Secretária terá que prestar informações à Câmara sobre integrante de quadrilha nomeada na SEMED

spot_img
Compartilhe:
Secretária terá que prestar informações à Câmara sobre integrante de quadrilha nomeada na sua gestão

A Câmara Municipal de Timon oficializará – solicitar oficialmente -, à secretária de Educação Sebastiana Veloso informações funcionais sobre Lara Mara Costa Sousa, apontada em inquérito policial pelo Ministério Público Federal como integrante da quadrilha que desviou mais de 110  milhões de recursos do Fundeb destinados ao transporte escolar em municípios do Piauí e do Maranhão, onde Timon aparece incluído na roubalheira.

Segundo o inquérito policial, Lara Mara Costa Sousa, que é esposa do chefe da quadrilha, Luiz Carlos Magno Silva, foi nomeada para cargo comissionado na Secretaria de Educação de Timon a partir de janeiro de 2013 e seria ela quem endossava os cheques de pagamentos à empresa do marido, na época Locar Transportes, hoje LC.

A solicitação oficial sobre a função de Lara Mara Costa Sousa como servidora da SEMED deverá ser endossada com as assinaturas dos vereadores que compõem o G-11, conforme apurou nos bastidores o blogdoribinha, que repercutiu e solicitou as mesmas informações à Secretaria de Educação de Timon de Timon, através da assessoria de imprensa, sobre a “funcionária”, mas que não obteve resposta.

Lara Mara e seu marido Luiz Carlos foram presos pela operação topique deflagrada pelo Ministério Publico Federal e executada pela Polícia Federal.

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Com superação e reeleição, Deputado Rafael se torna o grande articulador do Governo Brandão

A reeleição do Deputado Rafael lhe permite e determina que ele seja o grande articulador do Governo Brandão, na Assembleia Legislativa, onde foi líder...

Declínio eleitoral dos Leitoas chega ao auge em 2022 com derrota para governo e assembleia do MA

Com a perda do governo estadual e vaga na Assembleia as derrotas do grupo estão cada vez mais evidentes e iminentes. Os dados, os números...

Legado e resgate histórico: Gracinha Mão Santa é eleita deputada estadual do Piauí

Gracinha Mão Santa inicia vida pública eletiva da mesma forma que Mão Santa há  44 anos. Há exatos 44 anos Francisco de Assis de Moraes...
Secretária terá que prestar informações à Câmara sobre integrante de quadrilha nomeada na sua gestão
A Câmara Municipal de Timon oficializará – solicitar oficialmente -, à secretária de Educação Sebastiana Veloso informações funcionais sobre Lara Mara Costa Sousa, apontada em inquérito policial pelo Ministério Público Federal como integrante da quadrilha que desviou mais de 110  milhões de recursos do Fundeb destinados ao transporte escolar em municípios do Piauí e do Maranhão, onde Timon aparece incluído na roubalheira. Segundo o inquérito policial, Lara Mara Costa Sousa, que é esposa do chefe da quadrilha, Luiz Carlos Magno Silva, foi nomeada para cargo comissionado na Secretaria de Educação de Timon a partir de janeiro de 2013 e seria ela quem endossava os cheques de pagamentos à empresa do marido, na época Locar Transportes, hoje LC. A solicitação oficial sobre a função de Lara Mara Costa Sousa como servidora da SEMED deverá ser endossada com as assinaturas dos vereadores que compõem o G-11, conforme apurou nos bastidores o blogdoribinha, que repercutiu e solicitou as mesmas informações à Secretaria de Educação de Timon de Timon, através da assessoria de imprensa, sobre a “funcionária”, mas que não obteve resposta. Lara Mara e seu marido Luiz Carlos foram presos pela operação topique deflagrada pelo Ministério Publico Federal e executada pela Polícia Federal.