Publicado vídeo de criança atirando em prisioneiros

spot_img
Compartilhe:
Vídeo mostra menino atirando contra dois prisioneiros.
Vídeo mostra menino atirando contra dois prisioneiros.

Os jihadistas do EI (Estado Islâmico) divulgaram um vídeo que mostra um menino de idade indeterminada atirando contra dois prisioneiros.

O vídeo tem pouco cerca de sete minutos e meio de duração. Dois prisioneiros, Mamyev Jambulat, 39, e Ashimov Sergey, 30, confessam que são agentes da inteligência russa e dizem que sua missão é matar um dos líderes do Estado Islâmico.

Após isso, um integrante do grupo jihadista aparece ao lado de um menino, evocando o nome de Alá. Logo em seguida, o menino atira na cabeça de cada um dos prisioneiros e comemora.

A autenticidade do vídeo ainda não foi confirmada, nem sua data de gravação e divulgação.

Uma imagem congelada do vídeo foi publicada nesta terça-feira (13) no Twitter de Rita Katz, diretora do “Site”, grupo de inteligência especializado em terrorismo. “O EI atingiu um novo nível de depravação moral”, escreveu Katz.

O EI tem sido considerado uma das principais ameaças internacionais, por adotar métodos extremos, como sequestros e decapitações. Sua zona de atuação é o norte da Síria e do Iraque, onde o grupo tenta estabelecer um califado sunita. Diversas organizações de direitos humanos já denunciaram que o EI recruta crianças e adolescentes.

 

Edição: Veja Timon

Imagem: Twitter/@Rita_Katz

Via: UOL

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Três dicas para evitar o estresse na hora de encarar o trânsito

Por Elainy Castro Buzinas, xingamentos, motoristas imprudentes, muita gente nos horários de pico, pedestres que atravessam fora da faixa, acidentes… isso e muito mais você...

Em prestigiada reunião, Cláudia Coutinho diz que será deputada para ajudar Timon e o Maranhão

Em prestigiadíssima reunião política, ontem no Mabelu Buffett, em Timon patrocinada pelo vereador Helber Guimarães e seu grupo de apoiadores e aliados na cidade,...

Equatorial Maranhão divulga o Plano Operacional para as Eleições 2022

O plano mobiliza mais de 1.300 profissionais e traz as ações estruturadas para máxima continuidade do fornecimento de energia no dia das eleições. A Equatorial...
Vídeo mostra menino atirando contra dois prisioneiros.
Vídeo mostra menino atirando contra dois prisioneiros.
Os jihadistas do EI (Estado Islâmico) divulgaram um vídeo que mostra um menino de idade indeterminada atirando contra dois prisioneiros. O vídeo tem pouco cerca de sete minutos e meio de duração. Dois prisioneiros, Mamyev Jambulat, 39, e Ashimov Sergey, 30, confessam que são agentes da inteligência russa e dizem que sua missão é matar um dos líderes do Estado Islâmico. Após isso, um integrante do grupo jihadista aparece ao lado de um menino, evocando o nome de Alá. Logo em seguida, o menino atira na cabeça de cada um dos prisioneiros e comemora. A autenticidade do vídeo ainda não foi confirmada, nem sua data de gravação e divulgação. Uma imagem congelada do vídeo foi publicada nesta terça-feira (13) no Twitter de Rita Katz, diretora do "Site", grupo de inteligência especializado em terrorismo. "O EI atingiu um novo nível de depravação moral", escreveu Katz. O EI tem sido considerado uma das principais ameaças internacionais, por adotar métodos extremos, como sequestros e decapitações. Sua zona de atuação é o norte da Síria e do Iraque, onde o grupo tenta estabelecer um califado sunita. Diversas organizações de direitos humanos já denunciaram que o EI recruta crianças e adolescentes.   Edição: Veja Timon Imagem: Twitter/@Rita_Katz Via: UOL