spot_img
spot_img

Só cresce a lista de parentes de Gabriel Tenório que recebiam na Prefeitura de Matões

spot_img
Compartilhe:
Gabriel Tenorio: nepotismo direto e cruzado na Prefeitura de Matões

O blog segue registrando, com farta documentação, a lista de parentes de primeiro, segundo, terceiro graus e agregados de Gabriel Tenório, pré-candidato a prefeito da cidade quando este era secretário de Educação na gestão de Suely Pereira, hoje sua principal aliada política.

Em postagem passada o blog mostrou que em matéria de nepotismo, emprego de parentes para se favorecer do dinheiro público, Suely Pereira e Gabriel Tenório se entendem muito bem e, hoje mostramos que o candidato do Progressistas tinha uma verdadeira ganância pelos cargos na Secretaria de Educação e também comandava o nepotismo direto e cruzado empregando parentes no gabinete  da prefeita Suely Pereira.

Além do avó de idade avançada, de uma tia e do sogro mostrados na reportagem passada, hoje o blog mostra documentos que comprovam  que a irmã de Gabriel Tenório, Rafhaella Valeriano Sabino Tenorio e seu cunhado, irmão de sua esposa Gustavo Pereira da Silva Leal Braga recebiam como assessores especiais no Gabinete da Prefeita Suely Pereira e engrossam a lista dos parentes e agregados do pré-candidato que recebiam dos cofres públicos.

Após a publicação da primeira lista uma grande repercussão tomou contou de Matões. O blog recebeu vários comentários de pessoas indignadas com a forma de como a Prefeitura de Matões, os cofres do município eram usados para a prática ilegal de nepotismo. Em vários comentários, as pessoas chegam a afirmar que muitas pessoas ligadas ao candidato Gabriel Tenório não trabalhavam nos cargos e que, portanto só faziam receber. O blog está apurando todos essas informações repassadas pela população de Matões.

O blogdoribinha, como veículo de comunicação investigativo, continuará mostrando com documentações a prática de nepotismo pelo candidato do Progressistas Gabriel Tenório, que tem discurso incoerente com seus atos administrativos dentro da gestão de Suely Pereira, pois empregar parentes é ato ilegal e ao que mostram os documentos o pré-candidato não tinha somente a secretaria em que dirigia como cabide de empregos para sua família, mas sim influência em toda gestão administrativa da Prefeitura de Matões, mas ao invés do promover o ingresso da pessoas ao serviço público através de concurso público, usava de sua influência e promovia o nepotismo para favorecer sua família.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Gastrite: especialista dá dicas para prevenir e tratar a doença

Por Elainy Castro O Google Trends, um dos sites mais famosos de busca na internet, vem apontando “gastrite” como um dos temas mais pesquisados pelos...

Dengue: entenda a importância de vacinar seus filhos

Imunização e eliminação de focos do mosquito são principais aliadas na prevenção da doença Por Juliana Castelo “Toda vez que anunciam a chegada de vacinas novas,...

Henrique Júnior afirma em encontro que seu grupo político em Timon terá mais de 40 pré-candidaturas

O deputado federal e pré-candidato a prefeito de Timon, Henrique Júnior, participou na noite de ontem do encontro de alinhamento e planejamento estratégico com...