Serviço gratuito de limpeza de fossas da SAAD Leste atende 100 por cento da demanda

spot_img
Compartilhe:

A Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (SAAD Leste), por meio da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), divulgou nesta quinta-feira (16), que cumpriu a meta dos serviços de limpeza de fossa para a população, atendendo 100% das demandas de moradores da zona Leste de Teresina. As ações acontecem de forma gratuita, desde o início da gestão do superintendente James Guerra.

O gerente de habitação da SAAD-Leste, Helder Cronemberger, celebra o feito, pois desde o início da gestão, foram encontradas na GHAB, várias solicitações de limpeza de fossa em atraso de até um ano e meio. Então, houve a necessidade urgente de se intensificar o serviço para que a meta fosse alcançada este mês.

“Entendemos a importância da prestação desse serviço essencial à população e temos consciência que deve ser feito com eficiência e celeridade, por se tratar da saúde pública de famílias de baixa renda, que não têm condições de arcar com os custos. Tivemos que aumentar o número de funcionários para que conseguíssemos concretizar esta meta. O mérito é de todos que participaram”, comemorou o gerente.

De acordo com o Hélder Cronemberger, caso não haja a limpeza de fossa na residência, ela pode entupir e transbordar, resultando em mau cheiro e o solo contaminado, facilitando a proliferação de pragas domésticas, como moscas, baratas e ratos.

“O odor desagradável e o solo contaminado podem acarretar sérios problemas de saúde à população. Por isso é recomendado que as fossas sejam esvaziadas em um período trienal, ou seja, de 3 em 3 anos, para evitar problemas. Se o volume de água for muito grande é melhor realizar a limpeza uma vez por ano”, salientou.

O presidente da Associação de Moradores do bairro Cidade Jardim, Nilton César, explicou que este é um problema recorrente na região. “Temos uma área baixa, quase ao nível do rio Poti, e nos períodos de chuva, a demanda aumenta consideravelmente. Um dos primeiros sinais de que a fossa está cheia é que a vazão de água em torneiras e no vaso sanitário passa a ficar lenta ao descer pelo esgoto. O barulho de borbulhas quando o sistema de encanamento é utilizado também representa sinais de problema com a fossa séptica. A SAAD-Leste tem efetuado o serviço com muita rapidez. Só temos a agradecer”, afirmou.

Neide Coutinho de Sousa, presidente do Clube de Mães do Residencial Árvores Verdes é beneficiária do serviço de limpeza de fossa séptica e destacou que o serviço social prestado pela SAAD- Leste é fundamental para as famílias vulneráveis dos bairros da periferia de Teresina.
“Dessa forma é possível acompanhar a vida de muitas famílias carentes. É a prefeitura cuidando da saúde pública de nossa gente”, disse.

Wirlen Henriques, assistente social do órgão, adverte que a equipe da GHAB sempre vai identificada realizar as entrevistas para avaliação sócio-econômico.
“Informamos que, preocupados com a segurança de todos os munícipes, a equipe que visita os moradores, possui equipamento de proteção individual, coletes e fardamento da prefeitura e sempre portam identificação pessoal”, esclareceu a assistente social.

Quem pode solicitar o serviço:
Para o agendamento do serviço é necessário fazer a solicitação na Superintendência, que fica localizada Av. Zequinha Freire, 370 – bairro Uruguai. Para a solicitação, é necessário possuir renda de até 2 salários mínimos, comparecer ao protocolo, portando cópias do RG, CPF e comprovante de residência, para que seja marcada a visita da assistente social. É exigido também que a fossa esteja cheia e haja um sistema de esgotamento.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Governador ministra aula de matemática durante abertura do ano letivo de 2023

Rafael Fonteles realizou, nesta segunda, dia 6, solenidade em Altos para marcar início das aulas da rede estadual de Educação. Para marcar o início...

Confira sete alimentos que promovem saciedade   

Nutricionista explica que escolher alimentos corretos traz saciedade e colabora com o emagrecimento saudável   Muitas pessoas iniciam o ano com o objetivo de adotar...

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...
A Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (SAAD Leste), por meio da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), divulgou nesta quinta-feira (16), que cumpriu a meta dos serviços de limpeza de fossa para a população, atendendo 100% das demandas de moradores da zona Leste de Teresina. As ações acontecem de forma gratuita, desde o início da gestão do superintendente James Guerra. O gerente de habitação da SAAD-Leste, Helder Cronemberger, celebra o feito, pois desde o início da gestão, foram encontradas na GHAB, várias solicitações de limpeza de fossa em atraso de até um ano e meio. Então, houve a necessidade urgente de se intensificar o serviço para que a meta fosse alcançada este mês. “Entendemos a importância da prestação desse serviço essencial à população e temos consciência que deve ser feito com eficiência e celeridade, por se tratar da saúde pública de famílias de baixa renda, que não têm condições de arcar com os custos. Tivemos que aumentar o número de funcionários para que conseguíssemos concretizar esta meta. O mérito é de todos que participaram”, comemorou o gerente. De acordo com o Hélder Cronemberger, caso não haja a limpeza de fossa na residência, ela pode entupir e transbordar, resultando em mau cheiro e o solo contaminado, facilitando a proliferação de pragas domésticas, como moscas, baratas e ratos. “O odor desagradável e o solo contaminado podem acarretar sérios problemas de saúde à população. Por isso é recomendado que as fossas sejam esvaziadas em um período trienal, ou seja, de 3 em 3 anos, para evitar problemas. Se o volume de água for muito grande é melhor realizar a limpeza uma vez por ano”, salientou. O presidente da Associação de Moradores do bairro Cidade Jardim, Nilton César, explicou que este é um problema recorrente na região. “Temos uma área baixa, quase ao nível do rio Poti, e nos períodos de chuva, a demanda aumenta consideravelmente. Um dos primeiros sinais de que a fossa está cheia é que a vazão de água em torneiras e no vaso sanitário passa a ficar lenta ao descer pelo esgoto. O barulho de borbulhas quando o sistema de encanamento é utilizado também representa sinais de problema com a fossa séptica. A SAAD-Leste tem efetuado o serviço com muita rapidez. Só temos a agradecer”, afirmou. Neide Coutinho de Sousa, presidente do Clube de Mães do Residencial Árvores Verdes é beneficiária do serviço de limpeza de fossa séptica e destacou que o serviço social prestado pela SAAD- Leste é fundamental para as famílias vulneráveis dos bairros da periferia de Teresina. “Dessa forma é possível acompanhar a vida de muitas famílias carentes. É a prefeitura cuidando da saúde pública de nossa gente”, disse. Wirlen Henriques, assistente social do órgão, adverte que a equipe da GHAB sempre vai identificada realizar as entrevistas para avaliação sócio-econômico. “Informamos que, preocupados com a segurança de todos os munícipes, a equipe que visita os moradores, possui equipamento de proteção individual, coletes e fardamento da prefeitura e sempre portam identificação pessoal”, esclareceu a assistente social. Quem pode solicitar o serviço: Para o agendamento do serviço é necessário fazer a solicitação na Superintendência, que fica localizada Av. Zequinha Freire, 370 – bairro Uruguai. Para a solicitação, é necessário possuir renda de até 2 salários mínimos, comparecer ao protocolo, portando cópias do RG, CPF e comprovante de residência, para que seja marcada a visita da assistente social. É exigido também que a fossa esteja cheia e haja um sistema de esgotamento.