Secretário dispensa servidores. A dispensa atinge Professor, Interprete, cuidador escolar e admistrativos

spot_img
Compartilhe:

Em oficio circular assinado pelo secretário Samuel de Sousa Silva, da Educação do Município de Timon, no último dia 9, ontem, os servidores temporários contratados em regime de teste seletivo realizado pela Secretaria de Educação para exercer funções de Professor, Interprete de Libras, Cuidador e os técnicos administrativos dentro das escolas municipais, estão com seus contratos dispensados do exercício dessas funções. De acordo com a portaria para os técnicos administrativos, a dispensa será a partir de amanhã, 11. Quanto aos demais profissionais, a partir de primeiro de janeiro de 2020, eles não pertencem mais aos quadros de temporários do município.

“Ao tempo que presto meus cordiais cumprimentos, sirvo-me do presente para comunicar que o vínculo dos servidores seletistas temporários (Professor, interprete de libras e Cuidador Escolar), encerrará no dia 31/12/2020. Em relação aos técnicos administrativos o vinculo se encerrará no dia 10/12/2020, portanto, os mesmos estarão dispensados a partir do dia 11/12/2020. Informamos ainda, que o término do vínculo dos servidores temporários, mencionado no parágrafo acima, não se aplica às servidoras temporárias que se encontram no curso da gravidez, pois estas possuem os direitos inerentes à gestante, assim gozam da estabilidade provisória prevista na Constituição Federal de 1988, devendo permanecer em atividade mesmo após a data de 31/12/2020 e encaminhar para o DGP/SEMED a comprovação do estado gravídico”, assina o secretário.

O secretário Samuel de Sousa Silva, embora sabendo que a medida deverá causar desespero aos milhares de servidores, pais e mães de famílias, reitera que: “Certos de vossa compreensão e sem mais para o momento, nos colocamos à disposição, para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários e esperamos contar com a vossa colaboração”.

CIRCULAR RH – 2020

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Senhor dos Anéis: Moraes manda “CNN”, “Veja” e “GNews” quebrarem sigilo da fonte jornalística

O ministro quer quer o conteúdo das entrevistas com Marcos do Val sejam comparados ao depoimento dele à PF Os três veículos de imprensa...

Proposta de “oposição unida” em Timon terá que enfrentar o primeiro obstáculo: cargos

Nomeações para cargos em Timon deverá ser o primeiro desafio da proposta de união da oposição a começar pelos aliados do governador. Muito embora tenham...

Tudo o que os governistas de Timon não queriam, poderá acontecer em 2024. Oposição trabalha pela união

Oposição de Timon, realizou em São Luiz, ontem, a primeira reunião para tratar da união do grupo e vencer as eleições em 2024. Em reunião,...
Em oficio circular assinado pelo secretário Samuel de Sousa Silva, da Educação do Município de Timon, no último dia 9, ontem, os servidores temporários contratados em regime de teste seletivo realizado pela Secretaria de Educação para exercer funções de Professor, Interprete de Libras, Cuidador e os técnicos administrativos dentro das escolas municipais, estão com seus contratos dispensados do exercício dessas funções. De acordo com a portaria para os técnicos administrativos, a dispensa será a partir de amanhã, 11. Quanto aos demais profissionais, a partir de primeiro de janeiro de 2020, eles não pertencem mais aos quadros de temporários do município. "Ao tempo que presto meus cordiais cumprimentos, sirvo-me do presente para comunicar que o vínculo dos servidores seletistas temporários (Professor, interprete de libras e Cuidador Escolar), encerrará no dia 31/12/2020. Em relação aos técnicos administrativos o vinculo se encerrará no dia 10/12/2020, portanto, os mesmos estarão dispensados a partir do dia 11/12/2020. Informamos ainda, que o término do vínculo dos servidores temporários, mencionado no parágrafo acima, não se aplica às servidoras temporárias que se encontram no curso da gravidez, pois estas possuem os direitos inerentes à gestante, assim gozam da estabilidade provisória prevista na Constituição Federal de 1988, devendo permanecer em atividade mesmo após a data de 31/12/2020 e encaminhar para o DGP/SEMED a comprovação do estado gravídico", assina o secretário. O secretário Samuel de Sousa Silva, embora sabendo que a medida deverá causar desespero aos milhares de servidores, pais e mães de famílias, reitera que: "Certos de vossa compreensão e sem mais para o momento, nos colocamos à disposição, para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessários e esperamos contar com a vossa colaboração". CIRCULAR RH - 2020