Secretaria faz alerta: Timon está situação de médio risco para a dengue

spot_img
Compartilhe:

A secretaria está em alerta e pede a conscientização da população para com os cuidados a serem adotados.

A Secretaria de Saúde de Timon realizou levantamento de índice rápido (LIRA) que mede a taxa de infestação pelo Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela, na zona Urbana do município no período de 24 a 28 de janeiro.

Após o levantamento feito pelos agentes de endemias concluiu-se que Timon está em situação de médio risco para a dengue.

“O ministério da saúde preconiza que o LIRA fique em até 1% .Em Timon, por conta do período chuvoso, o índice está em 1.9. Nesse caso precisamos do apoio de toda a população nos cuidados para combater os criadouros do mosquito da dengue”, explica Dolamito Marques, coordenador de endemias.

Esse foi o primeiro LIRA dos quatro que devem ser feitos este ano. Toda a apuração é feita em parceria com a Regional de Saúde de Timon, que reforça a supervisão no trabalho de campo.

As autoridades lembram que neste momento, não basta lutar contra as síndromes gripais, como Covid-19 e gripe, mas é fundamental a colaboração da população para se evitar os casos de dengue. Qualquer objeto ou local que acumule água parada deve ser limpo. Entre as medidas que podem ser adotadas estão: evitar água parada em pequenos objetos, pneus, garrafas e vasos de planta; manter a caixa d’água sempre fechada e realizar limpezas periódicas; vedar poços e cisternas; descartar o lixo de forma adequada.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Mercado de trabalho: Programa de Trainee Aegea está com inscrições abertas para Timon

Os interessados podem se inscrever até o dia 24 de outubro, de forma on-line A Aegea, empresa líder no setor de saneamento privado no Brasil,...

Carlos Brandão é reeleito governador, Timon terá dois deputados e Leitoas saem enfraquecidos do pleito

O governador Carlos Brandão liderou a disputa em primeiro turno pelo governo do Maranhão a partir das primeiras urnas abertas ontem, às 18h, até...

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...

A secretaria está em alerta e pede a conscientização da população para com os cuidados a serem adotados.

A Secretaria de Saúde de Timon realizou levantamento de índice rápido (LIRA) que mede a taxa de infestação pelo Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela, na zona Urbana do município no período de 24 a 28 de janeiro.

Após o levantamento feito pelos agentes de endemias concluiu-se que Timon está em situação de médio risco para a dengue.

“O ministério da saúde preconiza que o LIRA fique em até 1% .Em Timon, por conta do período chuvoso, o índice está em 1.9. Nesse caso precisamos do apoio de toda a população nos cuidados para combater os criadouros do mosquito da dengue”, explica Dolamito Marques, coordenador de endemias.

Esse foi o primeiro LIRA dos quatro que devem ser feitos este ano. Toda a apuração é feita em parceria com a Regional de Saúde de Timon, que reforça a supervisão no trabalho de campo.

As autoridades lembram que neste momento, não basta lutar contra as síndromes gripais, como Covid-19 e gripe, mas é fundamental a colaboração da população para se evitar os casos de dengue. Qualquer objeto ou local que acumule água parada deve ser limpo. Entre as medidas que podem ser adotadas estão: evitar água parada em pequenos objetos, pneus, garrafas e vasos de planta; manter a caixa d’água sempre fechada e realizar limpezas periódicas; vedar poços e cisternas; descartar o lixo de forma adequada.