Quite seu IPVA / licenciamento com o ” Moto Legal “

spot_img
Compartilhe:
Motociclista em cima de onde deveria ser uma faixa de pedestre.

A terceira edição do Programa Moto Legal do Governo do Estado, coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) registrou 2.665 adesões no Maranhão em 22 dias úteis, desde que foi relançado em 17 de maio. O programa incentiva a regularização de motocicletas, proporcionando mais segurança ao trânsito e aos proprietários destes veículos.

Em 2017, mais de 27 mil donos de motos aproveitaram o benefício para quitar os débitos atrasados dos veículos. Para cada ano de atraso, o proprietário da moto paga apenas R$ 50,00. Ou seja, se a moto estiver com o IPVA e o licenciamento atrasados há um ano, a quantia a ser paga é de R$ 50,00.

Veja Também:

O programa Moto Legal visa beneficiar milhares de maranhenses

Se forem dois anos: R$ 100,00, e assim sucessivamente. O Moto Legal só não inclui o pagamento de multas e seguro DPVAT em atraso por que ambos não são de competência estadual.

O Moto Legal vale para veículos de valor venal de até R$ 10 mil. Esse valor venal é aquele que consta das tabelas de veículos usados. De acordo com o diretor operacional do Detran-MA, David Ximenes, além de incentivar a regularização das motocicletas o Programa Moto Legal estimula o proprietário a tirar a Carteira Nacional de Motoristas (CNH).

“Atualmente as motocicletas representam 60,64% da frota do Estado. Infelizmente, muitas ainda estão irregulares. O Programa Moto Legal tem um caráter social importante, porque proporciona segurança a todos, já que é uma excelente oportunidade para os trabalhadores regularizarem seus veículos. A vantagem do programa é tão grande que, inclusive, tem estimulado os proprietários de motos a tirar a carteira de motorista para ter acesso ao benefício”.

Como aderir ao Moto Legal

A adesão ao Moto Legal pode ser feita na sede do Detran-MA, na Vila Palmeira, em qualquer um dos Postos Avançados ou ainda em qualquer uma das 15 Circunscrições Regionais de Trânsito do Maranhão (Ciretrans). Para participar, o proprietário da motocicleta deverá apresentar aos atendentes do órgão, a placa do veículo e o CPF.

 

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

São Luís está entre os 20 destinos nacionais mais procurados na Black Friday, segundo a Decolar

São Luís foi apontada como um dos 20 destinos mais procurados durante a campanha de Black Friday da companhia de viagens on-line Decolar. A...

TRF1 aceita denúncia do MPF contra prefeito de Pinheiro (MA) e mais seis pessoas por fraudes e desvio de recursos

Eles responderão por crimes de responsabilidade, lavagem de capitais e organização criminosa, na medida de suas participações Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 1ª...

Facebook deve restituir conta invadida e pagar indenização a usuário

O Juizado Cível e Criminal da cidade de Codó condenou a plataforma social Facebook a restabelecer a conta de usuário Tiago Tales Silva Sousa,...
Motociclista em cima de onde deveria ser uma faixa de pedestre.
A terceira edição do Programa Moto Legal do Governo do Estado, coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) registrou 2.665 adesões no Maranhão em 22 dias úteis, desde que foi relançado em 17 de maio. O programa incentiva a regularização de motocicletas, proporcionando mais segurança ao trânsito e aos proprietários destes veículos. Em 2017, mais de 27 mil donos de motos aproveitaram o benefício para quitar os débitos atrasados dos veículos. Para cada ano de atraso, o proprietário da moto paga apenas R$ 50,00. Ou seja, se a moto estiver com o IPVA e o licenciamento atrasados há um ano, a quantia a ser paga é de R$ 50,00. Veja Também:

O programa Moto Legal visa beneficiar milhares de maranhenses

Se forem dois anos: R$ 100,00, e assim sucessivamente. O Moto Legal só não inclui o pagamento de multas e seguro DPVAT em atraso por que ambos não são de competência estadual. O Moto Legal vale para veículos de valor venal de até R$ 10 mil. Esse valor venal é aquele que consta das tabelas de veículos usados. De acordo com o diretor operacional do Detran-MA, David Ximenes, além de incentivar a regularização das motocicletas o Programa Moto Legal estimula o proprietário a tirar a Carteira Nacional de Motoristas (CNH).
“Atualmente as motocicletas representam 60,64% da frota do Estado. Infelizmente, muitas ainda estão irregulares. O Programa Moto Legal tem um caráter social importante, porque proporciona segurança a todos, já que é uma excelente oportunidade para os trabalhadores regularizarem seus veículos. A vantagem do programa é tão grande que, inclusive, tem estimulado os proprietários de motos a tirar a carteira de motorista para ter acesso ao benefício”.

Como aderir ao Moto Legal

A adesão ao Moto Legal pode ser feita na sede do Detran-MA, na Vila Palmeira, em qualquer um dos Postos Avançados ou ainda em qualquer uma das 15 Circunscrições Regionais de Trânsito do Maranhão (Ciretrans). Para participar, o proprietário da motocicleta deverá apresentar aos atendentes do órgão, a placa do veículo e o CPF.