Dinair Veloso, sem caixa na prefeitura, não tem como pagar atrasos na Educação e terceirizados da Mega On

spot_img
Compartilhe:

Enquanto a prefeita de Timon Dinair Veloso segue sua rotina de trabalho na Prefeitura visitando capina nas ruas, esgotos entupidos e publicando seus feitos na redes sociais, centenas e centenas de trabalhadores padecem com suas famílias sem receber seus salários em atraso.

Na última quinta-feira, professores efetivos em situação de risco por conta da falta de pagamento do salário, do terço de férias, da premiação que a categoria que já deveria ter recebido, assim como a mudança de classe dos professores, fizeram manifestação na porta da prefeitura exigindo uma intervenção do sindicato e o pagamento imediato desses direitos, no sábado, foram depositados o pagamento de parte desses benefícios, muito embora tenha entrada mais de 8 milhões na conta da prefeitura de recursos oriundos do tesouro nacional.

Diante desse pagamento de parte dos direitos do professores, professores, administrativos e outros contratados em regime de teste seletivo, estão denunciando que dentro da prefeitura está havendo discriminação quanto às decisões de pagamentos, pois eles até agora não receberam seus pagamentos, enquanto que os efetivos foram pagos por parte.

Através do blog, são inúmeras as denúncias de que esses servidores ainda aguarda decisões da prefeita Dinair Veloso para receber seus pagamentos.

Por outro lado, servidores contratadas pela Prefeitura de Timon, através de serviços terceirizados pela empresa licitada Mega On, que em todas as cinco secretarias exigentes no contrato, terceirizados estão há quatro meses, trabalhando sem receber e apesar dessa situação, a prefeita continua plantando rosas no asfalto sem apresentar uma solução para o problema de sobrevivência de milhares de famílias timonenses.

É uma lástima!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Lula diz que Gleisi não será ministra e que só anuncia equipe após ser diplomado pelo TSE

Presidente eleito deu declarações onde atua equipe de transição; diplomação no TSE está marcada para 12 de dezembro. Lula disse que '80%' do ministério...

Promotor recomenda suspensão do show de João Gomes em Timon

Além do alto custo com contrato do cantor para os cofres do município, o promotor Sérgio Martins diz que a festa põe em risco...

Após 23 anos, médica Amariles Borba pede exoneração da FMS

A médica Amariles de Sousa Borba pediu exoneração da Fundação Municipal de Saúde (FMS), onde atuava há 23 anos e, atualmente, ocupava o cargo...
Enquanto a prefeita de Timon Dinair Veloso segue sua rotina de trabalho na Prefeitura visitando capina nas ruas, esgotos entupidos e publicando seus feitos na redes sociais, centenas e centenas de trabalhadores padecem com suas famílias sem receber seus salários em atraso. Na última quinta-feira, professores efetivos em situação de risco por conta da falta de pagamento do salário, do terço de férias, da premiação que a categoria que já deveria ter recebido, assim como a mudança de classe dos professores, fizeram manifestação na porta da prefeitura exigindo uma intervenção do sindicato e o pagamento imediato desses direitos, no sábado, foram depositados o pagamento de parte desses benefícios, muito embora tenha entrada mais de 8 milhões na conta da prefeitura de recursos oriundos do tesouro nacional. Diante desse pagamento de parte dos direitos do professores, professores, administrativos e outros contratados em regime de teste seletivo, estão denunciando que dentro da prefeitura está havendo discriminação quanto às decisões de pagamentos, pois eles até agora não receberam seus pagamentos, enquanto que os efetivos foram pagos por parte. Através do blog, são inúmeras as denúncias de que esses servidores ainda aguarda decisões da prefeita Dinair Veloso para receber seus pagamentos. Por outro lado, servidores contratadas pela Prefeitura de Timon, através de serviços terceirizados pela empresa licitada Mega On, que em todas as cinco secretarias exigentes no contrato, terceirizados estão há quatro meses, trabalhando sem receber e apesar dessa situação, a prefeita continua plantando rosas no asfalto sem apresentar uma solução para o problema de sobrevivência de milhares de famílias timonenses. É uma lástima!