Banda não confirma agenda em Timon. Primeiro tem que “pagar o sinal”

spot_img
Compartilhe:

Embora o prefeito Luciano Leitoa e a organização do Zé Pereira de Timon 2020 esteja anunciando como atração musical para o dia 14 de fevereiro Harmonia do Samba, no site oficial da banda, que divulga a agenda da atração musical, não confirma a data em Timon/Ma. Em pesquisa do blog hoje, 24, conforme print, Timon ainda não está na agenda do Harmonia do Samba.

Procuramos saber de promotores qual seria o motivo de o site não confirmar a data para Timon e eles explicaram que as atrações nacionais só confirmam e publicam em seus sites oficiais quando o contratante pagar o “sinal” adiantado, que pode ser de 50 por cento do valor do contrato ou de até 70 por cento, dependendo do nível da atração musical. “Talvez seja por isso, eles estão aguardando o prefeito pagar primeiro para confirmar presença e divulgar oficialmente. Isso não quer dizer que não exista contrato, mas eles só divulgam com o sinal na conta”, disse um dos promotores de evento ao blog.

O estranho disso é que no serviço público não se pode fazer adiantamento de valores por prestação de serviços, isso é contra a lei da probidade administrativa. Outro sentido ruim que se tira deste contrato é o de que, enquanto as bandas querem dinheiro público adiantado para poder confirmar seus contratos e o prefeito se dispõe a pagar o adiantamento, milhares de vigias, zeladores, garis e outros categorias estão sem receber há meses.

Um tapa na cara da sociedade e pagadores de impostos.

E os órgãos fiscalizadores assistem a tudo isso!

Acaba não mundão!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

São Luís está entre os 20 destinos nacionais mais procurados na Black Friday, segundo a Decolar

São Luís foi apontada como um dos 20 destinos mais procurados durante a campanha de Black Friday da companhia de viagens on-line Decolar. A...

TRF1 aceita denúncia do MPF contra prefeito de Pinheiro (MA) e mais seis pessoas por fraudes e desvio de recursos

Eles responderão por crimes de responsabilidade, lavagem de capitais e organização criminosa, na medida de suas participações Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 1ª...

Facebook deve restituir conta invadida e pagar indenização a usuário

O Juizado Cível e Criminal da cidade de Codó condenou a plataforma social Facebook a restabelecer a conta de usuário Tiago Tales Silva Sousa,...
Embora o prefeito Luciano Leitoa e a organização do Zé Pereira de Timon 2020 esteja anunciando como atração musical para o dia 14 de fevereiro Harmonia do Samba, no site oficial da banda, que divulga a agenda da atração musical, não confirma a data em Timon/Ma. Em pesquisa do blog hoje, 24, conforme print, Timon ainda não está na agenda do Harmonia do Samba. Procuramos saber de promotores qual seria o motivo de o site não confirmar a data para Timon e eles explicaram que as atrações nacionais só confirmam e publicam em seus sites oficiais quando o contratante pagar o "sinal" adiantado, que pode ser de 50 por cento do valor do contrato ou de até 70 por cento, dependendo do nível da atração musical. "Talvez seja por isso, eles estão aguardando o prefeito pagar primeiro para confirmar presença e divulgar oficialmente. Isso não quer dizer que não exista contrato, mas eles só divulgam com o sinal na conta", disse um dos promotores de evento ao blog. O estranho disso é que no serviço público não se pode fazer adiantamento de valores por prestação de serviços, isso é contra a lei da probidade administrativa. Outro sentido ruim que se tira deste contrato é o de que, enquanto as bandas querem dinheiro público adiantado para poder confirmar seus contratos e o prefeito se dispõe a pagar o adiantamento, milhares de vigias, zeladores, garis e outros categorias estão sem receber há meses. Um tapa na cara da sociedade e pagadores de impostos. E os órgãos fiscalizadores assistem a tudo isso! Acaba não mundão!