Edilazio cobra esclarecimento de secretário do governador sobre investigação contra desembargadores

spot_img
Compartilhe:

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) levou à tribuna da Câmara, nesta quarta-feira, 27, a denúncia do delegado Thiago Bardal contra o secretário de Segurança do Maranhão, Jeferson Portela.

– Hoje [ontem], prestando depoimento, em frente a um juiz, o ex-superintendente de investigações criminais, Thiago Bardal, disse que o secretário de Segurança, Jefferson Portela, pediu que o mesmo investigasse quatro desembargadores –revelou Edilázio.

Em depoimento prestado ao juiz titular da 2ª Vara Criminal de São Luís, José Ribamar D’Oliveira Costa Júnior, dia 12, Bardal disse que Portela, estava firme no propósito de investigar e prender pelo menos quatro desembargadores do Maranhão.

– Jefferson Portela me chama em seu gabinete e diz: enquanto eu for secretário vai sair desembargador algemado daqui. Tem que investigar Fróz, Tryrone, Guerreiro e Nelma –afirmou Bardal.

Além de cobrar do próprio Tribunal de Justiça que leve o caso à investigação do Ministério Público, Edilázio propôs também à Assembleia Legislativa que convoque o próprio Portela.

– Nós não podemos admitir que a Polícia seja usada para investigar aqueles que não rezem a cartilha do comunismo – frisou o deputado, que também já denunciou o caso envolvendo a PMMA como espiã de adversários de Flávio Dino. (Veja vídeo acima)

O governo Flávio Dino ainda não se manifestou oficialmente sobre a denúncia de Bardal…

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Com superação e reeleição, Deputado Rafael se torna o grande articulador do Governo Brandão

A reeleição do Deputado Rafael lhe permite e determina que ele seja o grande articulador do Governo Brandão, na Assembleia Legislativa, onde foi líder...

Declínio eleitoral dos Leitoas chega ao auge em 2022 com derrota para governo e assembleia do MA

Com a perda do governo estadual e vaga na Assembleia as derrotas do grupo estão cada vez mais evidentes e iminentes. Os dados, os números...

Legado e resgate histórico: Gracinha Mão Santa é eleita deputada estadual do Piauí

Gracinha Mão Santa inicia vida pública eletiva da mesma forma que Mão Santa há  44 anos. Há exatos 44 anos Francisco de Assis de Moraes...
O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) levou à tribuna da Câmara, nesta quarta-feira, 27, a denúncia do delegado Thiago Bardal contra o secretário de Segurança do Maranhão, Jeferson Portela. – Hoje [ontem], prestando depoimento, em frente a um juiz, o ex-superintendente de investigações criminais, Thiago Bardal, disse que o secretário de Segurança, Jefferson Portela, pediu que o mesmo investigasse quatro desembargadores –revelou Edilázio. Em depoimento prestado ao juiz titular da 2ª Vara Criminal de São Luís, José Ribamar D’Oliveira Costa Júnior, dia 12, Bardal disse que Portela, estava firme no propósito de investigar e prender pelo menos quatro desembargadores do Maranhão. – Jefferson Portela me chama em seu gabinete e diz: enquanto eu for secretário vai sair desembargador algemado daqui. Tem que investigar Fróz, Tryrone, Guerreiro e Nelma –afirmou Bardal. Além de cobrar do próprio Tribunal de Justiça que leve o caso à investigação do Ministério Público, Edilázio propôs também à Assembleia Legislativa que convoque o próprio Portela. – Nós não podemos admitir que a Polícia seja usada para investigar aqueles que não rezem a cartilha do comunismo – frisou o deputado, que também já denunciou o caso envolvendo a PMMA como espiã de adversários de Flávio Dino. (Veja vídeo acima) O governo Flávio Dino ainda não se manifestou oficialmente sobre a denúncia de Bardal…