Homem encontra algo estranho em garrafa de Pepsi

spot_img
Compartilhe:

pepsi-corpo-estranho  O consumidor Gladstone Lopes teve uma surpresa. Ao virar uma garrafa de Pepsi para colocar na geladeira da sua casa, um objeto estranho começou a boiar dentro da embalagem. De acordo com o detetive profissional, que mora no Bairro Glória, Região Noroeste de Belo Horizonte, neste domingo ele comprou o refrigerante no supermercado Carrefour, localizado no Bairro Caiçara, e ao chegar em casa quando foi colocar o produto no congelador, sentiu que havia um objeto sólido dentro da garrafa. “Parece um tipo de couro, uma pele de bicho, é muito estranho. Por sorte não bebemos”, afirma Gladston.

No mesmo dia, o detetive entrou em contato com a Ambev e relatou o caso. A empresa se ofereceu para ir até a casa do consumidor, trocar o produto por um novo e examinar a garrafa com o objeto. Para o consumidor esse retorno não é o suficiente “Eu fico indignado, você se dispõe a ir a um supermercado, compra um produto de uma marca que você acredita ser séria e tem um objeto dentro. A gente já viu isso ocorrendo outras vezes e nada acontece. Só trocar o produto é constrangedor”, finaliza Lopes.

Em contato com o em.com.br, a Ambev informou que é necessária uma análise técnica da embalagem para afastar a possibilidade de violação, situação verificada em outras ocasiões. A empresa disse também que preza pela qualidade de todos os seus produtos e que mantém rigorosos processos de controle em todas as suas linhas de produção.

Esclareceu ainda que em qualquer reclamação, o Serviço de Atendimento ao Consumidor tem como procedimento padrão, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, substituir o produto para que o mesmo seja encaminhado para análise técnica. No caso de Gladston Lopes, a troca já foi agendada e deve ocorrer dentro dos próximos dias.

 

Edição: Veja Timon

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Governador ministra aula de matemática durante abertura do ano letivo de 2023

Rafael Fonteles realizou, nesta segunda, dia 6, solenidade em Altos para marcar início das aulas da rede estadual de Educação. Para marcar o início...

Confira sete alimentos que promovem saciedade   

Nutricionista explica que escolher alimentos corretos traz saciedade e colabora com o emagrecimento saudável   Muitas pessoas iniciam o ano com o objetivo de adotar...

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...
pepsi-corpo-estranho  O consumidor Gladstone Lopes teve uma surpresa. Ao virar uma garrafa de Pepsi para colocar na geladeira da sua casa, um objeto estranho começou a boiar dentro da embalagem. De acordo com o detetive profissional, que mora no Bairro Glória, Região Noroeste de Belo Horizonte, neste domingo ele comprou o refrigerante no supermercado Carrefour, localizado no Bairro Caiçara, e ao chegar em casa quando foi colocar o produto no congelador, sentiu que havia um objeto sólido dentro da garrafa. “Parece um tipo de couro, uma pele de bicho, é muito estranho. Por sorte não bebemos”, afirma Gladston. No mesmo dia, o detetive entrou em contato com a Ambev e relatou o caso. A empresa se ofereceu para ir até a casa do consumidor, trocar o produto por um novo e examinar a garrafa com o objeto. Para o consumidor esse retorno não é o suficiente “Eu fico indignado, você se dispõe a ir a um supermercado, compra um produto de uma marca que você acredita ser séria e tem um objeto dentro. A gente já viu isso ocorrendo outras vezes e nada acontece. Só trocar o produto é constrangedor”, finaliza Lopes. Em contato com o em.com.br, a Ambev informou que é necessária uma análise técnica da embalagem para afastar a possibilidade de violação, situação verificada em outras ocasiões. A empresa disse também que preza pela qualidade de todos os seus produtos e que mantém rigorosos processos de controle em todas as suas linhas de produção. Esclareceu ainda que em qualquer reclamação, o Serviço de Atendimento ao Consumidor tem como procedimento padrão, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, substituir o produto para que o mesmo seja encaminhado para análise técnica. No caso de Gladston Lopes, a troca já foi agendada e deve ocorrer dentro dos próximos dias.   Edição: Veja Timon