Saiba porque Flávio Dino está autorizando a construção de “escola digna” em Coelho Neto

spot_img
Compartilhe:

Saiba porque, ou um dos motivos, que levaram o governador Flávio Dino, PCdoB, Maranhão, autorizar a construção de mais uma “escola digna”, programa do governo estadual, na cidade de Coelho Neto. Uma reportagem bem produzida pela jornalista @Neyarapinheiro publicada nas redes sociais chamou à atenção das autoridades maranhenses para a luta da “Professora Érica”, uma adolescente, que durante a pandemia fez de sua casa pobre e sem condições uma sala de aula para crianças e adolescentes. Veja:

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Vagas temporárias: especialista dá dicas para se destacar nas seleções

Varejo e serviços devem abrir 95 mil vagas temporárias para o fim de ano Por Elainy Castro Segundo levantamento realizado em todas as regiões do Brasil...

São Luís está entre os 20 destinos nacionais mais procurados na Black Friday, segundo a Decolar

São Luís foi apontada como um dos 20 destinos mais procurados durante a campanha de Black Friday da companhia de viagens on-line Decolar. A...

TRF1 aceita denúncia do MPF contra prefeito de Pinheiro (MA) e mais seis pessoas por fraudes e desvio de recursos

Eles responderão por crimes de responsabilidade, lavagem de capitais e organização criminosa, na medida de suas participações Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 1ª...
Saiba porque, ou um dos motivos, que levaram o governador Flávio Dino, PCdoB, Maranhão, autorizar a construção de mais uma "escola digna", programa do governo estadual, na cidade de Coelho Neto. Uma reportagem bem produzida pela jornalista @Neyarapinheiro publicada nas redes sociais chamou à atenção das autoridades maranhenses para a luta da "Professora Érica", uma adolescente, que durante a pandemia fez de sua casa pobre e sem condições uma sala de aula para crianças e adolescentes. Veja: