Povoado distante 10 kms da sede de Timon não tem sistema de abastecimento de água

spot_img
Compartilhe:

Post atualizado às 21hs16 com nota de esclarecimento da Coordenadoria de Comunicação no rodapé da página.

Há mais de 30 anos uma comunidade na zona rural a pouco mais de 10 kilometros da sede do município Timon ainda vive sem um sistema de abastecimento de água digno para sua comunidade.

Vinte e cinco famílias do Barreiro Branco, na BR-316, onde muitas autoridades vão degustar uma deliciosa galinha caipira, vivem sem água tratada ou o mínimo do produto para suas atividades de higiene e outras que necessitam, como beber e cozinhar alimentos. Um carro pipa é quem faz o abastecimento das famílias, que às vezes segundo informações do vereador Juarez Morais, passa de até 30 dias sem levar água até a comunidade.

Por conta disso, o vereador fez um ontem, 26, discurso na Tribuna da Câmara, cobrando ao poder público que seja atendido um de seus requerimentos, aprovado em fevereiro deste ano, que requer à Prefeitura de Timon, através do SAAE, a instalação de poço para atender à comunidade do Barreiro Branco.

Por outra oportunidade, quando era da base do governo, o vereador Juarez Morais, em 2017, apresentou requerimento com o mesmo teor e pedido, mas o prefeito da época não atendeu à comunidade. Como líder de oposição, após ouvir discursos elogiosos ontem, 26, à Presidente do SAAE Levina Renara, o líder de oposição reivindicou da direção do órgão uma solução para o fim do drama dessas famílias timonenses.

O blogodoribinha tentou um contato com a presidente do SAAE – que o órgão responsável pelo abastecimento de água na zona rural de Timon-, Levina Renara, após os cumprimentos de praxe comum para cada inicio de uma conversa, ela perguntou como “podia ajudar”, em seguida falamos sobre os discursos dos vereadores chamando à atenção para a fala do vereador Juarez Morais, que cobrou atendimento à um requerimento de sua autoria, a partir de então, a presidente do SAAE ficou em silêncio e apesar da insistência deste jornalista, ela não esboçou qualquer intenção de continuar a conversa entre uma pessoa pública ciente de seu dever e um um jornalista em busca de informações e solução de um problema que é crucial para a vida humana. Pode ser que após essa publicação o diálogo retome.

É isso!

*NOTA DE ESCLARECIMENTO*

Sobre a situação do abastecimento de água na comunidade Barreiro Branco, zona rural de Timon. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Timon (SAAE) esclarece que esteve no local nos meses de abril e maio para ouvir as reinvindicações para regularizar a situação dos moradores.

Em abril foram constatadas, por exemplo, a presença de um poço, mas havia a falta de uma unidade consumidora.

Além disso, observamos outras pendências e foi firmado o compromisso do retorno em maio para dar andamento à regularização. Contudo, ao retornamos, as pendências não haviam sido sanadas como a falta de unidade consumidora, a regularização de um terreno e a necessidade de constituírem uma associação, fatores necessários para as intervenções do SAAE.

Diante da situação, mais uma vez, o SAAE se colocou à disposição dos moradores para esclarecimento de quaisquer dúvidas ou auxílio na resolutividade das pendências.

Por fim, o SAAE informa que o envio do caminhão-pipa é feito apenas para uma pequena parte do povoado, ou seja, para os locais que ainda não possuem rede de água adequada do poço existente. Esse serviço tem sido feito de maneira pontual e regular.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Águas de Timon abre 26 vagas para estudantes da rede pública participarem de Projeto Pioneiros

CLIQUE AQUI E ACESSE O FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO  CONFIRA O REGULAMENTO AQUI Estudantes de escolas públicas de Timon já podem se preparar para concorrer a vagas...

Bolsonaro confirma Braga Netto como vice-presidente nas eleições

Como vinha sendo especulado nos últimos meses, o presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou o nome do general Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa...

Thiago Carvalho anuncia início do calçamento em ruas do bairro Vila Monteiro

  O vereador Thiago Carvalho (DEM) anunciou em suas redes sociais uma grande notícia para os moradores do bairro Vila Monteiro em Timon: o início...
Post atualizado às 21hs16 com nota de esclarecimento da Coordenadoria de Comunicação no rodapé da página. Há mais de 30 anos uma comunidade na zona rural a pouco mais de 10 kilometros da sede do município Timon ainda vive sem um sistema de abastecimento de água digno para sua comunidade. Vinte e cinco famílias do Barreiro Branco, na BR-316, onde muitas autoridades vão degustar uma deliciosa galinha caipira, vivem sem água tratada ou o mínimo do produto para suas atividades de higiene e outras que necessitam, como beber e cozinhar alimentos. Um carro pipa é quem faz o abastecimento das famílias, que às vezes segundo informações do vereador Juarez Morais, passa de até 30 dias sem levar água até a comunidade. Por conta disso, o vereador fez um ontem, 26, discurso na Tribuna da Câmara, cobrando ao poder público que seja atendido um de seus requerimentos, aprovado em fevereiro deste ano, que requer à Prefeitura de Timon, através do SAAE, a instalação de poço para atender à comunidade do Barreiro Branco. Por outra oportunidade, quando era da base do governo, o vereador Juarez Morais, em 2017, apresentou requerimento com o mesmo teor e pedido, mas o prefeito da época não atendeu à comunidade. Como líder de oposição, após ouvir discursos elogiosos ontem, 26, à Presidente do SAAE Levina Renara, o líder de oposição reivindicou da direção do órgão uma solução para o fim do drama dessas famílias timonenses. O blogodoribinha tentou um contato com a presidente do SAAE - que o órgão responsável pelo abastecimento de água na zona rural de Timon-, Levina Renara, após os cumprimentos de praxe comum para cada inicio de uma conversa, ela perguntou como "podia ajudar", em seguida falamos sobre os discursos dos vereadores chamando à atenção para a fala do vereador Juarez Morais, que cobrou atendimento à um requerimento de sua autoria, a partir de então, a presidente do SAAE ficou em silêncio e apesar da insistência deste jornalista, ela não esboçou qualquer intenção de continuar a conversa entre uma pessoa pública ciente de seu dever e um um jornalista em busca de informações e solução de um problema que é crucial para a vida humana. Pode ser que após essa publicação o diálogo retome. É isso!
*NOTA DE ESCLARECIMENTO* Sobre a situação do abastecimento de água na comunidade Barreiro Branco, zona rural de Timon. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Timon (SAAE) esclarece que esteve no local nos meses de abril e maio para ouvir as reinvindicações para regularizar a situação dos moradores. Em abril foram constatadas, por exemplo, a presença de um poço, mas havia a falta de uma unidade consumidora. Além disso, observamos outras pendências e foi firmado o compromisso do retorno em maio para dar andamento à regularização. Contudo, ao retornamos, as pendências não haviam sido sanadas como a falta de unidade consumidora, a regularização de um terreno e a necessidade de constituírem uma associação, fatores necessários para as intervenções do SAAE. Diante da situação, mais uma vez, o SAAE se colocou à disposição dos moradores para esclarecimento de quaisquer dúvidas ou auxílio na resolutividade das pendências. Por fim, o SAAE informa que o envio do caminhão-pipa é feito apenas para uma pequena parte do povoado, ou seja, para os locais que ainda não possuem rede de água adequada do poço existente. Esse serviço tem sido feito de maneira pontual e regular.