spot_img
spot_img

Mais de 6 milhões de empresas estão inadimplentes no Brasil

spot_img
Compartilhe:

Falta do capital de giro é um dos motivos do endividamento 

Por Juliana Castelo

E quando não sobra dinheiro para manter as contas, pagar os funcionários, nem dar conta de fornecedores e impostos? Operar no vermelho tem tirado o sono de vários donos de empresas no Brasil. De acordo com um levantamento do Indicador de Inadimplência das Empresas da Serasa Experian, são mais de 6 milhões de pessoas jurídicas em situação de endividamento, sendo 88% só de pequenos negócios. A boa notícia é que, com reorganização e o planejamento certo, dá sim para reverter esse quadro.

Afinal, por que tantos microempreendedores se endividam? A resposta está na falta de capital de giro e no financiamento pela falta de capital próprio. “O capital de giro é necessário para manter a rotatividade das operações, como o pagamento de contas, de salários, de estoques, fornecedores, impostos e outros. Quando falta, se torna um dos grandes motivos de falência das empresas. E o financiamento, que é uma prática sólida para a expansão e crescimento, pode ter riscos, principalmente quando a carga financeira se torna significativa para a empresa e quando as condições de contratação de crédito forem desfavoráveis”, explica a professora do curso de Negócios da Facimp Wyden, Petra Fernanda Cruz.

Ou seja, quando a empresa não consegue gerar receita suficiente, as chances de inadimplência aumentam e os fantasmas da perda de ativos e até da falência podem aparecer. Por isso, o governo federal já estuda a criação de um programa de renegociação, nos moldes do Desenrola Brasil, para aquelas empresas que precisam voltar ao azul.

Apostar na orientação profissional também é uma luz no fim do túnel. “Buscar orientação com um consultor é importante para o reequilíbrio financeiro, além de fornecer conselhos mais assertivos e personalizados para cada situação, ele fará uma avaliação da situação financeira para criar um orçamento realista de acordo com a capacidade da empresa, e assim ajudar na priorização e negociação das dívidas”, afirma Petra.

CONSULTORIA GRATUITA

Tanto o Núcleo de Apoio Fiscal e Contábil do curso de Ciências Contábeis (NAF), quanto o Projeto de Jovens Talentos Empreendedores do curso de Administração da Facimp Wyden apoiam os micros e pequenos empresários com ações de orientação e consultoria, com a realização de Pesquisas de Mercado, Plano de Negócios, Abertura de Empresas e demais orientações aos empreendedores de forma gratuita.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Empresário Alexandre CD anuncia pré-candidatura a vereador de Timon

"Empresário Alexandre CD Anuncia pré Candidatura a Vereador com Foco em Microempreendedorismo, Esporte, Assistêcia Social e Educação." O empresário Alexandre dos Santos Alves, mais conhecido...

Dia Mundial da Reciclagem: Projeto da Equatorial Maranhão garante descontos na conta de energia elétrica

O Dia Mundial da Reciclagem é comemorado nesta sexta-feira (17), data instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a...

Muito além da sala de aula: atendimentos sociais são aliados da formação profissional de jovens em São Luís

Serviços gratuitos abrem as portas de instituições de ensino para a comunidade em geral e oferecem espaços de prática supervisionada para alunos Por Jherry Dell'Marh A...