spot_img
spot_img

Produtores rurais de Balsas podem regularizar o CAR e receber incentivos financeiros pela conservação

spot_img
Compartilhe:
Técnico do Projeto Floresta + Amazônia (Foto: Divulgação).
O atendimento ao público será realizado das 08h às 17h30 na sede do Sindicato Rural, localizada no centro de Balsas (Foto: Divulgação).

De 23 a 27 de outubro, agricultores familiares e proprietários rurais de Balsas, no interior do estado, terão a oportunidade de atualizar e regularizar seu Cadastro Ambiental Rural (CAR) graças à Ação Integrada do Projeto Floresta+ Amazônia, em parceria com o Governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF). O atendimento ao público será realizado das 08h às 17h30 na sede do Sindicato Rural, localizada no centro de Balsas.

A iniciativa é uma colaboração entre diversas entidades, incluindo o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras (STTR), a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), a Assessoria dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), a Prefeitura de Balsas, por meio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Agricultura, e o Conselho de Meio Ambiente de Balsas (Condema).

Além da regularização do CAR, os produtores rurais têm a oportunidade de realizar a pré-inscrição na Modalidade Conservação, a qual oferece apoio financeiro àqueles que contribuem para a conservação da vegetação nativa. A ação reconhece o importante papel desempenhado pelos produtores rurais na manutenção dos serviços ambientais e na preservação da floresta. Ter um CAR regularizado é um dos requisitos para participar do Projeto Floresta+ Amazônia.

Para regularizar o CAR do imóvel, é necessário apresentar documentos pessoais (RG e CPF), bem como documentação que comprove a propriedade ou posse da área rural, juntamente com um mapa ou memorial descritivo.

O Projeto Floresta+ Amazônia é uma iniciativa conjunta do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA), com o apoio do Fundo Verde para o Clima (GCF). O projeto visa recompensar aqueles que protegem e recuperam as florestas, fornecendo incentivos financeiros para a conservação da vegetação nativa. Ele reconhece o papel fundamental dos produtores rurais na manutenção dos serviços ambientais e na preservação das áreas na região da Amazônia Legal.
Para mais informações, acesse o site: www.florestamaisamazonia.org.br.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Quebrar o silêncio e a abrir o diálogo são as melhores armas para combater o abuso e exploração sexual infantil

A cada 24 horas, 320 crianças e adolescentes são explorados sexualmente no Brasil. Por Jherry Dell’Marh Clarinha, uma menina de 10 anos, costumava brincar com sua...

Yduqs realiza III Fórum ESG no dia 22

O evento será transmitido pelo canal do grupo educacional no YouTube Por Jherry Dell'Marh No dia 22 de maio, a Yduqs promoverá sua principal agenda do...

Empresário Alexandre CD anuncia pré-candidatura a vereador de Timon

"Empresário Alexandre CD Anuncia pré Candidatura a Vereador com Foco em Microempreendedorismo, Esporte, Assistêcia Social e Educação." O empresário Alexandre dos Santos Alves, mais conhecido...