta, prefeita de Timon não pagou rateio do Fundeb hoje

spot_img
Compartilhe:

Pela lei municipal, aprovada em dezembro do ano passado, o dinheiro do rateio, deveria ser depositado hoje.

Apesar dos 10 milhões depositados na conta da Prefeitura de Timon hoje, 10, e dos 14 milhões a mais na última parcela em dezembro de 2021, a Prefeita de Timon Dinair Veloso não pagou o rateio do Fundeb a que tem direito os profissionais da Educação de Timon. De acordo com lei municipal aprovada no ano passado pelos vereadores determinando com dia 10, hoje portanto, como prazo máximo para o dinheiro estar nas contas, a prefeitura descumpriu a lei.

A Prefeita, que é professora justificou mais esse atraso afirmando por conta de trâmites bancários, o dinheiro não foi depositado dentro do prazo legal, mas que amanhã estará nas contas de todos.

O sindicato da categoria que deveria estar cobrando pelo depósito, em nota divulgada no blog do Sinterpum contemporizou o atraso no pagamento: “Segundo informações repassadas pelo secretário de educação, o Rateio será creditado nas contas no decorrer do dia, devido aos últimos ajustes feitos em decorrência da lei federal que alterou a lei do FUNDEB, que acresce os demais profissionais em educação nos 70%”, mas não foi isso que ocorreu hoje.

Com relação à tabela com o reajuste salarial com o aumento de 33% para os professores de 20 e 40 horas, o Sinterpum diz que será divulgado até a próxima semana, assim como a dos profissionais do setor administrativo que são regulados pelo índice do salário mínimo.

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Governador ministra aula de matemática durante abertura do ano letivo de 2023

Rafael Fonteles realizou, nesta segunda, dia 6, solenidade em Altos para marcar início das aulas da rede estadual de Educação. Para marcar o início...

Confira sete alimentos que promovem saciedade   

Nutricionista explica que escolher alimentos corretos traz saciedade e colabora com o emagrecimento saudável   Muitas pessoas iniciam o ano com o objetivo de adotar...

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Pela lei municipal, aprovada em dezembro do ano passado, o dinheiro do rateio, deveria ser depositado hoje.

Apesar dos 10 milhões depositados na conta da Prefeitura de Timon hoje, 10, e dos 14 milhões a mais na última parcela em dezembro de 2021, a Prefeita de Timon Dinair Veloso não pagou o rateio do Fundeb a que tem direito os profissionais da Educação de Timon. De acordo com lei municipal aprovada no ano passado pelos vereadores determinando com dia 10, hoje portanto, como prazo máximo para o dinheiro estar nas contas, a prefeitura descumpriu a lei. A Prefeita, que é professora justificou mais esse atraso afirmando por conta de trâmites bancários, o dinheiro não foi depositado dentro do prazo legal, mas que amanhã estará nas contas de todos. O sindicato da categoria que deveria estar cobrando pelo depósito, em nota divulgada no blog do Sinterpum contemporizou o atraso no pagamento: "Segundo informações repassadas pelo secretário de educação, o Rateio será creditado nas contas no decorrer do dia, devido aos últimos ajustes feitos em decorrência da lei federal que alterou a lei do FUNDEB, que acresce os demais profissionais em educação nos 70%", mas não foi isso que ocorreu hoje. Com relação à tabela com o reajuste salarial com o aumento de 33% para os professores de 20 e 40 horas, o Sinterpum diz que será divulgado até a próxima semana, assim como a dos profissionais do setor administrativo que são regulados pelo índice do salário mínimo.