Comissão de Valorização dos Honorários Advocatícios da OAB Pi articula ações para o 1o. semestre de 2022

spot_img
Compartilhe:

A reunião foi conduzida pelo presidente e conselheiro federal da OAB, Einstein Sepúlveda.

A Comissão de Defesa e Valorização dos Honorários da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, esteve reunida, pela primeira vez, nesta sexta-feira (25). A reunião, conduzida pelo presidente e conselheiro federal da OAB, Einstein Sepúlveda, debateu as ações para o primeiro semestre em defesa dos honorários advocatícios.

Fortalecimento dos honorários dos advogados(as), projeto da advocacia Dativa, Tabela de Honorários Advocatícios e da Advocacia Dativa, semana de expedição de alvarás represados junto ao Poder Judiciário e a realização de audiências públicas estiveram entre as pautas debatidas em reunião.

De acordo com o presidente Einstein Sepúlveda, o primeiro encontro da Comissão foi um importante passo para a articulação de ideias e ações em prol da valorização e do fortalecimento dos honorários advocatícios.

“Estamos realizando hoje a nossa primeira reunião do ano de 2022, integrando as nossas ideias para colocar em práticas todos os projetos que colocarão a nossa advocacia num patamar ainda mais elevado. Para os próximos meses, iremos dar início à uma campanha de valorização dos nossos honorários, vamos realizar audiências públicas em todas as Subseções da OAB e com os presidentes das Comissões Temáticas da OAB Piauí.

Sobre a tabela de honorários, Einstein Sepúlveda, reforçou que o objetivo da Comissão será o de reformulação e da realização de um estudo mais técnico. “Iremos reformular a nossa tabela de honorários, tornando-a mais transparente e mais acessível para os nossos colegas de profissão. Difundir essa tabela será de extrema importância, sobretudo para a jovem advocacia. Faremos ainda um estudo com um economista, que nos dará total suporte sobre a tabela, por meio de um levantamento com as tabelas das demais Seccionais do país”, completou.

Presente à reunião, o vice-presidente da Comissão, Adones de Araújo Silva, frisou a relevância das pautas para a advocacia. “Aqui, debatemos temas que estão diretamente relacionados com os Direitos Humanos. Os honorários são nossos maiores suportes. Trabalhar com essas ações será de extrema importância para a nossa gestão, mais ainda para a nossa advocacia. Isso deixará um legado para o nosso cenário jurídico piauiense”, ressaltou.

A secretária Cyarla Castelo Branco pontuou ainda que a Comissão terá preocupação de integrar as demais Comissões temáticas da OAB para fortalecer ainda mais as ações. “Em breve, estaremos provocando os representantes das outras comissões que integram os quadros da OAB Piauí, com o objetivo de somar esforços e debater, juntos, meios para o fortalecimento dos nossos honorários e da nossa advocacia”, finalizou.

Com informações do site da OAB Piauí.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Mercado de trabalho: Programa de Trainee Aegea está com inscrições abertas para Timon

Os interessados podem se inscrever até o dia 24 de outubro, de forma on-line A Aegea, empresa líder no setor de saneamento privado no Brasil,...

Carlos Brandão é reeleito governador, Timon terá dois deputados e Leitoas saem enfraquecidos do pleito

O governador Carlos Brandão liderou a disputa em primeiro turno pelo governo do Maranhão a partir das primeiras urnas abertas ontem, às 18h, até...

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...

A reunião foi conduzida pelo presidente e conselheiro federal da OAB, Einstein Sepúlveda.

A Comissão de Defesa e Valorização dos Honorários da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, esteve reunida, pela primeira vez, nesta sexta-feira (25). A reunião, conduzida pelo presidente e conselheiro federal da OAB, Einstein Sepúlveda, debateu as ações para o primeiro semestre em defesa dos honorários advocatícios. Fortalecimento dos honorários dos advogados(as), projeto da advocacia Dativa, Tabela de Honorários Advocatícios e da Advocacia Dativa, semana de expedição de alvarás represados junto ao Poder Judiciário e a realização de audiências públicas estiveram entre as pautas debatidas em reunião. De acordo com o presidente Einstein Sepúlveda, o primeiro encontro da Comissão foi um importante passo para a articulação de ideias e ações em prol da valorização e do fortalecimento dos honorários advocatícios. “Estamos realizando hoje a nossa primeira reunião do ano de 2022, integrando as nossas ideias para colocar em práticas todos os projetos que colocarão a nossa advocacia num patamar ainda mais elevado. Para os próximos meses, iremos dar início à uma campanha de valorização dos nossos honorários, vamos realizar audiências públicas em todas as Subseções da OAB e com os presidentes das Comissões Temáticas da OAB Piauí. Sobre a tabela de honorários, Einstein Sepúlveda, reforçou que o objetivo da Comissão será o de reformulação e da realização de um estudo mais técnico. “Iremos reformular a nossa tabela de honorários, tornando-a mais transparente e mais acessível para os nossos colegas de profissão. Difundir essa tabela será de extrema importância, sobretudo para a jovem advocacia. Faremos ainda um estudo com um economista, que nos dará total suporte sobre a tabela, por meio de um levantamento com as tabelas das demais Seccionais do país”, completou. Presente à reunião, o vice-presidente da Comissão, Adones de Araújo Silva, frisou a relevância das pautas para a advocacia. “Aqui, debatemos temas que estão diretamente relacionados com os Direitos Humanos. Os honorários são nossos maiores suportes. Trabalhar com essas ações será de extrema importância para a nossa gestão, mais ainda para a nossa advocacia. Isso deixará um legado para o nosso cenário jurídico piauiense”, ressaltou. A secretária Cyarla Castelo Branco pontuou ainda que a Comissão terá preocupação de integrar as demais Comissões temáticas da OAB para fortalecer ainda mais as ações. “Em breve, estaremos provocando os representantes das outras comissões que integram os quadros da OAB Piauí, com o objetivo de somar esforços e debater, juntos, meios para o fortalecimento dos nossos honorários e da nossa advocacia”, finalizou. Com informações do site da OAB Piauí.