“Cai por terra” discurso do governo em culpar oposição por falta de orçamento 2022

spot_img
Compartilhe:

O governo vive um “samba do crioulo doido” e prefeita Dinair Veloso está sendo testada pra saber até onde vai segurar na ponta da corda.

Desde a última sexta-feira, 28, visualiza o portal da transparência da Prefeitura de Timon, no site: www.timon.ma.gov.br que o ano de financeiro de 2022 está aberto para execução de despesas no âmbito da contabilidade do município. Seria um ato normal da gestão, de transição de um ano para outro, não fosse as questões ou questiúnculas que o governo jogou como mídia negativa em cima da Câmara Municipal e dos vereadores, quando colocou até os garis “nas ruas” para ao seu invés de limparem as ruas “sujarem a barra” do presidente da Câmara Uilma Resende, que se tornou o maior algoz do governo desde dezembro do ano passado por conta da eleição da mesa diretora; rompimento do Deputado Rafael e agora a rejeição do orçamento  2022.

O mais preocupante ainda é que o governo está vivendo um samba do “crioulo doido” e de pernas pro ar não sabe a quem recorrer mais diante de todos os caprichos dessa briga política que envolve o vereador Uilma Resende e os mentores intelectuais e políticos da atual prefeita. Sabe-se porém que na última sexta-feira feira, um encontro do presidente com duas das maiores autoridades da gestão municipal a questão do orçamento praticamente poderia ter sido resolvido em reunião marcada para hoje, segunda-feira, com participação  mais ampla e definição das propostas que poderiam ser apresentadas por ambas as partes, mas que acabou não acontecendo e a coisa volta a estaca zero por obra e graça dos caprichosos, que minaram a reunião e a solução do problema.

Ruim para a prefeita Dinair Veloso e ver seu discurso de que sem orçamento a prefeitura não poderia fazer pagamentos e atrasaria a folha, enquanto que hoje a imprensa oficial ou “oficiosa” evidencia que com a autorização da prefeita alguns pagamentos estão sendo feitos e que “antecipação” de salários podem começar a partir de amanhã.

Dessa forma, ficou difícil até assimilar que desgaste o governo queria causar na oposição falando em atraso de salários por conta da rejeição do orçamento, ainda mais quando todos sabem que mesmo com orçamento aprovado o governo passado e o de continuidade vêm atrasando salários desde 2014, quando deu pra uma tal de Cooperar o gerenciamento de folhas de cinco secretarias e não fez o repasse devido do dinheiro para a quitação das folhas devidas. No ano passado a prefeita pagou em restos a pagar parte dessa dívida e mesmo assim não conseguiu atualizar as folhas em atraso de sua gestão.

Mais o estranho mesmo de tudo e não definir em que a Câmara se baseia para publicar no portal da transparência a execução financeira do orçamento de 2022 se a Câmara rejeitou a propostas enviada em 2021 e ainda não fez nova votação da LOA.

Câmara Municipal de Timon marca nova votação da LOA para esta quarta-feira, 02

A Câmara Municipal de Timon publicou nesta segunda-feira, 31, edital de convocação para uma sessão extraordinária para nova votação da Lei Orçamentária Anual (LOA), na próxima quarta-feira, 02, às 09h.

Em ato de ofício, a sessão extraordinária de votação da LOA marcará o retorno das sessões plenárias da Câmara Municipal de Timon em 2022. O presidente Uilma Resende ressaltou que decidiu pela marcação da sessão extraordinária como a primeira sessão de 2022 justamente pela importância da pauta.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...

Aeroporto de Teresina completa 55 anos

O Aeroporto de Teresina (THE) completa 55 anos nesta sexta-feira, dia 30 de setembro. Localizado na capital do Piauí, ele é a principal porta...

Três dicas para evitar o estresse na hora de encarar o trânsito

Por Elainy Castro Buzinas, xingamentos, motoristas imprudentes, muita gente nos horários de pico, pedestres que atravessam fora da faixa, acidentes… isso e muito mais você...

O governo vive um "samba do crioulo doido" e prefeita Dinair Veloso está sendo testada pra saber até onde vai segurar na ponta da corda.

Desde a última sexta-feira, 28, visualiza o portal da transparência da Prefeitura de Timon, no site: www.timon.ma.gov.br que o ano de financeiro de 2022 está aberto para execução de despesas no âmbito da contabilidade do município. Seria um ato normal da gestão, de transição de um ano para outro, não fosse as questões ou questiúnculas que o governo jogou como mídia negativa em cima da Câmara Municipal e dos vereadores, quando colocou até os garis "nas ruas" para ao seu invés de limparem as ruas "sujarem a barra" do presidente da Câmara Uilma Resende, que se tornou o maior algoz do governo desde dezembro do ano passado por conta da eleição da mesa diretora; rompimento do Deputado Rafael e agora a rejeição do orçamento  2022. O mais preocupante ainda é que o governo está vivendo um samba do "crioulo doido" e de pernas pro ar não sabe a quem recorrer mais diante de todos os caprichos dessa briga política que envolve o vereador Uilma Resende e os mentores intelectuais e políticos da atual prefeita. Sabe-se porém que na última sexta-feira feira, um encontro do presidente com duas das maiores autoridades da gestão municipal a questão do orçamento praticamente poderia ter sido resolvido em reunião marcada para hoje, segunda-feira, com participação  mais ampla e definição das propostas que poderiam ser apresentadas por ambas as partes, mas que acabou não acontecendo e a coisa volta a estaca zero por obra e graça dos caprichosos, que minaram a reunião e a solução do problema. Ruim para a prefeita Dinair Veloso e ver seu discurso de que sem orçamento a prefeitura não poderia fazer pagamentos e atrasaria a folha, enquanto que hoje a imprensa oficial ou "oficiosa" evidencia que com a autorização da prefeita alguns pagamentos estão sendo feitos e que "antecipação" de salários podem começar a partir de amanhã. Dessa forma, ficou difícil até assimilar que desgaste o governo queria causar na oposição falando em atraso de salários por conta da rejeição do orçamento, ainda mais quando todos sabem que mesmo com orçamento aprovado o governo passado e o de continuidade vêm atrasando salários desde 2014, quando deu pra uma tal de Cooperar o gerenciamento de folhas de cinco secretarias e não fez o repasse devido do dinheiro para a quitação das folhas devidas. No ano passado a prefeita pagou em restos a pagar parte dessa dívida e mesmo assim não conseguiu atualizar as folhas em atraso de sua gestão. Mais o estranho mesmo de tudo e não definir em que a Câmara se baseia para publicar no portal da transparência a execução financeira do orçamento de 2022 se a Câmara rejeitou a propostas enviada em 2021 e ainda não fez nova votação da LOA. Câmara Municipal de Timon marca nova votação da LOA para esta quarta-feira, 02 A Câmara Municipal de Timon publicou nesta segunda-feira, 31, edital de convocação para uma sessão extraordinária para nova votação da Lei Orçamentária Anual (LOA), na próxima quarta-feira, 02, às 09h. Em ato de ofício, a sessão extraordinária de votação da LOA marcará o retorno das sessões plenárias da Câmara Municipal de Timon em 2022. O presidente Uilma Resende ressaltou que decidiu pela marcação da sessão extraordinária como a primeira sessão de 2022 justamente pela importância da pauta.