spot_img
spot_img

Plano Operacional para as festas de fim de ano: conheça as estratégias da Equatorial Maranhão para o fornecimento de energia durante as festividades

spot_img
Compartilhe:

O fim do ano chegou e com ele muitas celebrações. Mas, para que tudo ocorra bem durante as festas de Natal e Réveillon, a energia elétrica precisa estar presente.

Todos os anos a Equatorial Maranhão se prepara para garantir o máximo de continuidade no fornecimento de energia e também para agir rapidamente caso haja algum incidente que envolva a rede elétrica. Essas estratégias operacionais estão reunidas no Plano Operacional de Fim de Ano da Distribuidora.

Estrutura do Plano Operacional

A Equatorial trabalha 24 horas todos os dias, e quando há grandes eventos, a Distribuidora atua com prevenção e agilidade. O Plano Operacional entra em vigor no dia 23 de dezembro e se estende até 03 de janeiro, período de plantão especial em que 1.392 profissionais, entre Engenheiros, Líderes, Técnicos, Analistas, Controladores, Eletricistas e Operadores de subestações estarão mobilizados. O plano contempla também mais de 540 equipes posicionadas em pontos estratégicos para atender demandas durante o Natal e 570 para o Réveillon.

Dentro da sede da Equatorial Maranhão, profissionais permanecerão 24 horas no Centro de Operações Integradas (COI), controlando o sistema elétrico do estado e sempre em contato com as equipes de campo presentes nos pontos com a maior concentração de pessoas, para atender com maior agilidade possível, em casos de ocorrências com a rede elétrica. Equipes de manutenção pesada (equipadas com guincho, postes e transformadores); equipes de linha viva, aptas para trabalhar com a rede energizada, e caminhões de poda estarão também de prontidão.

Suporte tecnológico – A Equatorial conta com um sistema automatizado que proporciona maior celeridade no restabelecimento do fornecimento de energia. O uso de equipamentos de automação permite que a detecção, o isolamento, a restauração de falhas na rede elétrica e eventuais manobras sejam executadas a distância e em tempo real, com maior agilidade, diretamente do COI.

O Executivo de Operações da Equatorial Maranhão, Ivan Bazzan, destaca que a Distribuidora está focada em prestar um serviço de excelência para todo o Maranhão. “Preparamos esse plano com muita responsabilidade e organização, para que toda a nossa força de trabalho esteja totalmente empenhada em fornecer energia de qualidade a todos os maranhenses durante as festividades, em todos os lugares do Estado. Nosso objetivo é a máxima continuidade do fornecimento e um rápido atendimento a eventuais faltas de energia. Nosso preparo para esse período começa desde as manutenções preventivas realizadas nos meses anteriores até agora”, ressalta.

Manutenções prévias foram realizadas na rede elétrica
Os trabalhos que envolvem o Plano Operacional iniciaram em meados de novembro com a intensificação de ações preventivas que compreendem: inspeção prévia da rede elétrica; lavagem dos componentes das subestações e das redes de distribuição para minimizar os efeitos da poluição; substituição e instalação de componentes da rede, podas de galhos de árvores, dentre outras ações.

Jamais faça interferências na rede elétrica
Jamais realize ligações clandestinas, puxando energia direto do poste, e nunca interferira na rede elétrica, pois isso pode ocasionar graves acidentes, sobrecarga e falta de energia.

Caso haja necessidade de energia elétrica em algum ponto de vendas ou evento, é necessário solicitar uma Ligação Provisória de energia junto à Equatorial. Essa solicitação deve ser feita em uma agência presencial de atendimento da Distribuidora, onde o cliente deve informar a carga elétrica que vai necessitar (isso vai variar de acordo com a quantidade e tipos de equipamentos que vai utilizar), apresentar os documentos e o endereço completo, seguir as orientações e aguardar o prazo para a ligação. É importante buscar esse serviço com antecedência.

Fique atento e evite acidentes com a rede elétrica
A Equatorial Maranhão alerta que alguns casos de falta de energia podem estar relacionados a acidentes em vias públicas com quebra de postes. Vale destacar a necessidade de redobrar a atenção na direção para não ocasionar colisões contra postes, preservando a vida e evitando acidentes. Caso as pessoas presenciem algum acidente com essas características, é importante entrar em contato imediatamente com a Equatorial, por meio da Central de Atendimento 116 e com o Corpo de Bombeiros, no 193, para que as medidas de segurança e restabelecimento do fornecimento sejam tomadas com maior agilidade.

Atendimento durante as festividades
O atendimento da Equatorial Maranhão funciona 24h todos os dias pela WhatsApp no número (98) 2055-0116 com a assistente virtual Clara e pela Central 116 (ligação gratuita), além do site www.equatorialenergia.com.br. Os pontos presenciais de atendimento funcionam até sexta-feira (22) e retornam na terça-feira (26/12). Já no período de réveillon, funcionam até sexta-feira (29) e retomam as atividades no dia 02/01/2024 (terça-feira).

Assessoria de Imprensa da Equatorial Maranhão

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Barras de proteína: quando posso comer e para que servem?

Por Juliana Castelo Práticas, fáceis de carregar na bolsa para qualquer lugar e saborosas! As barras de proteína são opções rápidas para repor os nutrientes...

Equatorial Maranhão alerta para a prevenção de acidentes com energia elétrica por causa dos alagamentos e enchentes

As fortes chuvas estão causando consequências em vários municípios maranhenses. De acordo com informações da Defesa Civil do Maranhão, 15 municípios já decretaram situação...

Uilma Resende sai em defesa dos farmacistas de Timon contra multas absurdas do Conselho

https://youtu.be/iFpOEXb2kds O vereador Uilma Resende denunciou ontem, 10, da tribuna da Câmara de Timon o que ele chamou de concorrência predatória dos grandes grupos farmacistas...